Carros

Ford mostra New Fiesta Sport e diz não temer Renault Sandero RS

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/04/2015 19h49

A Ford é outra marca a entrar no segmento de hatches compactos esportivados com o recém-lançado Fiesta Sport, que custa R$ 58.990 -- ou R$ 60.740 com bancos de couro. A ideia da marca é não perder espaço no mercado com a chegada de modelos como Volkswagen Fox Pepper (a partir de R$ 53.500) e Hyundai HB20 Spicy (desde R$ 44..450). 

"Em resposta às séries 'apimentadas' dos rivais, nós trouxemos o New Fiesta Sport, pois nosso cliente pedia por uma versão com visual mais invocado", afirma Ana Paula Salles e Silva, supervisora de produto da Ford.

UOL
Sandero "treina" em circuito no Rio Grande do Sul: motor 2.0 flex de 148 cv e 20,9 kgfm (etanol) e preparação da Renault Sport Imagem: UOL
Até aí, tudo bem. Mas e quanto à ameaça de dividir mercado com um carro compacto realmente esportivo de uma rival direta no mercado? A Ford teve chances, mas desistiu por inúmeras vezes de trazer a série ST ao país. Sendo assim, o inédito Sandero RS -- que está sendo preparado pela rival Renault, como UOL Carros adiantou -- assustaria a montadora norte-americana? 

"Não temos medo do Sandero porque ele entra em um nicho de mercado diferente, que seria do Fiesta ST, que infelizmente não pudemos trazer", declara a supervisora, admitindo indiretamente que o rival deva ser superior em desempenho e, por conta disso, terá valor maior.

Segundo contas da própria empresa, o Fiesta é líder do segmento de compactos "acima de 1.0". A versão Sport deve representar cerca de 5% das vendas do modelo, que vendeu em média 4,1 mil unidades/mês em 2015.

Como é o Fiesta Sport

Desenvolvido em parceria com a Keko, empresa brasileira de acessórios automotivos, a nova configuração extingue a opção Titanium com transmissão manual. A partir de agora, quem optar pelo Fiesta topo de gama, terá de conviver com o câmbio Powershift, automatizado de seis marchas e dupla embreagem. Consequentemente, o New Fiesta Sport vira a opção topo com transmissão mecânica. Ele se encaixa na gama Fiesta da seguinte maneira:

  • New Fiesta 1.5 S -- R$ 45.790
  • New Fiesta 1.5 SE -- R$ 49.890
  • New Fiesta 1.6 SE -- R$ 52.790
  • New Fiesta 1.6 SE  Powershift -- R$ 57.290
  • New Fiesta 1.6 Sport -- R$ 58.990
  • New Fiesta 1.6 Titanium Powershift -- R$ 63.490

O carro se baseia no Fiesta SE 1.6 e traz de série itens como ar-condicionado digital; direção elétrica; vidros elétricos dianteiros e traseiros; sistema de conectividade Sync com AppLink e comando de voz; assistente de emergência; controle de tração e estabilidade; faróis e lanterna de neblina; assistente de partida em rampa e rodas de liga leve de 16 polegadas na cor preta, entre outros.

Entre os equipamentos exclusivos da nova versão destacam-se os retrovisores, a grade frontal e as rodas (as mesmas do Titanium) pintados de preto brilhante; identificação "Sport" nas soleiras das portas dianteiras e na lataria da porta traseira (o logo é o mesmo utilizado por outros modelos, como o Ka e a Ranger Sport); aerofólio traseiro e para-choques dianteiro e traseiro com apliques especiais. Os bancos de couro são opcionais (R$ 1.250 caso a combinação seja 80% vinil e 20% couro ou R$ 1.750 caso eles sejam 70% couro e 20% vinil).

Vale lembrar, porém, que sua proposta esportiva é estritamente visual, não havendo diferença mecânica entre as demais versões com motor 1.6, seja no conjunto de motor e câmbio, suspensões, pneus ou escapamento. O motor 1.6 TiVCT rende 128 cv e 16 kgfm de torque (etanol no tanque).

Divulgação
Acessórios esportivos são meramente ilustrativos: na prática, Fiesta Sport é manso Imagem: Divulgação

Como anda

Na prática, rodar com o Fiesta Sport é o mesmo que acelerar a versão 1.6 SE: um carro manso, mas que tem soluções de esportividade bastante positivas. O Fiesta nasceu com uma proposta mais invocada que a de outros modelos compactos da empresa, como o Ka e o EcoSport, e tem uma posição de digirir mais baixa, o que é bem agradável. O volante com dimensão mais justa parece encaixar na mão. O câmbio manual não é rápido como o MQ200 da Volkswagen (que equipa up!, Gol, Fox e cia.), mas não atrapalha.

Por fora, o visual chama a atenção devido aos penduricalhos com apelo esportivo, que realmente passam a impressão de que há mais esportividade no carro que o normal. São apenas três opções de cores para esta configuração: branco, preto e vermelho, todas sólidas. A garantia é de 3 anos e o plano de manutenção é o mesmo que o das outras três versões.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo