Carros

Aston Martin Vantage V8 Roadster, sem plástico, é pura ostentação

Murilo Góes/UOL
Vantage V8 Roadster: forte e classudo o bastante para ostentar a placa terminada em 007 Imagem: Murilo Góes/UOL

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

10/08/2012 12h39

Aston Martin. A simples menção deste nome arrepia pêlos na nuca de entusiastas mundo afora. E para saber disso não precisa ser fanático por automóveis: observe o emblema alado, a grade frontal com frisos metálicos, o longo capô, as elipses que formam os faróis ou a placa terminando com o numeral 007 (concessionários da marca inglesa e compradores adoram). Ouça o ronco abafado do motorzão V8. Pronto! A procedência do Vantage V8 Roadster (invertemos modelo e motorização para melhor compreensão), conversível totalmente inspirado nas pistas, vendido aqui no Brasil por inciais R$ 695 mil (ainda que parta de US$ 122.320 no exterior), está confirmada. A versão cupê pede R$ 650 mil.

Fãs de ficção verão um astro do cinema tão bravo quanto James Bond e dotado de tanto carisma quanto seu intérprete: o Vantage consegue ser a um só tempo musculoso (4,38 metros de comprimento por 1,86 m de largura) e ligeiro como todo roadster deve ser (0 a 100 km/h cumpridos em 4,9 segundos, com um mísero lag inicial; máxima de quase 300 km/h), ainda que sisudo o bastante -- bancos de napa e painel sem um centímetro de plástico -- para levar um executivo ao escritório sem que este chegue com a gravata amassada.

MOBÍLIA? NÃO!

  • Reprodução

    Segundo a Aston Martin, muitos brasileiros escolhem um carro da marca para colocá-lo
    na sala de estar, como peça decorativa.

    A prática, inclusive, é facilitada por um dos opcionais, que permite ligar o sistema elétrico do carro direto na tomada de casa.

    Cada um faz o que quiser com o próprio dinheiro (e com o próprio automóvel, por extensão, desde que respeitando a lei), mas UOL Carros acredita que lugar de carro (e de esportivo) é no asfalto.

    Faltou dica do que colocar na sala? Visite o Casa e Decoração do UOL Mulher. (EAB)

(Sim, concordamos que um BMW também pode fazer isso, de forma melhor, até. Mas também dizemos que ter utilizado um em um episódio qualquer da saga cinematográfica foi heresia).

Súditos de Sua Majestade verão a única viatura capaz de conduzir a família real inglesa de forma descompromissada e ainda assim decorosa. Príncipe William adoraria recolher a capota de lona e colocar suas madeixas ao vento a bordo de um... se já não estivesse com medo de perdê-las. 

Os saudosistas suspiram ao saber que o carro é todo feito a mão, sem abrir mão sequer de autênticas tias inglesas pilotando máquinas de costura industriais ou de funcionários da fábrica de Gaydon empunhando pistolas de ar comprimido na delicada fase da pintura. E os puristas sabem que, nele, o que parece metal é alumínio ou magnésio, o que se assemelha a fibra de carbono, de fato é.

Por fim, e por tudo isso, alguns ainda vão achar que este é o melhor objeto para decorar algum cômodo da casa (leia o quadro neste reportagem). Sim! Há louco para tudo. Até mesmo para rodar apenas 600 quilômetros em dois anos -- esta é a média de alguns clientes brasileiros da Aston Martin, segundo a representação local, instalada oficialmente numa única loja na região dos Jardins, em São Paulo (SP), desde o final de 2010. Tal média permitiria à maioria das 30 unidades entregues anualmente chegar ao final da garantia de três anos sem a necessidade de qualquer ajuste.

UOL Carros, porém, gosta do canto da borracha no asfalto, da ação dos 426 cavalos (a 7.300 rpm) e do empurrão de 48 kgfm de torque. Só assim para abrirmos nosso sorriso. Mas sem escancarar a boca. Afinal, temos modos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo