Carros

JAC T8 é versátil e confortável; problema é pagar R$ 95 mil

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/10/2014 13h38

Antes de ser lançada no começo deste ano, a maxivan T8, da chinesa JAC Motors, gerava expectativas entre alguns consumidores, principalmente aqueles que esperavam por um veículo bem equipado e relativamente barato -- característica de quase todos os carros chineses -- para ocupar, ao menos parcialmente, o vazio deixado no mercado após a aposentadoria da Volkswagen Kombi.

O problema é que a T8 chegou custando mais de R$ 100 mil e com proposta diferente: ser uma van para traslados executivos, em vez de um mero furgão de carga, como fora previsto. Atualmente, o transporte de luxo no Brasil é feito por sedãs médio-grandes ou por vans ainda maiores, como Fiat Ducato, Renault Master, Peugeot Boxer/Citroën Jumper e Mercedes-Benz Sprinter, que custam até mais, mas oferecem mais lugares. Sua rival direta, por proposta, porte e quantidade de lugares oferecidos, é a Chrysler Town & Country, que no Brasil custa cerca de R$ 200 mil e vende apenas algumas dezenas por ano.

Com o preço salgado, claro, as vendas da T8 não cresceram como o esperado -- nos relatórios da Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos, a Fenabrave, seu nome sequer aparece.

TIRA R$ 20 MIL
Foi aí que a JAC decidiu descer o preço, há alguns meses, de R$ 114.990 para R$ 94.990, exatos R$ 20 mil a menos. A mudança ainda não surtiu efeito, mas já deve começar a abrir os olhos de empresários que tratam de traslados executivos.

Apesar de cara, a T8 é completa: traz de série direção hidráulica; volante revestido em couro com regulagem de altura; computador de bordo; CD/MP3/DVD-Player com entrada USB e Bluetooth; teto solar; ar-condicionado de duas zonas (para motorista e passageiro e para os cinco ocupantes traseiros); sensor assistente de estacionamento com câmera de ré; rodas de 15 polegadas de liga de alumínio; freios com sistema ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica de força); airbag duplo; vidros e travas elétricas; alarme e chave canivete com destravamento remoto. Apenas bancos de couro e DVDs para os bancos de trás são opcionais.

Dirigir a T8 é um prazer à parte, principalmente para quem está acostumado com a posição de guiar tradicional dos carros vendidos no Brasil. Além da posição mais deitada do volante (tipo Kombi), a "respirada" da turbina do motor 2.0T (175 cv, 26,5 kgfm de torque) instiga o motorista a acelerar. O câmbio manual de seis marchas joga contra, pois tem engates difíceis.

VERSATILIDADE E CONFORTO
A T8 é capaz de receber tranquilamente sete pessoas, mais suas bagagens, sem briga. Divididos num sistema 2-2-3, os bancos possuem ajuste elétrico de distância, altura e encosto de cabeça na primeira fileira; e são reclináveis em 180º e giratórios em 360º na do meio (que permite aos ocupantes ficarem frente a frente com os da terceira fileira). Remover os bancos traseiros é até possível, mas tarefa complicada.

Durante seu lançamento, Sérgio Habib, presidente e representante da JAC no Brasil, afirmou exatamente isso: que o grande diferencial da T8 era sua facilidade de modulação e versatilidade. "Todas as vans de transporte do Brasil são veículos de carga adaptados, mas a nossa é voltada para passageiros, com conforto similar encontrado somente em modelos da Europa."

O acabamento não é primoroso, mas também não desagrada. Se custasse uns R$ 75 mil, ela poderia roubar clientes até de sedãs e SUVs médios, caso o comprador, claro, deixasse de lado o preconceito contra carros chineses -- e se a própria JAC se dispusesse a trazer mais unidades do oriente.

Reprodução/UOL
JAC T8 permite ao passageiro da fileira central girar seu banco em 360º Imagem: Reprodução/UOL

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo