Carros

Ford Focus leva família à praia, mas realidade é nebulosa

Wellington França dos Santos/UOL
'Point' de modelos camuflados, Caraguatatuba (litoral paulista) viu também o novo Focus Imagem: Wellington França dos Santos/UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/05/2012 20h37

A situação da Ford é, no mínimo, intrigante. A quarta "força" do setor automotivo brasileiro (as aspas são justificadas pela letargia da marca do oval azul) vive a contradição de ser ao mesmo tempo grande e se ver a todo instante ameaçada por emergentes como Renault, Nissan e Hyundai. Estas têm planos, já declarados, de tomar daquela a posição entre os principais nomes do mercado, e em pouco tempo. E quase não se vê reação por parte do grupo americano.

A placidez da Ford no Brasil chega a irritar amantes ávidos do universo automotivo: a marca é dona de uma das linhas mais interessantes e inovadoras no exterior, mas no Brasil vive do face-lift interminável de modelos há muito ultrapassados. E mesmo as novidades anunciadas insistem em atrasar. O novo EcoSport foi mostrado estaticamente por duas vezes, em eventos realizados simultaneamente no Brasil e na Ásia. Da mesma forma, a nova geração da picape Ranger rodou todos os salões do mundo, marcou presença em todo tipo de feira agropecuária, inclusive na Argentina (onde já é fabricada) e no Brasil. Mas nada de ganhar o mercado. O atraso de ambos é justificado pela marca como sendo culpa da apertada agenda de lançamentos no Brasil -- leia mais sobre isso no Blog do Luís Perez. Pode até ser verdade, mas o fato é que a incerteza de duas certezas, com o perdão do trocadilho, só prejudica o andamento do restante da fila.

PEQUENOS DETALHES

  • Edilberto Alves/UOL

    Acima, close de Edilberto Alves mostra que camuflagem mal consegue esconder vinco que se prolonga até a porção central da lanterna e inclinação da terceira coluna. Tudo fica claro na imagem de divulgação, que também confirma desenho das rodas do novo Focus.

  • Divulgação

Estamos falando da chegada da atual geração do médio Focus, que o mundo todo conhece desde 2010. O mundo todo, menos nós: no Brasil, ainda convivemos com a segunda geração, que também chegou atrasada em nossas terras. Apresentado no Salão de Paris, há dois anos, o novo Focus lançou as linhas da segunda fase da escola Kinetic, atualmente presente em todos os carros da Ford -- o novo EcoSport, por exemplo, segue este paradigma estilístico, bem como o Fusion mostrado em Detroit, em janeiro.

Na Europa, o novo (ou seria atual?) Focus está presente em todas as formas possíveis: hatch, sedã, perua (configuração chamada Estate) e variações esportivas. Nos Estados Unidos, apenas o dois e o três-volumes marcam presença desde o último ano. E o Brasil, como fica? Até o momento, nenhum executivo se atreveu a indicar uma provável data para estreia do modelo. Mas ele já está entre nós. E, surpresa, em todas as  suas formas.

É o que mostram os flagrantes feitos por leitores de UOL Carros, como o paulistano Wellington França dos Santos, que avistou uma unidade do novo Focus sedã estacionada em rodovia na praiana Caraguatatuba, no litoral norte paulista, há uma semana. Apesar da maquiagem ainda pesada, foi possível notar detalhes nítidos da terceira geração, como as molduras dos faróis de neblina ou o recorte do capô que se encaixa com a pequena grade frontal. Vincos laterais, linha de maçanetas, área envidraçada e placas verdes de São Bernardo do Campo (SP), cidade onde a Ford mantém fábrica, também denunciam a real identidade do modelo. As rodas eram simples, típicas de modelos de teste.

Nesta sexta-feira (18), também em Caraguatatuba, foi a vez de Edilberto Alves, morador local, flagrar uma unidade do hatch passeando por ruas do centro da cidade. Desta vez, no entanto, as belas rodas de liga leve entregaram o R.G. do modelo. Inequívocas, também, são as formas frontais, como a base do para-choque que se prolonga além da carroceria, ou as lentes saltadas do farol. A camuflagem também tentou ocultar o inovador recorte das lanternas traseiras, que deixaram de ser verticalizadas, mas um close feito pelo internauta permitiu desvendar a charada. As placas verdes de Tatuí confirmam o palpite, uma vez que a cidade abriga a pista de teste da marca.

  • Diana Neri/UOL

    Acima, a perua Focus flagrada no litoral. Abaixo, limpa, como é vendida na Europa

  • Divulgação

O flagra mais importante, porém, pode ser creditado a uma leitora de São José dos Campos (SP), Diana Neri, que conseguiu encontrar a nova perua Focus circulando no litoral com placas verdes de São Bernardo do Campo. O segmento das station wagons é o mais desprezado do cenário nacional no momento. Afinal, quais peruas zero-quilômetro de porte médio podem ser encontradas atualmente? Apenas a Renault Grand Tour (ex-Mégane) se apresenta para responder à pergunta e, dizem, não por muito mais tempo. Se confirmada, a chegada da perua Focus poderia cair como uma luva e garantir boas vendas de compradores ainda necessitados das virtudes familiares deste tipo de modelo.

Mas isso, claro, se a Ford conseguir decidir sua vida, destrancar a agenda e voltar a lançar carros novos no país.

Se você fotografar ou filmar um carro diferente e/ou camuflado, envie as imagens para UOL Carros, com seu nome completo, RG ou CPF, telefone, cidade de residência e local do flagrante. A critério da Redação, elas podem ser publicadas, sempre com o devido crédito ao autor. Não há remuneração.

Para enviar, use o e-mail uolcarros@uol.com.br.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo