Carros

Toyota Etios terá motores flex com potência de 84 a 96,5 cavalos

Claudio Luis de Souza/UOL
Etios sedã na apresentação artística do carro, no Etios Connection: assim ele fica bonito! Imagem: Claudio Luis de Souza/UOL

Claudio Luis de Souza
Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/08/2012 12h16Atualizada em 03/08/2012 18h18

O Etios é um dos lançamentos mais esperados do ano no Brasil e a Toyota está sabendo capitalizar em cima disso. Visual, configurações (hatchback e sedã) e local de produção (a nova fábrica de Sorocaba, no interior paulista) já foram amplamente divulgados. Detalhes técnicos e preços, porém, estavam sendo guardados a sete chaves. Mas UOL Carros obteve nesta sexta-feira (3) potência e torque do Etios, cuja versão inicial, com motor de 1,3 litro, partirá de 84 cavalos quando abastecida com gasolina. Onde estavam os dados? No manual do proprietário...

Os preços, por ora, estão fixados entre R$ 35 mil (hatch básico) e R$ 48 mil (sedã completo); ainda pode haver alteração nesses valores (por exemplo, a versão de entrada poderia ser "depenada" para cortar custos).  

As especificações puderam ser conferidas durante o primeiro dia do "Etios Connection", evento itinerante que começou nesta sexta no estacionamento do Shopping Morumbi, em São Paulo -- o local é aberto ao público em geral, tem uma apresentação artística dos carros e quatro unidades expostas à curiosidade geral. Neste shopping, fica até dia 12. No sábado (4), abre também no Barra Shopping (Rio de Janeiro).

A Toyota quer usar o evento como termômetro para avaliar reações e expectativas do consumidor em relação ao novo carro antes que este chegue às lojas, entre o final de setembro e o começo de outubro.

Os dados completos de motorização são os seguintes:

Etios 1.3
- Com gasolina: 84 cavalos de potência a 5.600 rpm e 11,9 kgfm de torque a 3.100 rpm.
- Com etanol: 90 cavalos de potência a 5.600 rpm e 12,7 kgfm de torque a 3.100 rpm.

Etios 1.5
- Com gasolina: 92 cavalos de potência a 3.600 rpm e 13,9 kgfm de torque a 3.100 rpm.
- Com etanol: 96,5 cavalos de potência a 3.600 rpm e 13,9 kgfm de torque a 3.100 rpm.

E AÍ, MELHOROU?

Na pré-apresentação do Toyota Etios, em junho, quase acreditei que tinha errado o voo e desembarcado na China, em vez do Japão. O carro que conheci por lá não tinha o famoso padrão de "qualidade sóbria" da Toyota. Parecia um xing ling mal-ajambrado.

Vale notar que experimentamos unidades pré-série, feitas no Japão, e não em Sorocaba (SP), como esses que estão no Etios Connection.

O visual, simples mas simpático, e o desempenho, correto, nem eram problemas. O assustador no Etios era a cabine, repleta de plásticos ordinários e mal-encaixados, um porta-luvas cuja tampa batia no joelho e aquele que é, seguramente, o pior painel de instrumentos do mundo civilizado.

Melhorou? Bem, os quatro Etios expostos em São Paulo tiveram seu interior aprimorado, especialmente pelo uso de tons escuros, mais elegantes; revestimentos de tecido onde antes não havia (painel da porta); e bancos que pareceram mais massudos. Mudou-se a regulagem da tampa do porta-luvas e ela já não bate, ou não bate tanto, no joelho do passageiro.

Ou seja: melhorou. Mas o painel de instrumentos, posicionado ao centro, continua medonho. (CLS)

Como já revelado, o Etios hatch terá motores bicombustíveis 1.3 e 1.5 de 16 válvulas. O sedã, por sua vez, será equipado apenas com o 1.5. O câmbio será manual, de cinco marchas. Numa segunda fase, pode ser que a Toyota libere a opção de caixa automática. De acordo com a fabricante, os propulsores serão importados do Japão, mas também terão a produção migrada para o Brasil posteriormente.

Mark Hogan, consultor internacional da Toyota, disse que a ausência de motorização de 1 litro é totalmente justificável, uma vez que a marca acredita que seu consumidor vá preferir ter mais desempenho. Durante jantar com jornalistas na noite da última quinta-feira (2), o executivo deixou claro que a Toyota prefere atuar num nicho diferenciado do segmento de compactos, onde o consumidor sabe que não precisa "aceitar" um motor mais fraco. 

É FORTE?
Tendo a ficha do Etios nas mãos, é possível traçar a comparação com os principais competidores que o modelo enfrentará assim que chegar às ruas.

O principal, claro, é o líder de mercado Volkswagen Gol, que acaba de passar por renovação visual e recalibragem de motor (saiba mais detalhes das mudanças aqui). Com pequenas alterações, o novo Gol com motor 1.0 entrega 72/76 cv com gasolina e etanol, respectivamente. A configuração mais potente, com bloco 1.6, rende 101/104 cv.

Segundo carro mais vendido do Brasil, o Uno com motor mil tem 73 cv com gasolina, chegando a 75 cv com etanol. Com motor de maior capacidade, que no caso do modelo da Fiat é o 1.4, a potência vai a 85 cv para gasolina e 88 para álcool.

Outro rival que elencamos é o Nissan March, mexicano de origem, mas de concepção oriental, assim como o Etios. Com motor 1.0, rende 74 cavalos qualquer que seja o combustível. Já o 1.6 entrega 111 cv com gasolina/etanol.

  • Claudio Luis de Souza/UOL

    Aspecto dos carros expostos ao público no Etios Connection: pode ver, tocar e entrar

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo