Topo

Carros

Lexus separa uma unidade do LFA para o Brasil; preço pode bater nos R$ 2 milhões

Murilo Góes/UOL
Superesportivo LFA, com motor V10 de 560 cv, atrai olhares na única loja da Lexus no Brasil Imagem: Murilo Góes/UOL

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo (SP)

27/06/2012 14h02

Quando anunciou seu retorno ao Brasil, há pouco mais de um mês, a Lexus (divisão de luxo da Toyota) avisou que tinha uma missão e um desafio: tratar cada um de seus clientes com o máximo de exclusividade e oferecer o máximo de qualidade para tirar as marcas premium, sobretudo as alemãs, do aparente sossego. A retaguarda para se dar bem neste conflito foi montada tendo como base uma clientela VIP de caráter extremamente conservador: um sedã médio (IS300, R$ 218.500), um sedã grande de luxo (LS460 L, R$ 615 mil), um SUV 4x4 (RX350, R$ 298 mil) e, por fim, um sedã mais incrementado (ES350, R$ 390 mil, que deve chegar após o Salão de São Paulo). Mas havia uma arma secreta, que poderia ser ou não utilizada: o superesportivo LFA.

Conforme UOL Carros ouviu de um dos executivos da marca à época, a unidade branca do LFA que estava -- e continua -- em exposição na única loja da Lexus no Brasil, localizada na Zona Sul da cidade de São Paulo, serviria apenas de chamariz. Com apenas 214 quilômetros no odômetro, o cupê desenvolvido na Alemanha e fabricado artesanalmente em Motomachi (Japão), não seria vendido, mas ajudaria a vender os outros modelos. Mas e se alguém topasse bancar o preço, ainda que altíssimo?

A resposta veio na forma de um sorriso discreto acompanhado de um breve discurso e uma cifra hipotética, realmente elevada: "O LFA é um carro único, são apenas 500 unidades numeradas em todo o mundo, boa parte delas já entregue, mas se houver um forte interesse de algum cliente brasileiro é possível fazer uma forcinha junto à fábrica", afirmou o engravatado. "O preço é complicado de ser definido, neste momento, depende do dólar no momento, das condições do IPI (embora a redução provisória nada tenha mudado para carros com motor acima de 2 litros) e de negociação, mas talvez fosse possível arriscar algo na casa dos R$ 2 milhões".

Veja mais fotos do supoeresportivo Lexus LFA
Veja Álbum de fotos

PREPARE O CHEQUE
Mesmo com o peso dos seis "zeros" que acompanham este valor, que pode ser ainda maior no momento da compra (dependendo da procura, da velha lei de mercado e de um estranho fator do mercado local, que valoriza um bem na proporção em que este for mais caro) e extrapolar até o patamar de mitos sobre rodas como os modelos da Ferrari e da Lamborghini, parece que o interesse dos brasileiros foi forte o suficiente para fazer a Lexus cravar nesta quarta-feira (27): haverá, sim, uma unidade disponível para um comprador local. E não será o carro exposto -- ou seja, o endinheirado não precisa se preocupar, pois ninguém terá "secado" as formas aerodinâmicas, nem estreado seu estofado. Mais: a cor poderá ser escolhida, não precisará ser o branco da moda do modelo de exibição (sem sal demais para um superesportivo, em nossa opinião).

"O preço da unidade não está definido, não podemos informar qual será, pois isso realmente depende de negociação, mas será uma unidade nova e a compra será definida por ordem de chegada, quem se interessar e concretizar a proposta antes, leva", informou a assessoria de imprensa da Lexus, quando questionada por UOL Carros sobre as características e o preço definitivo da unidade reservada para o Brasil.

Enquanto o sedã IS mais barato da Lexus é vendido no exterior por cerca de US$ 33.600, o LFA não sai por menos de US$ 375 mil, o que daria algo em torno de R$ 780 mil pelo câmbio atual (pouco mais de dois reais por dólar), sem qualquer imposto, taxa ou margem de venda.

O cupê é dotado de tração traseira comandada por transmissão automática de seis velocidades e motor central-dianteiro V10, de 4,8 litros, capaz de gerar 560 cavalos de potência (a 8.700 rpm), com torque de 48,9 kgfm (7.800 giros). Desenvolvido pela Toyota, o propulsor tem também uma mãozinha da Yamaha, que ajudou a calibrar a acústica do ronco emitido pelo carro a cada acelerada, tendo como base os barulho de um carro de Fórmula 1. A velocidade máxima divulgada é de 325 km/h, com aceleração de 0 a 100 km/h cumprida em 3,6 segundos, conforme a fabricante. 

VALE A VIAGEM
A Lexus promete um brinde interessante ao futuro proprietário do LFA: uma viagem à fábrica de Motomashi para acompanhar a fabricação do exemplar comprado.

É uma forma de conter a ansiedade do rico comprador, uma vez que o carro só será entregue em 2013, no começo do ano.

Até lá, pode ser que novos interessados apareçam no hall da loja da Lexus, que se mostra disposta: "Se houver novos interessados, podemos tentar buscar outro LFA", confirma a representação da marca. Pelo visto, o moral do comprador brasileiro anda elevado, assim como o nível de consumo do mercado de luxo.

Mais Carros