Carros

Citroën DS3 ganha olhar futurista na linha 2015

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/05/2014 14h46Atualizada em 23/05/2014 11h05

Quatro anos após surgir para o mundo, o Citroën DS3 (lançado no Brasil em 2012) recebe sua primeira atualização visual. Preços e data de lançamento ainda não foram divulgados, mas o modelo deve ser atração da marca no Salão de Paris 2014. No Brasil, ele será apresentado em seguida, no Salão de São Paulo (entre outubro e novembro próximos) e começa a ser vendido logo depois, já que é importado e não depende de adaptações fabris.

As principais mudanças no desenho estão na dianteira, que ganhou novo conjunto ótico -- recheado de LEDs, mais agressivo e imponente que o anterior. Fora o aspecto visual, há um recurso fluido inédito em carros de produção: a iluminação âmbar parece correr pela guia de luz e não simplesmente piscar. As lanternas também mudam (estão mais clean) e agora usam o efeito 3D já visto nos últimos conceitos da marca -- Wild Rubis e Número 9 -- e também no C4 Cactus.

Vídeo mostra detalhes do novo DS3

Além disso, segundo a montadora, os novos faróis possuem uma nova tecnologia capaz de reduzir em até 75% a energia consumida pelo conjunto anterior e têm vida útil 20 vezes maior que as lâmpadas comuns. Ainda no quesito desenho, houve alteração no formato das rodas, que mantêm o aro 17. 

O compacto esportivo também oferece a partir de agora mais possibilidades de personalização; o sistema de frenagem Active City Brake, que trava o carro para evitar colisões em baixa velocidade (obrigatórios para que o carro alcance cinco estrelas nos testes de segurança do Euro NCAP); e com uma câmera de ré ligada ao GPS eMyWay.

NOVO MOTOR
Para Europa o DS3 ainda recebeu um novo motor (que já equipa o C3 no Velho Continente), chamado de Pure Tech E-VTI -- um três-cilindros turbo, de 1,2 litro e apenas 82 cavalos. Ele será responsável por equipar a versão de entrada, enquanto o conhecido motor 1.6 THP (165 cv/24,5 kgfm de torque) continua nas configurações topo -- por lá esse conjunto pode ser até mais forte, como na versão Racing: 207 cavalos e 28,1 kgfm.

O câmbio pode ser manual de seis marchas (que atualmente é o único oferecido no Brasil) ou automatizado de cinco velocidades. A transmissão sem pedal de embreagem também deve ser comercializada no país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo