Topo

Carros

Honda desvenda HR-V europeu e ajuda a entender como será o SUV brasileiro

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/02/2015 14h39

Depois  da Honda America abrir as portas do HR-V para público e imprensa durante o Salão de Detroit, é a vez da filial europeia da montadora revelar o interior de sua versão do SUV. A primeira aparição do HR-V por lá, ainda como carro-conceito, foi no Salão de Paris, em setembro. Agora, o Salão de Genebra deve receber o carro real, que começa a ser vendido por lá no final do semestre (aproveitando o verão do hemisfério norte) -- os preços estão indefinidos por lá. 

Aqui no Brasil, os valores serão de Civic -- início por volta dos R$ 70 mil, topo na faixa limítrofe aos R$ 90 mil.

Superficialmente, o conteúdo do interior do HR-V europeu não difere daquele apresentado com o modelo americano, com bom acabamento e uso de materiais suaves ao toque -- acima do empregado em Fit e City, com os quais o SUV divide plataforma. Como o projeto é global, isso ajuda a cravar como será o visual da cabine do modelo nacional, que será lançado ainda neste primeiro trimestre.

Além disso, a revelação europeia ajuda a entender um pouco mais sobre equipamentos e mecânica do HR-V. A Europa terá as versões Comfort (básico), Sport (intermediária) e Executive (topo de gama). Todas serão equipadas com sistema freio automático de emergência, além de airbags frontais e laterais.

Só haverá HR-V 4x2, ao menos inicialmente. Serão duas opções de motorização na Europa, ambas da família Earth Dreams: 1.5 i-VTEC a gasolina de 130 cv, com câmbio manual de seis marchas ou automático CVT (transmissão continuamente variável); e 1.6 a diesel, de 120 cv, apenas com o câmbio manual. Nos EUA, o HR-V é equipado com motores 1.8 e 2.4 a gasolina. Para o Brasil, usará apenas o 1.8 flex aspirado do Civic de entrada (139/140 cv e 17,5/17,7 kgfm, gasolina/etanol), com câmbio manual de seis marchas ou CVT com simulação de troca de marchas. 

Este é o HR-V americano, mostrado em Detroit
Veja Álbum de fotos

LIGADO NA INTERNET
No caso da Comfort, o sistema multimídia será similar ao de Fit e City. As duas mais caras terão os itens representados nas imagens, incluindo o sistema multimídia integrado à internet com sistema Android (com apps de trânsito, rádio, clima e redes sociais), tela sensível ao toque de sete polegadas e conexões Mirror Link e Bluetooth (para não apenas parear, como espelhar o conteúdo de celulares), além de wi-fi e conexões com fio. Haverá ainda auxílios ao condutor (câmera, sensores e radares) para controle de cruzeiro adaptativo, detecção de troca de faixa, ponto cego, farol automático e estacionamento -- todos requisitados em carros vendidos na Europa. 

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2015/honda-hr-v-europeu-cabine-1424277513502.vm')O sistema multimídia pode até existir no Brasil, mas UOL Carros acha improvável ver o último por aqui, já que nem o Civic utiliza tais auxílios. Infelizmente, como já adiantamos, o HR-V fabricado incialmente em Sumaré (SP) não terá itens como partida por botão e teto solar -- estes equiparão a versão Executive europeia.

Há ainda o sistema chamado "magic seat" -- também presente no hatch e no sedã --, que permite mais flexibilidade de posicionamento e rebatimento dos bancos de forma a acomodar melhor passageiros e cargas em diferentes situações. O porta-malas tem capacidade para 453 litros, volume que pode ser expandido a 1.026 l com a realocação dos bancos. 

HR-V será destaque da Honda em Genebra
Veja Álbum de fotos

Mais Carros