Carros

Volkswagen cross up!, R$ 38.040, só tem a cara de aventureiro

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

04/11/2014 14h20

As vendas do up! continuam abaixo daquilo que a Volkswagen esperava. Desde que foi lançado, no início do ano, o subcompacto jamais conseguiu estar entre os dez modelos mais vendidos do país. É muito pouco para um carro que chegou com pinta de ser o lançamento mais importante da marca no Brasil desde o Fusca.

Tentando reverter essa lógica, a fabricante apelou à modinha dos aventureiros e apresenta, agora no Salão de São Paulo 2014, o cross up!, que tenta dar estilo off-road ao pequenino para, quem sabe, fazê-lo cair no gosto do brasileiro. A versão estará nas concessionárias até o final da primeira quinzena deste mês de novembro, e cobrará R$ 38.040 com câmbio manual, ou R$ 40.960 com o automatizado I-Motion.

O pacote é baseado no modelo lançado na Europa em março de 2013, mas com as intervenções do up! fabricado aqui no Brasil, e inclui: direção elétrica; vidros dianteiros elétricos; travas elétricas nas quatro portas; chave canivete com comando remoto; sensor de estacionamento traseiro; alertas de não utilização do cinto de segurança e de frenagem de emergência; limpador e desembaçador do vidro traseiro; retrovisores externos com ajuste elétrico e luz de seta integrada; faróis com máscara escurecida; faróis de neblina; rodas de liga leve aro 15; e tampa do porta-malas com abertura remota.

Os únicos componentes adicionais são: ar quente; preparação para som; volante e alavancas de câmbio e freio de mão com revestimento em couro sintético; e rodas com desenho exclusivo e aspecto diamantado. Fora, claro, os insertos para dar cara aventureira ao subcompacto: para-choque flutuante mais fino e com pintura prateada; tomada de ar inferior com divisórias hexagonais; contornos cromados nos faróis de neblina; miolo do para-choque traseiro também em tom prata; rack de teto; friso lateral preto com o nome da versão; e soleira em alumínio também com emblema "cross up!".

Por esses itens, o cross up! cobra R$ 810 a mais do que o high up!.

Faltam, obviamente, mais componentes de conectvidade e conforto: itens como revestimento em couro sintético dos bancos, sistema de som com MP3, rádio, CD player, USB e Buetooth, além de navegador GPS e até ar-condicionado continuam a ser oferecidos como opcionais, e podem encarecer em mais de R$ 5.000 a compra.

Além disso, o câmbio automatizado de embreagem simples ainda é o de configuração antiga (o I-Motion atualizado só equipa, por enquanto, Gol Rallye e Fox Highline), e a Volks não anunciou qualquer mudança na calibração de suspensão e amortecedores. Em outras palavras, o cross up! pode até ter ficado com cara de aventureiro, mas continua a ser um veículo para uso predominantemente urbano.

Por outro lado, o motor MPI flex de 75/82 cv (gasolina/etanol) é um dos 3-cilindros de 1 litro mais modernos, potentes e econômicos do mercado, pois dispensa o tanquinho para partida a frio e, em condições favoráveis, pode fazer até 20 km/l de combustível. Vale lembrar, também, que o up! continua a ser o carro mais seguro de seu segmento, tendo obtido cinco e quatro estrelas -- de um total de cinco --, respectivamente na proteção para adultos e crianças, nos testes do Latin NCAP.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo