Carros

Ford Ka será o carro mais ecológico fabricado no Brasil, diz Inmetro

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/06/2014 20h22Atualizada em 06/06/2014 13h37

O novo Ford Ka chega ao mercado nas próximas semanas como o carro mais ecologicamente correto fabricado no Brasil.

Ele emite 95 g/km de CO2 (gás carbônico, que causa o efeito estufa), marca superada somente por importados híbridos, como o mexicano Ford Fusion Hybrid (81 g/km) e os japoneses Toyota Prius/Lexus CT200h (86 g/km), e pelo Renault Clio (87 g/km, sem ar-condicionado e assistência à direção), que é fabricado na Argentina.

Os dados são do Conpet, programa de eficiência energética do Inmetro e válidos para a versão hatchback do novo Ka, que tem quatro portas mas é chamado de 5-portas pela fabricante (a tampa do porta-malas entra na contagem).

ATUALIZAÇÃO: Comunicado oficial da montadora, distribuído nesta sexta-feira (6), confirma os dados oficiais do Programa de Etiquetagem.

Murilo Góes/UOL
Ford Ka (na foto, ainda conceito) estreia com inédito motor 3-cilindros Imagem: Murilo Góes/UOL
ECONÔMICO E LIMPO
A marca de emissões foi obtida pelo Ka equipado com o novo motor de 1 litro e três cilindros, bicombustível, mas sem tanquinho de partida a frio, que segundo a Ford é capaz de gerar 80/85 cv de potência (a 6.500 rpm) e 10,2 (a 3.500 rpm) e 10,7 kgfm de torque (a 4.500 rpm), com gasolina e etanol, respectivamente.

Inmetro/Reprodução
Etiqueta do Inmetro: Ka recebe selo de eficiência e nota A Imagem: Inmetro/Reprodução
Segundo UOL Carros apurou, o novo compacto da Ford terá ar-condicionado e direção elétrica desde a versão mais básica. O carro consegue, inclusive, ter comportamento ecológico com estes equipamentos. Parece uma análise boba, mas o rival Clio só é mais "verde" que o Ka em sua configuração "pelada", sem ar ou direção assistida (hidráulica, no caso do Renault) -- quando equipado com os itens, sobe a 96 g/km de CO2, aponta o Inmetro.

Também de acordo com o Inmetro, o carrinho de entrada da Ford apresenta consumo médio de 15,1 km/l na estrada, se abastecido com gasolina. É a melhor marca alcançada até o momento por um veículo nacional com ar-condicionado. À frente, apenas Fiat Uno Economy 1.4 (15,2 km/l) e o Clio (15,8 km/l) em suas versões sem ar-condicionado e, novamente, os híbridos importados Fusion (16,8 km/l), Prius e CT200h (15,7 km/l para os dois últimos).

Ainda com gasolina, o Ka registrou 13 km/l na cidade. Já com etanol, os índices ficaram em 10,4 km/l nas rodovias e 8,9 km/l em uso urbano.

Com isso, o modelo recebeu nota A tanto na categoria (compacto) quanto na comparação geral, e recebeu ainda o "Selo de Eficiência Energética" do Programa Brasileiro de Etiquetagem.

VERSÕES BEM EQUIPADAS
O relatório da Conpet também antecipa outras informações sobre o Ka hatch: ele terá ao menos duas versões, SE e SEL, ambas com quatro portas, câmbio manual de cinco velocidades, além de direção elétrica e ar-condicionado já citados. Segundo a Ford, estas serão as versões "mais equipadas do novo compacto". Ou seja, certamente haverá versões menos equipadas do modelo. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo