Carros

Land Rover abre fábrica na China para vender Evoque mais barato

Divulgação
Evoque à chinesa teria redução de até 15% no valor em relação ao modelo inglês Imagem: Divulgação

Da Bloomberg

21/10/2014 14h43

A Jaguar Land Rover (JLR) abrirá sua primeira fábrica na China nesta terça-feira (21), pavimentando o caminho para que a fabricante reduza os preços do SUV Evoque, que atualmente custa o equivalente a US$ 94.000 por lá (cerca de R$ 230 mil), e impulsione suas vendas no maior mercado automotivo do mundo.

A produção local ajudará a JLR a reduzir os preços em cerca de 15%, disse Bob Grace, presidente da empresa na China, em abril. O Evoque importado atualmente é vendido a partir de 578.000 yuans, aproximadamente o mesmo valor do Grand Jeep Cherokee, mais caro que um Audi Q5 de tamanho maior produzido localmente, que é comercializado a 358.500 yuans, segundo os sites das marcas.

A JLR abrirá a fábrica de 130.000 unidades ao ano na cidade de Changshu, no leste do país, cerca de 110 quilômetros a noroeste de Xangai. A fabricante de automóveis provavelmente escolherá o campeão de vendas Range Rover Evoque como primeiro modelo para produção local, aumentando suas vendas de forma significativa, segundo a IHS Automotive.

Comandada pela indiana Tata Motors, a JLR é a última fabricante de automóveis estrangeira a estabelecer fábricas na China para evitar as taxas que tornam os veículos importados menos competitivos. A JLR disse esperar que a produção local reduza os preços em 15%, o que pode ajudar a empresa a ampliar sua liderança sobre a marca Jeep, da Fiat-Chrysler, centrada nos SUVs, e a reduzir a diferença em relação à Audi, da Volkswagen.

A Jeep planeja iniciar a produção na China no quarto trimestre do ano que vem.

"A Land Rover tem um posicionamento único no mercado em um momento em que as vendas de carros premium estão crescendo, assim como as de SUVs", disse Yale Zhang, diretor-geral da empresa de pesquisas Autoforesight Shanghai Co. "Muitos clientes na China querem um upgrade para carros premium. Ao mesmo tempo, há suficientes sedãs premium na China, então não será fácil para a Jaguar".

No Brasil, o preço inicial do Evoque beira os R$ 180 mil.

E no Brasil

  • Imagem: Newspress
    Newspress
    Imagem: Newspress

    Discovery Sport será pioneiro

    A JLR também terá fábrica no Brasil, em Resende (RJ), mas o primeiro modelo deve ser o recém-lançado Discovery Sport. O Evoque chegou a ser cotado, mas a relação preço/tamanho/volume de vendas deve ser mais favorável a um carro da linha Land Rover do que a um Range Rover. Além disso, a plataforma do Discovery, inédita, é mais versátil e pode dar origem a outros modelos. SAIBA MAIS

MERCADO QUENTE
A JLR competirá em um mercado em que, segundo projeções, a demanda por SUVs premium dobrará para 1,2 milhão de unidades até 2020, com 18 marcas competindo por participação de mercado, segundo a IHS. Em 2010, as fabricantes de veículos venderam 183.781 SUVs de alto padrão na China.

O mercado de SUVs na China é dominado pela linha doméstica Haval, da Great Wall, pelo Tiguan, da Volkswagen, e por modelos japoneses como o CR-V, da Honda, e o RAV4, da Toyota.

As vendas da JLR na China deram um salto de 39% nos nove primeiros meses do ano, para 66.505 veículos, segundo dados da empresa. Em setembro, as vendas totais de veículos da China cresceram no ritmo mais lento em 19 meses, puxadas para baixo pela queda na demanda por veículos comerciais.

Antes da unidade de Changshu, todos os veículos da empresa vendidos na China eram produzidos no Reino Unido e importados, o que inclui o Land Rover Freelander, o Range Rover, o Range Rover Sport e o Evoque, assim como o Jaguar XF, o XJ e o F-Type. A IHS prevê que a JLR construirá o Freelander na fábrica de Changshu depois do Evoque.

SOB INVESTIGAÇÃO
A abertura da fábrica da JLR ocorre depois que as autoridades antitruste chinesas pressionaram pelo menos sete fabricantes de veículos a reduzirem os preços após uma investigação realizada pela Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China a respeito do quanto as fabricantes estrangeiras cobram pelos veículos e pelas peças de reposição.

O governo começou a investigar possíveis violações antitruste na indústria automotiva no final de 2011, depois que a mídia estatal acusou as fabricantes de inflarem os preços e cobrarem a mais dos consumidores.

Em julho, a JLR disse que reduziria os preços de três modelos importados na China em uma média de 200.000 yuans (US$ 33.000) em meio a uma investigação do setor realizada pela reguladora antitruste.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo