Carros

Volkswagen up! 1.0 turbo chega em julho mais forte que Gol 1.6

Leonardo Felix/UOL
up! turbo surge, finalmente, na fábrica da Volks em São Carlos (SP) Imagem: Leonardo Felix/UOL

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em São Carlos (SP)

24/06/2015 11h56

Demorou pouco para a ausência do Volkswagen up! com propulsor 1.0 3-cilindros turbo no Salão de Buenos Aires ser explicada. A Volkswagen do Brasil preferiu aguardar alguns dias para mostrá-lo, sozinho, na fábrica de motores de São Carlos (SP), onde os motores turbo já começaram a ser produzidos.

Leonardo Felix/UOL
Uso de preto piano na traseira do porta-malas será truque para "copiar" tampa do porta-malas do up! europeu, toda em vidro Imagem: Leonardo Felix/UOL
O up! TSI, como será chamado, será lançado oficialmente no final de julho, mas a fabricante já exibiu uma unidade do subcompacto a jornalistas nesta quarta-feira (24). Há diferenças em relação ao up! aspirado: a frente está ligeiramente mais "bicuda" na área do para-choque, para comportar os novos componentes do turbo no cofre; já a traseira ostenta tampa do porta-malas em preto piano, solução exclusiva da versão -- mas que ainda não é o vidro do modelo da Europa.

Para fabricar o motor turbo do up! em São Carlos, a Volkswagen investiu R$ 460 milhões na adaptação da linha de montagem do complexo. O propulsor será o terceiro turboflex à venda no mercado brasileiro -- os outros dois são de BMW e Peugeot-Citroën. Mas será o primeiro 1.0 3-cilindros com injeção direta. 

Arte UOL
Comparando frentes de up! TSI e cross up!, fica fácil enxergar o para-choque "saltado" Imagem: Arte UOL

Mais potente e eficiente

Com a inédita motorização da família EA211, o up! passará a render 101/105 cv de potência (gasolina/etanol) e impressionantes 16,8 kgfm de torque (com ambos combustíveis). Para se ter ideia, o motor 1.6 4-cilindros EA111 oferecido pela própria Volks para Gol e Fox atinge 101/104 cv e 15,4/15,6 kgfm.

A montadora não abriu detalhes, mas garante que potência e torque serão entregues em faixas mais baixas de rotação do que o 3-cilindros aspirado, que entrega 82 cv a 6.250 rpm e 10,4 kgfm a 3.000 giros (etanol).

Além disso, segundo a Volkswagen, o consumo está ainda mais aprimorado que o do 1.0 aspirado, que já é referência em eficiência. Dados oficiais de consumo do Inmetro, contudo, devem ser divulgados só no lançamento. Outra promessa é que as versões turbinadas do pequeno hatch manterão nota máxima em segurança no Latin NCAP. 

Leonardo Felix/UOL
Com o 1.0 turbo, espaço no cofre do up! tem que ser aproveitado ao máximo Imagem: Leonardo Felix/UOL

Versões

Com motor turbo, o up! será oferecido apenas a partir da versão intermediária move up!, seguindo a mesma lista de equipamentos da linha atual. Isso significa que ele terá sempre itens de série como quatro portas, direção elétrica, travas elétricas, retrovisores externos com ajuste elétrico, ar-condicionado manual, computador de bordo, sensor de estacionamento traseiro, alerta sonoro de frenagem de emergência e rodas de aço aro 14 polegadas revestidas por pneus "verdes".

A lista de versões segue o caminho normal do up! aspirado, passando por high, black, white e red up!, mas deve atingir o topo da gama com uma versão esportiva, cujos detalhes ainda não foram apresentados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo