Carros

Volvo festeja "democracia chinesa" com novo jipão XC90, que chega em 2015

Leonardo Felix

Colaboração para o UOL, em Paris (França)

03/10/2014 17h51

Ao olhar para o novo Volvo XC90, dificilmente se tem noção da importância que este modelo tem para a marca da Suécia. Isso ocorre porque, mesmo com troca de geração, o jipão não mudou bruscamente sua identidade visual.

Contudo, o SUV lançado esta semana no Salão de Paris (França) representa um momento-chave para a montadora. Não à toa, a fabricante optou por deixá-lo "brilhar sozinho" em seu estande no evento, em que nenhum outro modelo está sendo exibido, e bancou a presença do astro do futebol Zlatan Ibrahimovic para atrair os holofotes.

Divulgação
Craque Ibraimovich e seu XC90 Imagem: Divulgação
Também sueco (de ascendência iugoslava), o jogador do Paris Saint-Germain é conhecido por sua vasta coleção de carros, da qual o XC90 agora passou a fazer parte. Em cerimônia simbólica durante o lançamento aqui em Paris, o craque -- que ficou fora da Copa do Mundo no Brasil -- recebeu de executivos da empresa a chave da unidade nº 10 da série especial First Edition, criada para antecipar o início das vendas do modelo na internet.

(Ibrahimovic fez 33 anos nesta sexta, 3)

O XC90 tem relevância histórica porque é o primeiro modelo a usar nova plataforma modular da Volvo, a SPA (de "scalable product architecture", ou "arquitetura escalonável de produto"), que estará presente em todos os veículos de médio e grande portes da fabricante até 2018. Mas não é só isso: adquirida pela chinesa Geely em 2010, a montadora escandinava se livrou das amarras da Ford, que interferia em todos os passos da companhia, e agora diz gozar de total liberdade.

A própria marca chama esta nova fase de "Volvo pela Volvo".

"Antes, tínhamos de mandar tudo o que criávamos para alguém aprovar em Detroit [Estados Unidos, sede da Ford]. Hoje temos o pessoal da Geely sempre por perto, observando e até aprendendo, mas eles não se intrometem em nada", disse a UOL Carros Alain Visser, chefe de vendas e marketing da empresa.

O XC90 também representa o primeiro passo para concretizar, em 2020, o plano de ter um carro totalmente autônomo (autodirigido), graças a três inéditos sistemas eletrônicos de segurança: frenagem automática em cruzamentos, proteção do automóvel em saídas não intencionais da pista (seja freando sozinho ou corrigindo derrapagens) e tensionamento automático dos cintos ao detectar um acidente inevitável.

NO BRASIL EM 2015
O presidente da Volvo no Brasil, Luis Rezende, confirmou a UOL Carros em Paris que o utilitário estará no Brasil em junho de 2015, em versões com o motor turbo T6, tração integral, 320 cv de potência e 40,8 kgfm de torque. Os preços ainda não estão definidos, mas certamente ficarão acima de R$ 400 mil, próximo a rivais como Porsche Cayenne e BMW X5.

O Brasil também pode receber a versão híbrida (que combina um propulsor turbo 2.0 4-cilindros a outro elétrico; juntos, rendem 400 cv e 63,3 kgfm), mesmo ela não sendo contemplada pela recente isenção de impostos de importação a carros híbridos divulgada pelo governo federal, que só beneficia modelos não recarregáveis na tomada (plug-in).

Na Europa, o novo SUV estará disponível nas lojas em breve, a partir de 49.900 euros (cerca de R$ 155 mil), e também poderá ser encontrado em versões de 254 cv, 225 cv e 190 cv, todas turbinadas, sendo as duas últimas movidas a diesel.

NO LUXO
Além de agregar muitas assistências de segurança, o XC90 é provavelmente o modelo mais luxuoso já desenhado pela Volvo. Com capacidade para levar até sete passageiros, inclui mimos como sistema multimídia com tela de toque de 12,3 polegadas (praticamente um tablet, com operação similar à Android), ar-condicionado automático de quatro zonas e revestimentos de altíssima qualidade (incluindo couro, borracha, alumínio, madeira e até cristal na manopla do câmbio).

Com tanto conforto e tecnologia, frustrou um pouco ver que as alterações visuais não são tão impactantes quanto a fabricante quer fazer crer. A frente ficou mais moderna com os faróis afilados, a grade com divisórias apenas verticais e as linhas diagonais das entradas de ar inferiores do parachoque. Mas não passa disso.

Esteticamente, o principal destaque acaba sendo a luz de posição em formato de "T" deitado, que, segundo a Volvo, foi inspirada no martelo de Thor, o deus nórdico do trovão.

Viagem a convite da Volvo do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo