Carros

Símbolo da globalização, Ford Mustang 2015 começou a nascer em 2009

Claudio Luís de Souza

Do UOL, em Los Angeles (EUA)

22/09/2014 15h32Atualizada em 20/10/2015 18h18

A sexta geração do Ford Mustang, que começa a ser vendida nos Estados Unidos em outubro e que deve chegar ao Brasil em 2015 ou 2016, começou a ser esboçada cinco anos atrás -- ao mesmo tempo em que se iniciava a produção da geração anterior, e um ano antes de a General Motors relançar o Chevrolet Camaro, seu maior rival.

A Ford liberou algumas informações sobre o projeto do esportivo, que na nova geração passou por uma reforma crucial, buscando agradar a pessoas mais jovens e, pela primeira vez, a clientes de 120 países que jamais tiveram o Mustang à venda de forma oficial.

Segundo a Ford, o desenvolvimento do Mustang 2015 data de meados de 2009, quando a quinta geração entrou para valer na linha de montagem de Flat Rock (Michigan). Designers fizeram centenas de esboços do futuro esportivo, que passaram a ser analisados para encontrar uma fórmula que não apagasse a tradição do Mustang, mas que o fizesse mais contemporâneo também. A opinião de proprietários do modelo também foi levada em consideração.

Divulgação
Centenas de esboços como este foram apresentados aos executivos da Ford Imagem: Divulgação
"Passamos muito tempo com a equipe e os clientes discutindo a história do Mustang e o que ele significa para as pessoas", disse Moray Callum, vice-presidente de design global da Ford, num comunicado distribuído pela empresa. Concluímos que era necessário avançar com um design moderno, mas mantendo a essência", completou.

Alguns aspectos eram "sagrados", como o par de lanternas traseiras seccionadas em três luzes e o capô do motor alongado; outros precisavam ser melhorados e/ou extintos: a linha de caráter lateral inferior deveria ser repensada, e as pequenas janelas laterais traseiras não poderiam mais continuar separadas das dianteiras.

A competição foi afunilando ao longo de 2010 e 2011, quando os executivos da Ford chegaram a três propostas. Elas foram esculpidas em argila, em tamanho natural; é um procedimento-padrão na indústria automotiva, o qual permite ajustes finos nas linhas do futuro carro, inclusive feitos com a mão livre, se necessário.

Divulgação
Em 2012 restaram três projetos; eles foram esculpidos em argila, em tamanho real Imagem: Divulgação
Entre 2012 e 2013, enfim, a Ford chegou ao Mustang de 6ª geração, que será dirigido por UOL Carros nesta quarta-feira (24). Suas principais novidades, além do visual trabalhado pelo escritório de design da fabricante desde 2009 (e que o deixa mais alinhado com a gama global da Ford, inclusive assemelhando-o a modelos com o Fusion), são a opção de motor turbo EcoBoost 2.3, de apenas quatro cilindros (contrariando a tradição dos V6 e V8) e a adoção de suspensões independentes nas rodas traseiras -- em nome do conforto.

Viagem a convite da Ford do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo