Carros

Toyota lança novo Corolla como modelo 2015 e preço inicial de R$ 66.570

André Deliberato

Do UOL, em Campinas (SP)

11/03/2014 15h24

Após diversos flagras e muita expectativa, a Toyota finalmente lança nesta terça-feira (11) nova geração do Corolla no Brasil. Fundamental para a marca, o sedã médio é o modelo da Toyota mais vendido no Brasil e um dos carros mais vendidos da história mundial -- globalmente, são mais de 40 milhões de unidades comercializadas desde o nascimento, em 1966.

O sedã renovado chega às lojas do país já na sexta-feira (14) como modelo 2015 e preços a partir de R$ 66.570. Mecanicamente, a principal novidade é a transmissão CVT que simula sete marchas e recebe o nome comercial "Multi-Drive" para substituir o antigo câmbio automático; além dela, há o conhecido câmbio manual de seis marchas. Os consumidores da Toyota também já conhecem as duas opções de motor flex, os mesmos da linha atual do sedã -- a Toyota diz que o motor 2.0 ganhou 1 cavalo de potência quando abastecido com etanol.

Estes são os preços de cada versão:

Corolla 2015 1.8L GLi M/T -- R$ 66.570
Corolla 2015 1.8L GLi Multi-Drive (CVT)-- R$ 69.990
Corolla 2015 2.0L XEi Multi-Drive S -- R$ 79.990
Corolla 2015 2.0L Altis Multi-Drive S -- R$ 92.990


MOTORES E TRANSMISSÕES
Fabricado em Indaiatuba (SP), o sedã manteve os motores 1.8 (flex, de 144 cv e 18,4 kgfm de torque com etanol) e 2.0 (também flexível, agora com 154 cv e 20,3 kgfm de torque com etanol), ambos com bloco e cabeçote em alumínio, e adicionou um sistema que dispensa o tanque de partida a frio aos propulsores.

A versão GLi mais básica mantém o bom câmbio manual de seis velocidades. O defasado câmbio automático de quatro marchas dá lugar a uma transmissão CVT (Muti-Drive), totalmente nova, que simula sete marchas (inclusive no modo Drive, tradicional) e está presente nas versões GLi, XEi e Altis. Nas duas últimas, permite troca sequencias por meio de aletas no volante -- daí a sigla S no nome de cada uma.

De acordo com a marca, a nova geração está 15% mais rápida na aceleração de 0 a 100 km/h em comparação com a anterior -- são 9,6 segundos, com câmbio CVT e etanol no tanque.

No programa de etiquetagem do Inmetro, o Conpet, o sedã recebeu a nota A de consumo e emissões em todas as configurações:

Corolla 1.8 GLi manual: 7,4 km/l na cidade e 9,1 km/l na estrada com etanol; 10,7 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada com gasolina.
Corolla 1.8 GLi Multi-Drive: 7,8 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada com etanol; 11,4 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada com gasolina.
Corolla XEi e Altis 2.0 Multi-Drive S: 7,2 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada com etanol; 10,6 km/l na cidade e 12,6 km/l na estrada com gasolina.

Jeito Europeu

  • André Deliberato/UOL

    Novo Corolla brasileiro herda visual e perfil do modelo europeu, desenvolvido na Turquia

MAIOR E MAIS CONFORTÁVEL
Outra importante novidade está no tamanho do carro e no espaço interno. Com 2,70 metros de entre-eixos -- 10 centímetros a mais que a geração anterior --, as caixas de rodas foram reposicionadas para as extremidades da carroceria, aumento a área para as pernas dos ocupantes. Segundo a Toyota, são 7,5 centímetros a mais entre a ponta do banco traseiro e o banco dianteiro. Os bancos também receberam espumas mais densas e macias.

Na ponta do lápis, o Corolla agora possui 4,62 metros de comprimento (8 cm maior que o anterior); 1,78 m de largura (também 8 cm a mais); e 1,48 m de altura (0,5 cm mais baixo). Mas calma: o fato de estar maior em comprimento possibilita que todos os bancos fiquem mais inclinados, o que significa que o espaço para as cabeças não foi, necessariamente, comprometido. Em breve UOL Carros fará sua avaliação do modelo e confirmará a impressão.

Na versão GLi, de entrada, o interior é predominante preto. A configuração XEi, intermediária, traz revestimento em couro cinza e detalhes em prata, que se estende por todo o painel. A versão Altis, topo, tem couro bege e detalhes em madeira no painel, portas e na manopla de câmbio.

São dois tipos de cluster: um mais básico, da versão GLi, com display de cristal líquido com informações do computador de bordo; e um mais completo, das versões XEi e Altis,com tela "ao estilo" TFT -- semelhante aos dos modelos da Lexus, diz a Toyota.

As configurações mais caras contêm uma tela de 6,1 polegadas no console central (responsável por controlar computador de bordo, rádio e GPS) e ar-condicionado digital de duas zonas.

  • André Deliberato/UOL

    Sedã está mais espaçoso e confortável, com entre-eixos 10 cm maior. Por dentro, espaço entre a ponta do banco traseiro e o banco dianteiro também aumentou, em 7,5 cm

O QUE CADA VERSÃO TEM
Desde a versão de entrada o Corolla oferece direção elétrica; ar-condicionado (manual); chave canivete; computador de bordo com seis funções (consumo médio e instantâneo, indicador de condução econômica, autonomia, velocidade média, tempo de percurso, controle de iluminação do painel e temperatura externa); coluna de direção ajustável em altura e profundidade; sistema de som com entrada USB e conexão para iPod e Bluetooth; vidros e retrovisores elétricos e volante multifuncional, entre outros.

O Corolla XEi adiciona ar digital com função automática; computador de bordo aprimorado (que exibe velocidade instantânea digital no cluster); vidros elétricos com sistema one-touch (um toque) nas quatro portas; bancos traseiros bipartidos; descansa-braço central com porta-copos (nos bancos traseiros); controlador de velocidade; retrovisor eletrocrômico; faróis de neblina e sistema multimídia com tela de 6,1 polegadas (com GPS, câmera de ré, entrada USB e conexões para iPod e Bluetooth e um sistema que reproduz DVD e capta sinal de TV digital).

A versão Altis acrescentando luzes em LED, chave inteligente e botão de ignição, ajuste elétrico para o banco do motorista, retrovisores externos eletrorretráteis e acendimento automático dos faróis.

PROTEÇÃO AOS OCUPANTES
Na parte de segurança, o modelo oferece cinco airbags nas versões GLi e XEi (dois frontais, dois laterais e um de joelho para o motorista), sistema Isofix para cadeiras infantis, travamento automático das quatro portas a 20 km/h, cintos de segurança com pré-tensionador e freios ABS (antiderrapante) com distribuição eletrônica de frenagem (EBD). O Altis agrega mais dois airbags, do tipo cortina.

Curiosamente, controles de tração e estabilidade não são oferecidos em nenhuma das versões.

UOL Carros participará de um test-drive com o modelo até esta quarta-feira (12) e publica suas impressões oportunamente.

Viagem a convite da Toyota

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo