Carros

BMW X4 estreia no Salão de SP e começa a ser vendido em 2015

Divulgação
Um X6 pequeno? Essa é uma das leituras possíveis para o X4, que chega ao país Imagem: Divulgação

André Deliberato

Do UOL, em Araquari (SC)

10/10/2014 13h23

A BMW do Brasil ainda não confirma oficialmente, mas o crossover X4 fará sua estreia no país durante o Salão do Automóvel de São Paulo, que acontece entre o final deste mês e o início de novembro. Uma fonte ligada à marca informou a UOL Carros que o modelo começará a ser vendido no Brasil no início de 2015.

Assim, o X4 chega ao país menos de dois anos após ser apresentado globalmente, sob formato de conceito, no Salão de Xangai 2013.

TURMA DOS DIFERENTES
O X4 é o segundo produto da família 4 da BMW, inaugurada pelo cupê Série 4 e que traz formatos ainda mais diferentes para modelos derivados da linha do Série 3, que inclui o sedã, a variante GT e o SUV X3 -- uma única plataforma da origem aos Séries 3 e 4, aliás.

Apesar do parentesco, o diferencial da família 4 surge nas diferenças para a 3, mais tradicional: o X4 é 1,5 centímetro menor e 3,5 cm mais baixo que o X3, além de oferecer posição de dirigir mais esportiva. O modelo é classificado pela marca como SAV, sigla criada pela própria empresa para abreviar a expressão "Sports Activity Coupé" (cupê de atividade esportiva) -- também aplicada ao X6 --,  e deverá ter preços ligeiramente maiores que os do X3, que atualmente custa a partir de R$ 199.950.

O X4 está para o X3 da mesma maneira que o X6 para o X5 (ambos são versões acupezadas dos modelos nos quais se baseiam). Ele se destaca pelos faróis e lanternas de LEDs, como no Série 4 Coupé, por detalhes típicos de crossovers (como para-choques bojudos e vincos musculosos) e pelo conteúdo recheado, que inclui direção eletro-hidráulica com assistência variável; ar-condicionado digital de duas zonas; conjunto multimídia de última geração com USB, Bluetooth e acesso à internet; GPS; controle de cruzeiro adaptativo e câmera de ré.

A versão de entrada do X4 deverá contar com motor 2.0 turboflex, de 245 cv (utilizado pelas versões com sobrenome 28i), transmissão automática de oito marchas e tração integral. A mais cara, com motor 3.0 seis-cilindros (o mesmo das versões de sobrenome 35i), terá 306 cv aliados ao mesmo conjunto de câmbio e tração. Ambos terão sistema start-stop.


BMW VEM COM TUDO
A marca alemã está empolgada com o mercado brasileiro. Além da estreia do X4, a marca celebrou na quinta-feira (9) a fabricação do primeiro veículo em sua fábrica nacional, instalada em Araquari (SC), que começou a operar este mês.

Bruno Mooca/Divulgação
Este é o primeiro Série 3 de produção nacional; funcionários autografaram unidade Imagem: Bruno Mooca/Divulgação
O sedã Série 3 é o primeiro modelo a ser entregue em Santa Catarina, mas haverá outros, na seguinte ordem: X1 (final do ano), Série 1 e X3 (começo de 2015) e Mini Countryman (até o segundo semestre de 2015). O Série 3 GT, versão hatchback "esquisitona" derivada do sedã médio, ainda não está confirmado para o Brasil, mas também não está descartado.

Viagem a convite da BMW

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo