Carros

Nissan Versa 2015, tipo mini-Sentra, é visto pela 1ª vez no Brasil

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/05/2014 07h00

A Nissan do Brasil pensa grande: quer vender mais de 100 mil carros ainda este ano, pretende tirar a sexta posição da rival Toyota até 2016 e até encarar a sul-coreana Hyundai na quinta posição de emplacamentos em nosso mercado. Para isso, se reforçou com nova fábrica de carros e de motores em Resende (RJ) e mostrou o New March, com visual modificado e produção nacional, na última semana. O próximo item da lista é apresentar o novo Versa -- que, como o hatch, será nacionalizado e mostrará visual modificado.

Felipe Edson Costa/UOL
Frente terá grade, para-choque e faróis espichados para se aproximar do Sentra Imagem: Felipe Edson Costa/UOL

Se o New March já está nas lojas, o novo sedã foi avistado pela primeira vez no Brasil durante uma parada para reabastecimento num posto de combustível em Curitiba (PR). O internauta Felipe Edson Costa não fez apenas um clique: fez um verdadeiro dossiê visual do novo modelo para UOL Carros, com fotos de todos os ângulos possíveis.

A aparição do carro na capital do Paraná não é estranha: até a abertura da nova sede no Estado do Rio, era de lá que a marca japonesa operava, em instalações conjuntas com a parceira Renault. O monovolume Livina e a picape média Frontier seguem vindo do Sul do país; o Versa atual é trazido do México.

Divulgação
Esse é o Versa 2015 mostrado no Salão de NY: nacional terá poucas diferenças Imagem: Divulgação

MINI-SENTRA
Precisas, as fotos do flagrante atestam informações apontadas por fontes ligadas à fábrica. O novo Versa deve chegar em algum momento do segundo semestre -- com prioridade para o período do Salão do Automóvel de São Paulo, entre outubro e novembro -- como modelo 2015 e intenção de ser menos a versão três-volumes do March, e mais um "mini-Sentra".

Murilo Góes/UOL
Versa atual tem visual mais "arredondado" e preço incial de R$ 39.600. Imagem: Murilo Góes/UOL
Ainda que o visual não mude radicalmente -- trata-se apenas de um facelift --, as alterações serão suficientes para o visual do sedã compacto ligeiramente mais maduro e classudo. De fato, aponta nossa fonte, o carro deve exibir visual muito próximo ao Sentra para o mercado norte-americano, apresentado em abril durante o Salão de Nova York (obviamente, sem o spoiler traseiro e detalhes esportivos).

É a dianteira que mais muda: a grade frontal fica maior e emula o desenho da peça nos carros da Infiniti (marca de luxo da Nissan) -- a moldura cromada está encorpada, enquanto o número de frisos horizontais cai de quatro para três, o que aumenta a impressão de tamanho do escudo da marca; o desenho do parachoque também muda e agora forma uma espécie de "bocão" inferior, com novos nichos para as luzes de neblina, exatamente como no Sentra.

Muda também o formato do conjunto óptico, que deixa de ter o desenho de cunha para apostar no estilo lâmina, avançando pela carroceria. Quem prefere peças minimalistas vai ficar decepcionado, mas a personalidade foi ampliada junto com o tamanho da lente.

Murilo Góes/UOL
Sentra serve de inspiração para novo Versa, que chega no segundo semestre. Imagem: Murilo Góes/UOL
Enquanto a lateral praticamente não sofre alterações, a traseira traz dois pontos novos: o parachoque agora tem o falso "difusor universal" (aquela porção plástica em forma de "U" invertido na base da peça), que parece ter se tornado detalhe obrigatório em todo carro lançado no Brasil; as lanternas seguem com desenho inalterado, mas mudam o arranjo interno das luzes e a textura da lente.

É difícil visualizar o interior, mas a tentativa de Edson Costa nos permite antecipar que o novo Versa será coerente com as atualizações do March e deverá trazer também sistema multimídia avançado (rádio, CD, USB, conexão para celular, navegação por GPS, aplicativos de internet e até câmera de ré) integrado ao volante.

Não há informações sobre preços, que atualmente, variam de R$ 39.600 e R$ 47.900. Mas espere por elevação, como já ocorreu com o March, por conta do nível maior de equipamentos. Apostamos no patamar inicial pouco acima dos R$ 40 mil, com o topo na casa dos R$ 50 mil.

Felipe Edson Costa/UOL
Flagrado no reabastecimento em Curitiba (PR), novo Versa muda pouco na traseira Imagem: Felipe Edson Costa/UOL

Divulgação
Este é o Versa 2015 mexicano: tire o spoiler traseiro e você estará olhando para o Versa 2015 nacional. Imagem: Divulgação
A motorização deve ser mantida: o Versa sai de fábrica apenas com o 1.6 flex de 111 cv de potência e 15,1 kgfm de torque com etanol e gasolina, que agora também deixar de ser importado do México para ser fabricado em Resende. No New March, houve ainda recalibração para alcançar torque e potência máximos em rotação mais baixa, que deve ser usada também no sedã.

Há expectativa por alguma solução de câmbio sem o pedal de embreagem, mas a fabricante ainda não deu indicações de atender à causa. Ainda que as medidas possam variar um pouco, talvez no comprimento (atualmente em 4,45 m) por conta de arremedos aerodinâmicos, o entre-eixos deve se manter em 2,60 m, bem como o volume do porta-malas, que é de 460 litros.

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie para UOL Carros, com seu nome completo, RG e/ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagra. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

Para enviar, use o e-mail uolcarros@uol.com.br

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo