Carros

BMW i8 rouba cena pelo visual, mas propulsão híbrida divide opiniões

Leonardo Felix/UOL
Fã grava vídeo do BMW i8 no Anhembi: este carro é um sucesso Imagem: Leonardo Felix/UOL

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

07/11/2014 22h30

Um dos carros que roubaram a cena no Salão de São Paulo é o BMW i8. Vendido no Brasil apenas sob encomenda por R$ 799.950, o híbrido está exposto num palco giratório isolado no estande da marca alemã, permitindo que o público o contemple apenas de longe.

Mesmo assim, ele não passa um minuto sem estar rodeado de gente. Em visita ao pavilhão nesta sexta-feira (7), UOL Carros observou que, tão logo avistavam o esportivo com desenho futurista e portas que abrem ao estilo tesoura, os curiosos paravam o que estavam fazendo para tirar fotos ou gravar vídeos.

Leonardo Benassatto/Folhapress
Incomuns, portas com abertura "tesoura" chamam a atenção dos visitantes Imagem: Leonardo Benassatto/Folhapress
Em frente ao palco, um púlpito digital com tela de toque mostrava todos os dados técnicos. Bastava um minuto lendo as informações para surgir o espanto: muitos se impressionavam ao descobrir que o i8 usa um motor 3-cilindros turbo de 1,5 litro no eixo traseiro, combinado com outro elétrico, de 133 cv e 25,4 kgfm, na dianteira. A ressalva de que é um automóvel capaz de gerar, no total, 362 cv de potência e 58,1 kgfm de torque, podendo chegar a 250 km/h e fazer o 0-100 km/h em 4,4 segundos, passava praticamente batida.

"É um híbrido?", perguntou em voz alta o advogado Clayton Batista ao descobrir a novidade. Questionado por UOL Carros se preferia ter um superesportivo desse ou um movido a combustão tradicional, ponderou: "Depende. Gostei dele, mas sou mais um Porsche". Já o analista financeiro Edson Bianchi foi mais radical. "É um carro muito bonito, mas fica menos interessante por ser elétrico [na verdade, é híbrido], pois motor de esportivo tem que fazer barulho". (Quando roda apenas no modo elétrico, o i8 não emite ruído.)

Ivan Ribeiro/Folhapress
BMW i8 será vendido no Brasil apenas sob encomenda; um paulistano já comprou Imagem: Ivan Ribeiro/Folhapress
Também houve, porém, quem defendesse a tecnologia, caso dos estudantes Felipe Rodrigues Farinha, Marco Voltorim e Eric Torrente, que estavam babando pelo i8 havia já alguns minutos. "Para mim, além de ser lindo, o fato de ser híbrido conta ainda mais pontos",  garantiu Voltorim.

TEM NO CARNÊ  
Outro item que está no painel digital e provocou espanto nos visitantes é o preço e as formas de pagamento do i8. Para "facilitar" a compra -- afinal, R$ 800 mil é um valor totalmente fora da realidade de uns 99% da população --, a BMW oferece um plano de financiamento (prática comum entre marcas de luxo, conforme UOL Carros já mostrou) com entrada de R$ 320.186, mais 24 parcelas de R$ 23.790. "Olha aí: dá para fazer na prestação", ironizou alguém em meio à muvuca, após ler essa informação. 

Pena que, usando esse método, o valor total suba a R$ 891.137.

De qualquer forma, quem mora em São Paulo (SP) tem chances de ver um desses nas ruas daqui a algum tempo. Segundo uma fonte da BMW, que não quis se identificar, uma unidade do i8 já foi vendida na capital paulista, e deve ser entregue em um prazo de três ou quatro meses. A forma de pagamento? O comprador preferiu ignorar o carnê e levar o supercarro à vista.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo