Carros

Baterias de carros e motos vão ter selo contra falsificação

Murilo Góes/UOL
Além das novas normas com baterias, o Inmetro também possui o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, que classifica (em notas de A a E) o consumo dos modelos à venda no país Imagem: Murilo Góes/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

15/04/2013 15h51

A partir de junho próximo, apenas baterias de carros e motos certificadas pelo Inmetro poderão ser produzidas no Brasil. A norma tem como objetivo dificultar falsificações do produto.

Lojas que comercializam baterias terão até junho de 2014 para ajustar seus estoques, avisa o órgão. A partir dessa data, até baterias importadas deverão estampar o selo de qualidade. A aprovação da medida foi anunciada pelo Inmetro há quase um ano, em junho de 2012.

"Constatamos no mercado que alguns fabricantes informavam na embalagem uma capacidade de amperagem inferior ao que o produto de fato oferecia, prejudicando o consumidor e a concorrência. Por isso, decidimos regulamentar o produto, com foco no desempenho", informa Alfredo Lobo, diretor de qualidade do instituto.

Fabricantes, importadores e comerciantes que apresentarem baterias não regulamentas estarão sujeitos às penalidades. "Mesmo estando em período de adequação, já é possível encontrar produtos certificados no mercado", completa Lobo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo