Carros

Com preço de apartamento caro, Bentley Flying Spur é topo da VW

André Deliberato

Do UOL, em Porto Feliz (SP)

11/04/2014 19h25

Imagine um sedã de luxo que, além do tradicional pacote de equipamentos de eletrônica e segurança que um carro premium possa oferecer, tenha: acabamento em couro e madeira feito artesanalmente; sistema de entretenimento de última geração para todos os ocupantes; bancos traseiros individuais, reclináveis, com massageador, aquecimento e refrigeração; conexão à internet com wi-fi; suspensão independente com comando pneumático-eletrônico nas quatro rodas; motor 6.0 de 12 cilindros com 616 cavalos e 81,6 kgfm de torque.

Quanto vale este pacote? Que carro é esse? O modelo é a segunda geração do Bentley Flying Spur, sedã que representa o auge do luxo do Grupo Volkswagen, marca dona da fabricante inglesa desde 1998. Apresentado à imprensa especializada brasileira e a potenciais clientes nas últimas semanas, chega ao país custando iniciais R$ 1.450.000 -- porém, dependendo do tipo de configuração no interior, este valor pode saltar a R$ 1.690.000. Assista à videorreportagem e conheça mais detalhes do modelo.


VALE A PENA?
Este valor próximo a R$ 1,5 milhão é o mesmo de um apartamento confortável em bairros nobres de São Paulo ou do Rio. É muito dinheiro, sem dúvida. Ainda assim, a Bentley aposta no "tradicionalismo, requinte, exclusividade e esportividade" do sedã para vender de seis a oito unidades até o final deste ano.

"O consumidor desse nível de automóvel sabe o que é um Bentley e o Brasil tem grande potencial para novos clientes. Tenho certeza que a nova geração do Spur será um sucesso por aqui", afirma Christophe Georges, presidente da marca para as Américas e responsável pelo controle operacional da empresa em todo o mundo.

CLASSE PODEROSA
O novo Bentley Flying Spur mede 5,30 metros de comprimento, tem 3,07 metros de entre-eixos e é movimentado pelo motor de 12 cilindros posicionados em W, de 6 litros, biturbo, com 616 cavalos e 81,6 kgfm de torque (a meras 2.000 rpm). O câmbio é automático de oito marchas e a tração é traseira.

O conjunto é capaz de fazer o modelo acelerar de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e chegar a 322 km/h de velocidade máxima. O consumo anunciado é de 4,5 km/litro de gasolina na cidade e 9,8 km/l na estrada. O tanque leva até 90 litros de combustível, segundo a marca.

Para frear com segurança, o sedã utiliza freios a disco ventilados nas quatro rodas e rodas de 19 polegadas (discos de carboneto de silício e rodas aros 20 e 21 são opcionais). A suspensão, independente na dianteira e na traseira, usa conjuntos multi-braços controlados eletronicamente e ajuste pneumático (a ar).

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo