Carros

Venda de carros sobe 6,65%; total do ano se aproxima dos 3 milhões

Do UOL, em São Paulo (SP)

05/11/2013 14h24Atualizada em 05/11/2013 15h38

O relatório oficial de vendas da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores) para o mês de outubro apontou uma reação do setor automotivo em relação a setembro, embora o acumulado do ano ainda esteja abaixo do que foi apresentado em 2012.

Entre os dias 1º e 31 do último mês, foram emplacadas 313.490 unidades dos segmentos automóveis e comerciais leves, o que representa alta de 6,65% em relação a setembro. No comparativo com outubro do último ano, contudo, houve uma baixa de 4,41%.

Se compararmos os dez primeiros meses de 2013 com o mesmo período de 2012, a queda é de 1,40%. Mesmo assim, o mercado mostra reação e já foram emplacados quase 3 milhões de unidades (2.951.825) -- número sempre "mágico" para o setor, que ainda busca novo recorde histórico. Para o presidente da Fenabrave, Flavio Meneghetti, a tendência é que as vendas se aqueçam mais até dezembro, tendo em vista o aumento iminente do IPI para 2014 -- ainda que o governo já tenha dado sinais de que deve manter o IPI reduzido até março de 2014.

"O segundo semestre de 2012 foi atípico, o que distorce a comparação com igual período de 2013. Mas a perspectiva de retomada do IPI, no início de 2014, nos indica que haverá aquecimento nas vendas de automóveis e comerciais leves nos dois últimos meses deste ano", previu.

FIAT NA PONTA
Apesar do crescimento da GM, a Fiat ainda vence a marca americana em disputa apertada pela liderança na soma de vendas dos automóveis e comerciais leves. A marca italiana foi responsável pela comercialização de 19,64% dos veículos desses dois segmentos em outubro, contra 19,41% da concorrente. 

Em queda, a Volkswagen ocupa o terceiro lugar (17,99%), enquanto a Ford continua isolada em quarto (9,39%). A Hyundai ganha cada vez mais espaço no mercado brasileiro, tendo 5,81% e ficando próxima da quinta colocada, Renault, que acumulou 6,90%.
 
No levantamento de modelos mais vendidos, o grande destaque é a queda do Volkswagen Fox e da picape Fiat Strada (esta em mudança da linha 2013 para a 2014 com importantes alterações, como a adoção da cabine dupla com inédita terceira porta), que caíram para a oitava e décima colocações na lista (respectivamente, cada um deles teve 10.372 e 8.830 unidades negociadas). A liderança, claro, é do Gol, responsável pela presença de 21.722 novos veículos nas ruas brasileiras no último mês, contra 14.410 do Fiat Uno e 13.316 do Palio.
 
OUTROS SETORES TAMBÉM REAGEM
O relatório da Fenabrave também apontou que o comércio de motocicletas apresentou boa reação no último mês, com subida de 4,91% no índice (de 117.768 unidades, em setembro, para 123.547). No entanto, a alta não foi suficiente para evitar um déficit de 8,30% no comparativo com outubro de 2012, nem para estancar a redução de 9,06% no acumulado do ano.
 
Os segmentos de caminhões e ônibus seguem aproveitando o bom momento: as vendas subiram 4,93% no confronto com o mês anterior, 13,44% em relação a outubro de 2012 e 15,83% na soma de todos os meses já aferidos em 2013. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo