Carros

Nissan corre contra rivais e confirma novo Sentra até o fim do ano

Divulgação
Sétima geração do carro (a terceira no Brasil) chega importado do México ao país até o final do ano Imagem: Divulgação

André Deliberato

Do UOL, em São Paulo (SP)

29/05/2013 11h36Atualizada em 29/05/2013 13h26

Após diversos flagras de unidades rodando pelo Brasil, a Nissan confirmou nesta quarta-feira (29) a chegada da nova geração do Sentra no Brasil no "final do segundo semestre" -- leia-se, final do ano. A declaração oficial da marca confirma informação apurada por UOL Carros em março (releia aqui).

Ainda não se fala em preços, mas uma fonte ligada à empresa afirmou que o novo Sentra deverá custar "um pouquinho mais" do que a atual geração, que começa em R$ 52.190. O topo, porém, está definido: ainda segundo o informante, o novo Sentra será, obrigatoriamente, "mais barato do que os principais rivais japoneses".

NOSSA OPINIÃO

A Nissan, mais popular das marcas de carro japonesas que operam no Brasil (é quase nipomexicana, na verdade), finalmente anunciou que vai enterrar um dos mortos-vivos mais mortos do mercado: a atual geração do Sentra.

A preocupação da Nissan é nítida: o Sentra atual, moribundo, é oitavo no ranking de vendas e só terá chance de melhorar se mudar e começar a  vender antes que os rivais se mexam (mais). O prazo para o novo Sentra "pegar" ou desistir de vez da briga acaba quando o novo Corolla chegar ao mercado. Tudo para ajudar a Nissan a conquistar 6% de participação no mercado brasileiro até 2016 -- atualmente, responde por 2%.

Atualmente, o três-volumes está à frente apenas do incompreendido Peugeot 408, do Hyundai Elantra (que a importadora Caoa insiste em vender como se fosse e a preço de carro de luxo), do quase-extinto Citroën C4 Pallas e do chinês JAC J5.

ELE DEFINE TUDO

  • Divulgação

    Por enquanto, o novo Corolla é só uma lanterna. Quando o carro inteiro for revelado, em junho, o prazo para o novo Sentra começa a correr.

Com pouco mais de 2.200 unidades entregues entre janeiro e abril, segundo a Fenabrave, o Sentra consegue emplacar menos, em ordem ascendente, que Kia Cerato (renovado recentemente), Mitsubishi Lancer (ainda visto como carro de nicho por muitos), Fiat Linea (que deve mudar logo), Volkswagen Jetta (mexicano como o Sentra), Renault Fluence (que finalmente passou a ser notado pelo público), Chevrolet Cruze e, claro, os líderes Toyota Corolla e Honda Civic. Os dois mais vendidos, aliás, foram os únicos a terem passado da casa das 10 mil unidades entregues no período, com 15.673 e 15.821 carros, respectivamente.

Desde que atualizou sua gama de motores, em janeiro (releia aqui), a atual geração do Civic ganhou fôlego para assumir a ponta. Nada disso impede, porém, que a Honda siga com alguma atualização de estilo no próximo ano, seguindo o que se fez no mercado externo, para manter a competitividade.

A Toyota, por sua vez, vai mostrar ao mundo a nova geração do Corolla em 6 de junho -- a chegada ao mercado brasileiro deve ocorrer em algum momento de 2014, possivelmente ainda no primeiro semestre. Baseado no sedã conceitual Furia, o novo carro deve mudar paradigmas se confirmar o estilo especulado. Se isso ocorrer, os concorrentes terão dificuldade em pleitear um lugar no topo.

ADEUS

  • Divulgação

    Sentra atual tem bom pacote e elogios de crítica e público. Mas nunca vendeu

COMO É O NOVO SENTRA
Esta sétima geração do Sentra (terceira a ser vendida no Brasil) é feita sobre a plataforma global B e será importado ao país, do México, com o mesmo conjunto mecânico: motor 2.0 flex de 143 cv e 20,3 kgfm de torque (com etanol ou gasolina) e câmbio manual de seis marchas ou CVT -- ou seja, nada muda.

Na América do Norte, utiliza um novo motor 1.8 de 130 cv e 17,7 kgfm de torque, pensado para rodar mais consumindo (e poluindo) menos. No México, o novo Sentra tem preços variando entre 221.900 e 289.500 pesos -- equivalente a algo entre R$ 37 mil e R$ 48 mil.

O sedã ainda está 5 cm maior (4,62 m), 1 cm mais espaçoso (2,70 m de entre-eixos no total) e pode pesar até 70 kg menos, dependendo da versão. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo