Hyundai Veloster Turbo vê seu filme queimado em animação promocional

Do UOL, em São Paulo (SP)

A Hyundai USA até tentou pegar carona na boa ideia de comercial para um jogo de videogame para dar um gás na divulgação de seu Veloster Turbo, versão com desempenho melhorado do carro de três portas da marca. O resultado, porém, foi ruim e só vai alimentar as piadas em torno do carro, lá e aqui. 

Tudo começa com um pega empolgante, em alta velocidade, para promover o jogo Asphalt 7, para aparelhos móveis, que conta com um avatar do Veloster Turbo. A linguagem é feita para atrair o público mais jovem e tem imagem em alta definição, visual muito colorido, som estourado e... carros feitos de Lego.

O resultado da mistura, com a disputa entre o Veloster Turbo amarelo e um esportivo genérico branco com aerofólio gigante, pode até agradar aos fãs dos jogos portáteis, mas quem gosta de carro só vai ter mais motivos para fazer piada com Veloster -- como se você não já soubesse mais de mil apelidos nada lisonjeiros para o carro de estilo da marca coreana e seu desempenho na pista.

Os mais maldosos começarão dizendo que a cor amarela do modelo da Hyundai foi mal reproduzida, o que deixou o carro de três portas parecendo táxi de Nova York. E ter cor de táxi ninguém quer -- talvez só em São Paulo, com a modinha do carro branco reinando a qualquer custo.

Agora, complicado mesmo é o final da prova virtual: tente achar uma explicação honrosa para o fato do Veloster, que passou o vídeo todo comendo poeira, ter vencido o carro branco no finalzinho se valendo de ajuda externa (um atalho mal explicado e um "bônus" de nitro). Aí, é game over.

VIDA REAL
Mostrado no Salão de Detroit deste ano, em janeiro, o Veloster Turbo custa pouco mais de R$ 22 mil nos EUA (o que daria cerca de R$ 45 mil por aqui, sem impostos ou taxas) e veio ao mundo com a missão de dar desempenho de verdade ao carro acusado de ter apenas visual: são 204 cavalos tirados do motor 1.6 sobrealimentado. E estamos falando de uma avaliação americana, onde o modelo aspirado é vendido com 140 cavalos e injeção direta.

No Brasil, ao contrário do divulgado pela representante, o Veloster comum tem motor mais convencional ainda -- sem injeção direta e com pouco mais de 120 cavalos -- a preços superiores a R$ 80 mil. O Turbo, por ora, não tem previsão de chegada e só deve dar as caras, mesmo, nos celulares.

UOL Cursos Online

Todos os cursos