Carros

Toyota anuncia recall global de 6,4 milhões de veículos

Da Redação, em São Paulo (SP)

09/04/2014 14h22Atualizada em 09/04/2014 15h30

A Toyota Motor disse nesta quarta-feira (9) que irá fazer o recall de 6,39 milhões de veículos em todo o mundo por cinco diferentes falhas que afetam peças como airbags e assentos, no segundo maior chamado da história da empresa. A filial brasileira apura o eventual envolvimento de carros vendidos no país -- uma nota oficial deve ser divulgada nesta quinta-feira (10). 

EFE
São 27 modelos envolvidos no recall mundial da Toyota Imagem: EFE

O jornal "The New York Times" disse que 1,8 milhão de carros que circulam nos Estados Unidos fazem parte do recall. O problema no airbag afeta 1,3 milhão deles: são unidades de Corolla (2009-10), Matrix (station wagon, 2009-10), Highlander (SUV, 2008-10), Tacoma (picape, 2009-10), RAV4 (SUV compacto, 2006-08) e Yaris (hatch e sedã, 2006-10).

Estes carros integram um grupo maior, de 3,5 milhões de unidades em todo o mundo, que, segundo a Toyota, precisam passar pela substituição de um cabo que pode ser danificado quando o volante é virado, criando o risco de o airbag não ser ativado em caso de acidente.

A CTV News, do Canadá, informou que cerca de 500 mil carros vendidos no país estão envolvidos no recall. 

SEM VÍTIMAS
A japonesa, que é a maior montadora do planeta, disse não ter conhecimento de nenhum acidente ou de ferimentos causados pelas falhas, que foram encontradas num total de 27 modelos. Os diversos problemas foram detectados inicialmente em 1.058 veículos.  

A empresa disse que as falhas também foram percebidas no Pontiac Vice e no Subaru Trezia, dois modelos que a montadora produz para a General Motors e a Fuji Heavy Industries. A montadora não disse quanto o recall deve custar, e não ficou claro se as falhas vieram dos fornecedores da Toyota ou do processo de fabricação.

Outros 2,32 milhões de modelos de duas portas, fabricados entre janeiro de 2005 e agosto de 2010, passarão pelo recall para verificação de falhas no trilho de ajuste de bancos, que podem levar o assento a avançar em caso de um acidente. Também segundo o NYT, nos EUA este problema específico envolve 472,5 mil veículos -- entre eles, 408 mil unidades do Yaris hatch e sedã.

Os outros recalls são por falhas em suportes de coluna de direção, motores dos limpadores de para-brisa e motores de arranque, disse a Toyota. Em março, a montadora teve de pagar à Justiça dos EUA uma multa de US$ 1,2 bilhão, e admitir publicamente que escondeu problemas em carros vendidos aos norte-americanos.

Abalo na confiança

  • Imagem: Divulgação
    Divulgação
    Imagem: Divulgação

    GM é acusada de negligência

    A crise que a General Motors enfrenta nos Estados Unidos tem uma dimensão que o brasileiro talvez não perceba, porque envolve principalmente um modelo desconhecido por aqui -- apesar do nome, o Chevrolet Cobalt (foto) dos EUA não tem nada a ver com o nosso. LEIA MAIS


Com informações da Reuters

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo