Carros

Citroën amplia recall do C3 por risco de quebra na suspensão

Murilo Góes/UOL
3.769 unidades foram agregadas ao chamado, que já englobava 22.637 carros da família Imagem: Murilo Góes/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

06/07/2015 12h23

A Citroën do Brasil anunciou, nesta segunda-feira (6), que está ampliando um recall da família C3 (configurações hatch, Picasso e Aircross), ano-modelo 2013/2014, por risco de quebra da suspensão dianteira. A partir da próxima terça (7), outras 3.769 unidades não enumeradas no primeiro chamado poderão comparecer às concessionárias para resolver o problema.

Segundo a fabricante, a "dureza excessiva das buchas localizadas no interior dos braços da suspensão pode ocasionar fissuras", com risco de "ruptura e deslocamento involuntário das rodas dianteiras". Tal ocorrência gera risco de "perda de dirigibilidade e grave risco de acidentes, com danos físicos e/ou materiais aos ocupantes do veículo e/ou terceiros".

A convocação envolve numeração não sequencial de chassis entre EB512354 e EB520900, todos fabricados entre 20 de maio e 19 de junho de 2013. Já o recall anterior, cujos detalhes podem ser conferidos clicando aqui, engloba 22.637 unidades da família C3 e 18.105 do Peugeot 208, que compartilha plataforma.

Ainda de acordo com a montadora, o atendimento na rede autorizada será prestado de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A duração média do atendimento é de quatro horas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo