Carros

Universais, volante e câmbio podem estar com os dias contados

Divulgação
Model 1, um dos primeiros carros de Karl Benz e Gottlieb Daimler, tinha alavanca para comandar a direção imagem: Divulgação

Fernando Calmon

Colunista do UOL

Alguns componentes dos automóveis mantêm sua forma e função por mais de um século. Um deles, o volante de direção. Os dois primeiros carros patenteados há 125 anos, de Karl Benz e Gottlieb Daimler, usavam apenas uma espécie de timão ou alavanca ligada à caixa de direção rudimentar.

Não há certeza de qual modelo utilizou pela primeira vez a peça circular hoje onipresente nos carros. Sabe-se que, em 1894, Alfred Vacheron participou da primeira corrida organizada no mundo, a Paris--Rouen, e seu Panhard estava equipado com o volante na forma atual.

Durante décadas se integrou à cabine, cresceu e diminuiu de diâmetro, evoluiu de várias formas. De elemento puramente direcional, se transformou em produto tecnológico, por vezes complexo, que além do conforto, pôde agregar funções e aumentar a segurança.

Surgiram em competições, 
hoje estão nas ruas

  • Borboletas atrás do volante vieram da F1 e hoje podem ser encontradas em um Volkswagen Gol

  • Range Rover Evoque trocou a tradicional manopla do câmbio automático por um seletor giratório

  • Ferrari 458 Italia não tem alavanca ou seletor: a única tecla manual é o botão "R", que engata a ré

TECNOLÓGICO
Os primeiros airbags foram embutidos no cubo do volante. Os aros passaram a incluir vários comandos, antes espalhados por painel e consoles. Isso ajuda na concentração do motorista e limita possibilidades de distração que provocam acidentes.

Entre as recentes aplicações está a de substituir até a alavanca de câmbio. Hastes ou borboletas acopladas ao volante, em modelos equipados com câmbios automáticos ou robotizados, dão flexibilidade e comodidade. Essa foi a opção da Ferrari ao suprimir a tradicional alavanca e sua manopla esférica, na 458 Italia. No caso, de forma definitiva e não opcional.

Automóveis mais caros recebem volantes personalizados revestidos em couro sem emendas, diferentes materiais em segmentos do aro e também aquecimento elétrico, algo bastante agradável em manhãs muito frias, depois de o veículo permanecer uma noite ao relento.

Volantes de base achatada facilitam entrada e saída do motorista e, ao mesmo tempo, tornaram-se símbolos de esportividade, embora o recurso venha sendo utilizado sem critério por alguns fabricantes.

EM ALGUNS ANOS
O futuro, no entanto, reserva formas bem diferentes. Um dos estudos, da TRW, aponta o formato de manche, herdado dos aviões e já presente nos veículos de competição. A empresa propõe duas manoplas retráteis, que se afastam do cubo quando em uso. Ao desligar o motor, as manoplas se recolhem e, juntas com a coluna de direção, se deslocam em direção ao painel a fim de proporcionar o máximo de comodidade ao sair do carro. Ao entrar, o motorista aciona o comando que traz todo o conjunto para a posição previamente memorizada.

O crescimento das grandes cidades traz a necessidade de veículos cada vez menores e práticos. Eles, em especial, serão beneficiados pelo acesso ao interior mais rápido e cômodo, proporcionado por esse conjunto de volante e coluna que pode ficar embutido no painel.

  • Estudo da TRW mostra volante como manche, vindo de aviões e já presente em carros de corrida

Outra vantagem do sistema: facilitar a vida de motoristas idosos que, apontam estudos demográficos, representarão parcela crescente da população mundial nos próximos anos e não abrirão mão da liberdade de se locomover. Nesse caso, sua conveniência se estenderá a veículos médios e grandes, que também dificultam entrada e saída das pessoas sem a mesma agilidade e flexibilidade dos tempos de juventude. A previsão é de que em cinco anos estará disponível aos fabricantes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Carplace
AutoEstrada
Carplace
Carplace
Carplace
MotorDream
Carplace
Carplace
AutoEstrada
MotorDream
Carplace
Carsale
Carplace
Carsale
MotorDream
AutoEstrada
Carplace
MotorDream
Carsale
MotorDream
Carsale
Carsale
Da Redação
Carplace
UOL Carros

UOL Carros

Chineses usam drone para criar primeiro táxi voador do mundo

Enquanto as montadoras de automóveis apontam o carro autônomo como a tendência do momento, em Dubai (Emirados Árabes Unidos) a aposta é bem mais, digamos, elevada: o Departamento de Estradas e Transportes da cidade anunciou que está testando um drone para transporte individual de pessoas, uma espécie de táxi voador. Objetivo é lidar com os congestionamentos crescentes no trânsito local. Os planos são ambiciosos: o órgão governamental demonstrou a tecnologia durante um evento de três dias com ?líderes mundiais? na cidade e, de acordo com o jornal Kuwait Times, o drone deve entrar em operação já em meados deste ano. O modelo fornecido para o futuro sistema de transporte se chama Ehang 184 e é fabricado na China. Para que ele entre em operação, o usuário precisa apenas informar o destino pretendido em uma tela tátil. A viagem é monitorada em tempo integral a partir de uma central de comando no solo. O táxi voador é capaz de voar a 100 km/h a uma altura de até 300 metros. Utilizando um conjunto de oito hélices, posicionadas ao redor da cabine, tem autonomia de 30 minutos de voo e, de acordo com a fabricante, requer duas horas de recarga para suas duas baterias -- porque sim, o Ehang 184 é elétrico. Para os mais desconfiados, a marca chinesa informa que o drone conta com uma série de recursos de segurança. Um deles: ao sinal de qualquer problema mecânico, ele aterrissa no destino mais próximo, automaticamente. Outro: ele teoricamente conta com sistema que evita a invasão de hackers.

Carplace
MotorDream
Carplace
MotorDream
Best Cars
Carplace
Best Cars
Carplace
Carplace
Da Redação
Carsale
AutoEstrada
Carplace
Carpress
Carpress
Carpress
Carplace
Best Cars
Carsale
Da Redação
Carplace
AutoEstrada
Carplace
Carsale
AutoEstrada
Topo