Carros

Crash test mostra que Renault privilegia ricos na segurança; "igualitária", GM vai bem

$!$render-component.split('/')[$math.sub($render-component.split('/').size(), 1)]

Do UOL, em São Paulo (SP)

O Euro NCAP (sigla para escritório europeu do New Car Assessment Program, ou programa de avaliação de carros novos, entidade independente que aponta o nível de segurança de automóveis em diferentes mercados do globo) divulgou recentemente nova rodada de testes de impacto com modelos lançados recentemente naquele continente. A avaliação interessa particularmente ao Brasil, uma vez que carros que podem desembarcar por aqui em breve foram examinados: os SUVinhos Chevrolet Trax e Renault Captur e o novo Dacia Sandero, que por aqui será vendido em algum momento a partir de 2014 com o emblema da Renault.

Além deles, a van Nissan Evalia, em sua versão de passageiros e com motor a combustão, também foi submetida ao crash test. O modelo é vendido em países do leste europeu e também na Ásia, além de estar em testes para entrar em ação, na configuração elétrica chamada de NV200, como táxi nos Estados Unidos e também na Inglaterra.

Considerado o mais rigoroso dos escritórios do NCAP, o núcleo europeu avaliou a segurança dos veículos no impacto frontal, lateral contra veículo, lateral contra poste fixo e traseiro (que observa a eficiência de bancos, apoios de cabeça e cintos de segurança e não da carroceria em si). Houve ainda análise da proteção a crianças em cadeirinhas, a pedestres em caso de atropelamento, avisos feitos pelo equipamento ao condutor (alertas de cintos desafivelados e limite de velocidade ultrapassado) e o nível de estabilidade garantido pelo controle eletrônico (ESC).

QUEM PAGA MAIS, ESTÁ MAIS PROTEGIDO
O resultado dos novos testes mostram que o grupo Renault-Nissan aumenta o nível de proteção garantido por seus modelos conforme a exigência do mercado consumidor. Um Dacia, que é romeno (ou seja, da periferia da Europa) pode elevar seu nível de segurança, mas ainda estará abaixo de um Renault, que é francês, ao passo que uma versão de passageiros de uma van comercial da Nissan não terá o mesmo nível dos anteriores.

Dando nomes: a nova geração do Sandero recebeu quatro estrelas (melhorando em relação à nota da primeira geração, que recebeu três estrelas em 2008), mas ainda mostrou falhas, inclusive estruturais. A van Nissan Evalia tem pior nível de segurança, com falhas que levaram o NCAP a classificar seu habitáculo como "instável" e índice de apenas três estrelas.

Já o francês Renault Captur foi bem, obtendo o máximo de cinco estrelas. Pela avaliação do NCAP, o SUVinho francês que deve ser vendido no Brasil -- a marca ainda define se irá importar o modelo da Europa ou produzi-lo localmente -- vai bem em impactos frontais e laterais, dos quais a estrutura saiu intacta, bem como no teste de estabilidade, mas é apenas regular na proteção do pescoço dos adultos (feita pelos equipamentos de restrição -- cintos de segurança, banco e apoios de cabeça).

Há deslizes na proteção de cabeça de crianças maiores de três anos e da possibilidade de ferimentos em adultos no teste mais severo, que simula a batida na qual o carro "abraça" um poste lateralmente. Ainda assim, a nota máxima foi alcançada.

O grupo já havia sido advertido pela entidade anteriormente por fazer distinções de nível de segurança entre carros mais baratos e mais caros. E até mesmo no Brasil, onde o Latin NCAP avaliou com apenas uma estrela o Sandero nacional (que é da primeira geração, agora atrasado e ainda mais inseguro em relação ao Dacia). Em propagandas e anúncios feitos nos últimos dias, a Renault comentou apenas a boa nota do Captur.

Quem dá lição à Renault é a GM: rival direto do Captur (bem como de Ford EcoSport e companhia, quando e se for lançado aqui no Brasil), o Chevrolet Trax teve exatamente o mesmo nível de sucesso do Opel Mokka, sua contra-parte feita pela alemã Opel. De acordo com o órgão de segurança, o modelo saiu-se bem em todos os quesitos, recebendo cinco estrelas. Garantindo a integridade física de adultos (94% de eficiência) e crianças (85%), a cabine manteve-se intacta sob todo tipo de impacto. O modelo recebeu bom índice até mesmo na segurança a pedestres (64%). De toda forma, o índice de eficiência dos equipamentos de restrição de movimento foi semelhante ao do Renault, de 81%. 

As considerações finais do NCAP completas para cada um dos quatro modelos podem ser baixadas e lidas nos links a seguir (em inglês):

- Veja o relatório oficial do NCAP para o novo Dacia Sandero
- Veja o relatório oficial do NCAP para o Renault Captur
- Veja o relatório oficial do NCAP para o Chevrolet Trax
- Veja o relatório oficial do NCAP para a van Nissan Evalia

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Da Redação
Carplace
Carplace
Carplace
Carplace
Carplace
Carplace
Da Redação
Carplace
Carplace
Carplace
Carplace
Carplace
Carplace
Da Redação
Da Redação
UOL Carros

UOL Carros

Cristiano Ronaldo testa supercarro de R$ 7,8 milhões

Dizer que seu produto foi testado e aprovado por uma das maiores estrelas do futebol parece ser um bom argumento de vendas. Foi o que a Bugatti fez. Não que ela precise de muito esforço para vender o hiperesportivo Chiron, mas ainda assim a marca preparou um vídeo promocional em que Cristiano Ronaldo, multicampeão pelo Real Madrid, é convidado para acelerar o supercarro. O atacante experimentou o modelo de absurdos 1.521 cv de potência, capaz de fazer o 0-100 km/h em 2,5 segundos e de alcançar máxima de 420 km/h (e olha que ela é limitada eletronicamente), acompanhado do piloto de testes da marca francesa, Andy Wallace. Confira no vídeo. O próprio jogador fez marketing em cima da ação e publicou imagens do teste em seu Instagram, faturando milhares de curtidas entre seus 91 milhões de seguidores. Dono de um Veyron, antecessor do Chiron, o atual melhor jogador do mundo tem uma coleção de carrões de luxo de fazer inveja, formada por modelos da Ferrari, Porsche, Lamborghini e Rolls-Royce, só para citar algumas marcas. São alguns dos carros do craque os que aparecem ao seu lado no início do vídeo. Ao final da peça, Wallace sugere a Ronaldo que, caso ele queira "ficar com a chave" do Chiron, basta "ligar para a Bugatti?. Não se surpreenda se o goleador lusitano resolver incrementar sua coleção com o Chiron. Para isso ele terá de desembolsar modestos 2,4 milhões de euros, o equivalente a R$ 7,8 milhões.

Best Cars
AutoEstrada
Carsale
Carplace
AutoEstrada
UOL Carros - Blogs - Blog Car and Driver Brasil
UOL Carros - Blogs - Blog Car and Driver Brasil
Carpress
Carplace
Carpress
Car and Driver
Carplace
Car and Driver
Carpress
Carplace
AutoEstrada
Best Cars
Best Cars
Carsale
Carplace
Carros
Carplace
AFP
Carplace
Best Cars
Carplace
Carplace
Carplace
Best Cars
Carplace
Motos - Da Redação
Carplace
Da Redação
Topo