Carros

Nissan Versa 3-cilindros produzido no Brasil começa em R$ 41.990

Murilo Góes/UOL
New Versa terá este visual, conforme mostrado no Salão de São Paulo 2014 Imagem: Murilo Góes/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

02/03/2015 12h36

A Nissan do Brasil divulgou, nesta segunda-feira (2), os preços públicos para a linha nacionalizada do Versa. O sedã, que começou a ser montado na fábrica de Resende (RJ) em meados de janeiro -- e é chamado pela marca de "New Versa" desde o Salão de São Paulo do ano passado, por conta de reestilização --, chega às concessionárias neste mês, partindo de R$ 41.990 com motor 1.0 3-cilindros flex.

No total, o Versa nacional contará com cinco versões, sendo duas equipadas com o "milzinho" -- capaz de gerar 77 cavalos de potência e 10 kgfm de torque, com gasolina ou etanol --, e três usando o velho 1.6 4-cilindros, de 111 cv e 15,1 kgfm. O câmbio é sempre manual de cinco velocidades.

Confira a lista de versões e preços:

  • Versa 1.0: R$ 41.990
  • Versa 1.0 S: R$ 44.990
  • Versa 1.6 SV: R$ 46.490
  • Versa 1.6 SL: R$ 49.490
  • Versa 1.6 Unique: R$ 54.990

Definida a linha nacional, sabe-se agora que o Versa 1.6 perde a versão S, que partia de R$ 43.290. O motivo, obviamente, é não criar conflitos com a 1.0 S, R$ 1.700 mais cara. Em seu lugar, entrou uma nova versão de topo para essa motorização, a Unique, de R$ 54.990. As duas únicas versões sobreviventes foram as 1.6 SV e SL, que ficaram, respectivamente, R$ 400 e R$ 600 mais caras.

A montadora não abriu ainda quais serão os equipamentos de cada versão (algo que só deve acontecer no lançamento, daqui a cerca de duas semanas), mas certamente itens como ar-condicionado e direção elétrica progressiva estarão em todas elas. A 1.0 S deve agregar trio elétrico e rodas de liga leve aro 15 polegadas. Entre as de 1,6 litro, SV e SL mantêm os mesmos pacotes de antes.

Já a Unique marca a estreia do sistema de conectividade NissanConnect -- já presente no March -- no modelo, com navegador GPS, tela de toque de 5,8 polegadas, câmera de ré e conexão à internet do celular via aplicativo. Ela deve conter ainda volante multifuncional, bancos revestidos em couro sintético, rodas de alumínio aro 16 e ar-condicionado digital.

Divulgação
Produção do Versa brasileiro em Resende começou em janeiro deste ano Imagem: Divulgação
DEMAIS ALTERAÇÕES
Com 4,45 metros de comprimento, o New Versa será o maior carro tricilíndrico vendido no Brasil. Ford Ka+ e Hyundai HB20S são outros dois sedãs a utilizar motor 1.0 3-cilindros no país, porém ambos são mais compactos e leves que o da Nissan.

Conforme apresentado no Anhembi, há quatro meses, o modelo também terá algumas alterações visuais e no contepudo: a dianteira foi redesenhada, para se alinhar à identidade global da Nissan. Os traços, entretanto, são mais grosseiros que os de Sentra e Altima, sedãs maiores e mais refinados da marca. Na lista de equipamentos, volante multifuncional e novo  são os destaques.

Em 2014, ainda importado do México, o Versa emplacou 15.400 unidades no Brasil. Seu maior rival, o Chevrolet Cobalt, chegou a 47.055. Com a produção nacionalizada, a tendência é encurtar a distância já neste ano. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo