Topo

Carros

Fiat diz que, devido à crise, não pode dar indicações de investimentos

Gianni Montani

Da Reuters, em Turim (Itália)

01/08/2012 17h03

 

A Fiat disse nesta quarta-feira (1º) que não pode dar indicações sobre futuros investimentos devido a crise econômica e a queda no mercado automotivo europeu.

A empresa, que também controla a Chrysler, disse em comunicado após reuniões com sindicatos em Turim que dará informações sobre produtos ou fábricas na divulgação dos resultados do terceiro trimestre, em outubro.

O comunicado foi feito um dia após a Fiat reportar um lucro comercial de 1 bilhão de euros no segundo trimestre, impulsionado pelas vendas crescentes em sua unidade dos Estados Unidos, a Chrysler.

Excluindo essa unidade, a Fiat teve uma perda de 246 milhões de euros -- ressaltando como as coisas mudaram desde que a Fiat resgatou a Chrysler após a concordata da empresa em 2009.

Na Europa, o prejuízo comercial da Fiat foi de 138 milhões de euros, ante uma perda de 207 milhões de euros no primeiro trimestre.

Refletindo a crise na Itália, as vendas de carros em geral caíram 21,4% em julho segundo dados divulgados nesta quarta-feira, e as vendas da Fiat sofreram uma queda similar. Os registros de carros também caíram na Espanha e na França.

Mais Carros