Carros

Queda do Gol em 2014 foi pior junto a frotistas; Fiat Strada vendeu mais

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/01/2015 14h04Atualizada em 08/01/2015 14h47

Além da perda da liderança geral de vendas do Gol para o Fiat Palio em 2014 por diferença minúscula (cerca de 350 unidades), que encerrou um ciclo de 27 anos, a análise de dados específicos expõe um panorama mais difícil para a Volkswagen. Em vendas diretas -- aquelas feitas do fabricante a frotistas, profissionais liberais e órgãos públicos, entre outros --, o Gol perdeu ainda mais espaço e foi superado com folga por outro modelo da Fiat, desta vez a Strada.

Segundo o ranking oficial de emplacamentos da Fenabrave, a entidade que reúne os lojistas de todo o Brasil, a Strada entregou 106.525 unidades em vendas diretas, de janeiro a dezembro, desbancando o Gol (líder em 2013). Este segmento de vendas diretas representa 1/3 das vendas gerais.

O hatch da Volkswagen emplacou 89.773 unidades no mesmo período. Em 2013, quando ainda somava vendas das gerações 4 (aposentada em janeiro último) e 5, o Gol ficou em primeiro, com 98.053 unidades -- a queda de lá para cá foi de 8,44%. Já a Strada, que ganhou configurações mais completas, indo de cabines simples e motor 1.4 até cabine dupla com três portas e motor 1.8, era apenas a terceira colocada com 72.531 unidades -- o salto foi de 46%.

Outro fator que pode explicar a diferença está na aposentadoria da Kombi: sem substitutos direto no mercado, perdeu mais a Volkswagen (que deixou de emplacar 22.257 unidades de 2013); ganhou a Fiat, que recebeu boa parte dos compradores com sua linha mais ampla da picape compacta.

Como UOL Carros já noticiou, a empresa entregou 13,5% menos unidades no último ano e enfrenta greve e demissões em sua principal unidade.

Sampa Kombi Clube
Kombi deu adeus no começo de 2014 e teve seus clientes absorvidos pela picape Strada Imagem: Sampa Kombi Clube
COMO É O MERCADO DIRETO
Com o mercado geral em queda em 2014, cresceu a importância das vendas diretas: o percentual passou de cerca de 25% para quase 30% do total de carros comercializados no país.

Na conta total, considerando carros de passeio e comerciais leves, foram emplacadas 3.328.716 unidades (o Palio foi o mais vendido neste caso, com 183.742 carros, contra 183.356 do Gol). Realçando apenas as vendas diretas, temos um total superior a 965 mil unidades emplacadas em 2014.

Em geral, os carros para venda direta têm configurações mais simples do que aqueles vendidos para o cliente comum nas concessionárias. Cor prata ou branca, sem ar-condicionado, direção assistida, nem vidros ou retrovisores elétricos, por exemplo, servem a frotas de operadoras telefônicas e de locadoras de veículos. Com pacotes específicos (modelos grandes com motor mais forte, mas equipados com câmbio manual e não com o automático), agradam a frotas públicas e de órgãos como as forças policiais.

Com as alterações, bem como em função do grande lote negociado, os preços podem ter desconto significativo. Se o lucro é menor, o ganho das marcas se dá na participação geral no mercado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo