Carros

Mercedes Classe E 2014 é estrela ofuscada da marca em Detroit

Paul Sancya/AP
Nova família do Mercedes Classe E é o destaque da marca em Detroit, apesar do novíssimo CLA Imagem: Paul Sancya/AP

André Deliberato

Do UOL, em Detroit (EUA)

21/01/2013 11h54

O destaque da Mercedes-Benz neste começo de ano, sem dúvida, é o belo CLA, sedã da família de compactos da marca que promete chegar ainda este ano ao mercado internacional e dar opção ao brasileiro que quiser ter um Mercedes de menos de R$ 120 mil.

Só que o CLA não está exposto no Salão de Detroit -- o carro foi mostrado apenas na noite do domingo que antecedeu a abertura da feira, na própria cidade de Detroit, e seguiu direto para o lançamento oficial na Alemanha, na próxima semana, durante o Berlim Fashion Week.

Assim, a atração (enfraquecida) da Mercedes no Salão é a reestilização da linha completa do Classe E 2014, do sedã ao conversível, do híbrido ao esportivo AMG.

A ESTRELA OFUSCADA
Capô e para-choques do novo Classe E foram duplamente redesenhados -- no momento da compra, o motorista poderá escolher entre dois tipos diferentes de frente: uma com a grade tradicional, com desenho clássico e estrela sobre o capô, e outra mais esportiva, cujas linhas remetem aos carros de alto desempenho da Mercedes. Coupé e Cabriolet, mais despojados, têm faróis diferentes.

O novo Classe E ainda conta com 11 novos sistemas de segurança. O destaque vai para a câmera no para-brisa que faz  leitura tridimensional da pista e fornece informações sobre a velocidade e a posição de carros e pedestres próximos ao veículo. Há ainda um novo alerta de fadiga, que monitora de forma aprimorada o comportamento do motorista e recomenda uma pausa se perceber sinais de cansaço.

MOTORES REAJUSTADOS
Além do visual, novidades também entre os motores. O novo BlueDirect, quatro-cilindros de 2 litros, a gasolina, com injeção direta de combustível e sistema start-stop (que desliga e religa o motor em paradas maiores) pode render 184 cavalos (no E200) ou 208 cv (no E250).

A configuração E350 usa o motor V6 de 3,5 litros e 302 cv. O E400 Hybrid, sedã ou perua, aproveita o mesmo motor em conjunto com propulsor elétrico (booster) que adiciona 27 cv. Acima destes, há o E550, com motor V8, 5,5 litros, de 402 cv.

O E63 AMG usa o motor V8 biturbo que gera 557 cv -- ou 585 cv com o novo pacote S. Além disso, o esportivo passa a usar o sistema de tração integral da marca, o 4Matic, também oferecido como opcional para os outros modelos.

Na Europa, haverá as versões a diesel (quatro cilindros de 134 cv ou 201 cv), proibidas para o Brasil e desprezadas nos EUA. Os carros chegam nos próximos meses aos mercados americano e europeu e a promessa é de desembarcarem ainda este ano no Brasil.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo