Carros

Discovery, agora marca da Land Rover, pede R$ 354,2 mil para levar sete

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/03/2014 20h48

Nova grade frontal, parachoque dianteiro redesenhado, máscara negra nos faróis e lanternas, novo tipo de couro no revestimento interno e sistema multimídia reformulado. São pequenas as mudanças no Land Rover Discovery para este ano.

Ou não: apesar de ainda ser chamado de Discovery 4 por clientes e até revendedores da marca, o SUV deixa de ser um modelo e passa a ser uma submarca da fabricante britânica -- a exemplo da linha Range Rover. No corpo do carro, por exemplo, o número "4" deixa de existir, e na dianteira sai "Land Rover" do capô dá lugar a um alinhado "Discovery", em fortes letras maiúsculas. 

Dessa forma, na nova estruturação da marca existem agora três gamas: Range Rover (Sport, Vogue e Evoque), Discovery e Defender (com a nova geração). O Freelander, modelo de entrada da Land Rover, aparentemente ficou órfão.

Os preços da linha 2014 da Discovery são:

S TDV6 3.0 S 211 (5 assentos) -- R$ 254 mil 
S SDV6 3.0 S 256 (7 assentos) -- R$ 269,7 mil
SE SDV6 3.0 SE 256 (7 assentos) -- R$ 297,4 mil
HSE SDV6 3.0 256 (7 assentos) -- R$ 354,2 mil


São duas opções de motor, ambas V6, turbodiesel (duas turbinas, uma para velocidades altas e outra para regimes de baixa rotação), de 3 litros. A configuração que equipa a versão S, de cinco lugares, rende 211 cv. As calibrações dos Discovery de sete lugares geram até 256 cv, e o torque, nesse caso, pode chegar a poderosos 61,18 kgfm. Toda a linha é equipada com câmbio automático de oito velocidades.

Por dentro, o couro dos bancos, portas e painel (chamado de Windsor) passa a ser o mesmo da família Range Rover (que é a mais luxuosa). O sistema de áudio agora é da Meridian, uma das referências em qualidade de som automotivo: são até 17 alto-falantes, conexão com iPod, USB e Bluetooth e duas telas de oito polegadas nos encostos de cabeça dos bancos dianteiros (com leitor de DVD e até TV aberta). Para conferir todos os equipamentos do carro, bem como sua ficha técnica, clique aqui.

Confira na videorreportagem, no alto desta página, como o SUV se comporta na cidade -- e se realmente cabem motorista e mais seis pessoas com conforto na versão HSE -- topo de linha e o carro de sete lugares mais caro à venda no Brasil (cada ocupante "custa" R$ 50.600). 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo