Carros

Audi comemora boa fase no Brasil apresentando pistas do seu futuro

Alessandro Reis

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

28/10/2014 13h42Atualizada em 28/10/2014 17h21

A Audi apresenta no seu estande no Anhembi poucas, mas boas novidades para o mercado brasileiro, embalada pelas vendas em alta no país e com a expectativa do reinício da produção local de automóveis a partir do segundo semestre do ano que vem. De acordo com a marca alemã, o ano de 2014 vai terminar com a projeção de vendas de mais de 12 mil unidades -- número expressivo por se tratar de marca premium, com preços iniciando na faixa de R$ 90 mil.

No entanto, no acumulado de 2014 (vendas até o final de setembro) a Audi segue atrás das arquirrivais e compatriotas BMW e Mercedes-Benz (10.704, 10.200 e 8.906 emplacamentos, respectivamente). 

No Anhembi, a fabricante alemã mostra modelos conceituais que chamam atenção pela tecnologia embarcada, pelo desempenho (anunciado) e pela eficiência energética. É o caso do Urban Concept, protótipo com versões cupê e conversível de apenas 480 kg, dois lugares e motor elétrico que proporciona autonomia de cerca de 70 km.

André Deliberato/UOL
Audi TT Roadster chega ao Anhembi poucas semanas depois de estrear em Paris Imagem: André Deliberato/UOL
Outro protótipo que vai chamar a atenção do público é a inusitada versão fora-de-estrada do cupê TT, que foi mostrada no ano passado no Salão de Frankfurt e se chama TT Offroad Concept. Com suspensão elevada, tração integral e e três motores (dois elétricos e um 2.0 turbo a gasolina), desenvolve 408 cv de potência.

Por falar no TT, ele também tem uma novidade entre os modelos de produção da Audi. A montadora trouxe para o Anhembi a novíssima geração do esportivo compacto -- exposta em São Paulo na configuração Roadster, sem capota, que acabou de ser mostrada pela primeira vez no Salão de Paris, no começo deste mês. Essa e outras versões vão dar as caras por aqui somente a partir do segundo semestre de 2015, equipadas com motor 2.0 turbo de 230 cv, contra os 211 cv atuais. Terá painel totalmente digital.

A segunda grande novidade da marca é a configuração híbrida do A3 Sportback, denominada E-Tron, que estreia no nosso mercado no fim de 2015 com a promessa de consumo de impressionantes 66 km/litro e aceleração de 0 a 100 km/h em rápidos 7,6 segundos. Tudo isso é possível graças ao uso de um motor elétrico combinado a outro, um 1.4  turbinado a gasolina; juntos, rendem 204 cv. As baterias do propulsor elétrico, de acordo com a Audi, podem ser recarregadas em apenas quatro horas numa tomada comum de 110 V.

ESPORTIVOS
Outro Audi em destaque no Anhembi é o R18 E-Tron Quattro, carro de competição com tecnologia híbrida que ganhou a última edição das 24 Horas de Le Mans e desenvolve 547 cv com motores elétrico e a diesel.

A Audi também expõe o restante da linha, incluindo modelos como o RS5, o R8 e o novo A8 Longo. Todos eles estão à disposição para test-drive na parte externa do Anhembi.

A boa fase da marca será acompanhada do início da produção do A3 Sedan na fábrica compartilhada com a Volkswagen em São José dos Pinhais (PR) a partir do segundo semestre do ano que vem, fruto de um investimento de R$ 500 milhões. O A3 nacional terá motor 1.4 turbo,  como hoje, porém flex. A motorização 1.8 será mantida, mas seguirá, em um primeiro momento, bebendo somente gasolina.

Em 2016, a fábrica no Paraná começará a produzir também o SUV (utilitário esportivo) Q3. A mesma planta também produzirá, a partir de 2015, o novo Volkswagen Golf, hoje importado do México e que também utiliza o motor 1.4 turbinado do A3.

ALEGRIA, ALEGRIA
O CEO da Audi no Brasil, Jörg Hoffmann, afirmou nerta terça-feira (28) que "tivemos em 2014 o melhor mês  de setembro da história, e vendemos no mundo todo 160 mil carros" (segundo a marca, as vendas globais este ano já somam 1,7 milhão de unidades). "No Brasil, o primeiro semestre de 2014 teve em volume de vendas quase o total de 2013, com crescimento de 102% de janeiro a setembro sobre o ano passado", acrescentou.
 
Para cumprir a meta de vender 15 mil unidades no Brasil em 2015, a Audi planeja dobrar o número de revendas em quatro anos. De 28 em 2013, deve chegar a 40 este ano e, em 2017, a 60 lojas.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo