Carros

Greve no ABC faz Volkswagen perder 1.400 carros por dia

Nelson Almeida/AFP - 7.1.2015
Volks em transe: trabalhadores parados anulam produção de 7 mil carros na semana Imagem: Nelson Almeida/AFP - 7.1.2015

Claudio Luís de Souza
Eugênio Augusto Brito
André Deliberato
Leonardo Felix

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/01/2015 18h17

A cada dia de greve, a fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP) deixa de produzir cerca de 1.400 carros. A informação é de fontes do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. A empresa não quis se pronunciar sobre isso, mas não negou o número quando citado por UOL Carros nesta sexta-feira (9).

A unidade Anchieta da Volks está parada desde a manhã de terça (6) como resposta à demissão de cerca de 800 funcionários, comunicada logo após a volta das férias coletivas. Cerca de 13 mil pessoas trabalham na fábrica, produzindo os modelos Gol, Polo/Polo Sedan, Saveiro/Saveiro Cross.

Até o final desta semana útil (encerrada no sábado), portanto, a Volks terá deixado de fabricar cerca de 7.000 carros.

É incerto, até o momento, se a situação será normalizada na próxima semana. Pessoas ligadas ao sindicato afirmam haver preparativos para um ato de protesto na segunda-feira (12), às 7h, em frente à fábrica da Volks. A nova manifestação deverá contar com a participação de funcionários de outras montadoras.

Convites foram feitos ao corpo de funcionários de Ford, Toyota (da área de fabricação de peças) e Scania. Trabalhadores da fábrica de caminhões Mercedes-Benz, que também fizeram protesto nesta sexta-feira contra demissões no ABC, podem aderir à ação da próxima semana. 

Divulgação
Linha de produção de Gol e Saveiro, no ABC, deixa de entregar 1.400 carros ao dia Imagem: Divulgação
EM BAIXA
Foco da fábrica em crise, as vendas de carros de passeio e utilitários leves em 2014 foram particularmente ruins para a Volkswagen: a montadora registrou recuo de 13,5% ante 2013 (foram 576,6 mil emplacamentos), quase o dobro da retração do mercado em geral. No ranking das montadoras, ficou em terceiro lugar (17,32%), atrás de Fiat (20.97%) e General Motors (17,39%).

Seu principal produto, o compacto Gol, perdeu a liderança de vendas no país após 27 anos, sendo ultrapassado pelo Fiat Palio em 385 unidades, segundo dados da Fenabrave (o Gol teve 183.356 emplacamentos). A marca também perdeu espaço na venda direta a frotistas, outro segmento dominado pelas rivais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo