Topo

Carros

Falha de airbags afeta 3 milhões de Honda, Nissan e Mazda; Brasil aguarda

DO UOL, em São Paulo (SP)

23/06/2014 10h35

Novo recall anunciado por Honda, Nissan e Mazda na manhã desta segunda-feira (23) para quase 3 milhões de carros feitos nos América do Norte amplia a questão do sistema de airbag defeituoso fabricado pela fornecedora Takata.

A Honda, que tem a parte mais significativa de carros afetados circulando no mercado, já havia se pronunciado na última semana sobre a expectativa da ampliação do recall, mas aguardava o pronunciamento da Takata. UOL Carros procurou representantes da Honda no Brasil nesta segunda, mas a empresa afirmou que ainda ainda faz o levantamento de unidades vendidas em território nacional e que podem estar na lista de reparo.

"A Honda Automóveis está avaliando a situação das unidades comercializadas no Brasil e se pronunciará tão logo os levantamentos sejam finalizados", diz a resposta oficial da marca.

Com a nova leva, já chega a 10,5 milhões o total de carros envolvidos contabilizados desde 2009, quando o primeiro aviso foi feito pela Takata. O defeito afeta airbags frontais de motoristas e passageiro produzidos entre 2000 e 2002 pela segunda maior fabricante de peças de segurança automotiva do mundo. Com a soma, este recall passa a figurar entre os cinco maiores da história, informa a agência Reuters.

Com a chegada da confirmação, a Honda chama agora 2,03 milhões de carros produzidos em todo mundo entre abril de 2000 e outubro 2002: 1,02 milhão na América do Norte, incluindo unidades do sedã Civic, dos crossovers CR-V e Element e da minivan Odyssey; 153.943 unidades de Civic, Fit e da minivan Stream na Europa; e 668.582 no Japão.

A Nissan divulga o envolvimento de 755 mil unidades em todo o mundo: 228 mil carros na América do Norte, incluindo o monovolume Nissan Cube, o utilitário Pathfinder e o crossover de luxo Infiniti FX35; e 128 mil  carros no Japão e outros 399 mil na Europa.

Da Mazda, são 159.807 unidades afetadas globalmente, incluindo o cupê RX-8 e a primeira geração do sedã Mazda 6.

Segundo informações da Automotive News, duas mortes foram registradas nos Estados Unidos em acidentes com modelos da Honda e que podem ser relacionadas à falha dos módulos de airbag. Nenhum caso de ferimento ou morte foi relacionado a acidentes com carros da Nissan ou Mazda.

Este também é o mesmo problema que obrigou a Toyota a anunciar um recall de 2,27 milhões de carros há quase duas semanas, ampliando um chamamento de abril de 2013, informa a AFP. A Toyota explicou que desejava "mudar a solução" apresentada ao problema na ocasião, e por isso anunciou novo recall.

No Brasil, Toyota convocou

  • Murilo Góes/UOL

    Corolla "Brad Pitt" tem recall

    Na última semana, a Toyota chamou 28.148 unidades fabricadas entre 31//5/2002 e 6/8/2003, das versões XEi e SEG. Por conta da propaganda com o astro de Hollywood, o sedã ganhou o apelido de Brad Pitt.

A FALHA
A falha anunciada pela Takata afeta o módulo inflador do airbag de carros produzidos entre 2000 e 2007 -- sobretudo daqueles que circulam em regiões com umidade elevada. Nas piores hipóteses, a falha pode provocar risco de explosão e lançamento de estilhaços sobre os ocupantes, além de provocar incêndio do veículo, informa a Honda em documento enviado ao ministério japonês dos Transportes.

Além de Honda, Nissan, Mazda e Toyota, a falha do sistema da Takata inclui ainda modelos de Chrysler e Ford nos Estados Unidos e da BMW na Europa. A empresa já se dispôs a apoiar as montadoras na tarefa de substituição do sistema de enchimento de airbags produzidos. (Com agências internacionais).

GM também chama

  • Divulgação

    Camaro tem defeito no airbag

    A GM do Brasil chamou 39 unidades do esportivo fabricadas em 2012 por defeito elétrico no módulo de airbag; nos EUA, foram convocadas mais de 3 milhões de unidades, tanto do Camaro quanto do sedã Impala, por falha na ignição.

Mais Carros