Carros

Estratégia da Fiat já ameaça reinado do Volkswagen Gol

iCarros
Uno e Gol: ultrapassagem anunciada ocorre; vendas gerais de março superaram fevereiro, mas dado anual foi de queda e analistas devem revisar expectativa de crescimento para o ano Imagem: iCarros

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/04/2012 11h13Atualizada em 26/04/2012 19h34

O Fiat Uno (somado ao Mille) vendeu mais que o Volkswagen Gol (G5 e G4) em março e também ultrapassou o rival no acumulado do ano, segundo dados da Fenabrave (associação dos distribuidores) divulgados nesta segunda-feira (3). O longo reinado do Gol, que completou 25 anos na liderança dos emplacamentos no Brasil, parece ter chegado ao fim devido à nova estratégia da Fiat, anunciada no ano passado para quem quisesse ouvir (e nós ouvimos, como se verá): o Palio, renovado em 2011 e inventado justamente para enfrentar o Gol, deixou de ser o aspirante ao trono. Sua missão na guerra da Fiat contra a Volks passou a ser a de sangrar o carro do inimigo e abrir passagem para o Uno, reformulado em 2010.

A estratégia foi descrita em reportagem publicada no começo de janeiro. A vantagem do Uno sobre o Gol ainda é pequena, pouco mais de 2.070 unidades, mas deve crescer pelo menos até o início do segundo semestre -- quando a Volks apresentará o facelift do Gol, alinhando-o ao restante da gama. De resto, ela surgiu no primeiro mês em que o renovado Palio conseguiu um resultado de vendas semelhante ao que teve em outras épocas, agarrando a medalha de bronze no pódio dos emplacamentos.

VW AINDA CELEBRAVA 'RECORDE' DO GOL

Ironicamente, a ultrapassagem do Gol por um carro da arquirrival Fiat acontece exatamente em meio à promoção de uma série especial do modelo da Volks que comemora os 25 anos de liderança.

O resultado mensal coloca o Uno em vantagem sobre o Gol também no acumulado de 2012. O fechamento dos números do trimestre mostra o emplacamento de 59.168 unidades do Fiat contra 58.673 do Volkswagen -- a diferença é de 495 carros.

Menos de 500 carros pode parecer um patamar desconfortável, mas garante armamento suficiente à Fiat, que extrapola a condição (já favorável) de líder de vendas e alcança a dominação de todos os dados: a italiana é a montadora com mais carros emplacados no país (173.537 unidades desde janeiro, contra 159.781 da Volks), com o líder de mercado nas vendas mensais e, de quebra, na venda acumulada do ano. Enquanto a Volks segura a mudança de visual de seu gol, a Fiat faz barba, cabelo e bigode com o Uno.   

RANKING DIFERENTE
Além de chacoalhar o pódio de vendas no Brasil, o trimestre inicial de 2012 mexeu também com o restante do ranking e colocou novos integrantes na quase solidificada disputa. O destaque fica por conta de novos modelos, lançados a partir do segundo semestre de 2011, que se tornaram sucesso imediato de vendas, caso do sedã Chevrolet Cobalt e do hatch Nissan March. Mas há também uma salto de modelos mais conhecidos, como Ford Fiesta e Renault Sandero, deixaram concorrentes menores para trás.

Confira como fica a lista dos 15 modelos mais vendidos em março, no país, somando carros de passeio e veículos comerciais leves -- entre parênteses, há o total acumulado de emplacamentos no ano:

1. Fiat Uno -- 23.109 (59.168)
2. Volkswagen Gol -- 21.030 (58.673)
3. Fiat Palio -- 13.459 (36.406)
4. Volkswagen Fox/CrossFox -- 12.596 (32.701) 
5. Ford Fiesta -- 10.813 (25.972)
6. Fiat Strada -- 10.492 (25.929)
7. Renault Sandero -- 8.244 (20.114)
8. Volkswagen Voyage -- 7.957 (21.000)
9. Chevrolet Corsa Sedan/Classic -- 7.456 (24.314)
10. Chevrolet Celta -- 7.062 (28.574)
11. Chevrolet Cobalt -- 6.062 (15.626)
12. Volkswagen Saveiro -- 5.574 (15.436)
13. Chevrolet Agile -- 5.406 (15.639)
14. Toyota Corolla -- 4.840 (12.142)
15. Nissan March -- 4.596 (9.815)

Os dados completos sobre emplacamentos de março e do fechamento do primeiro trimestre de 2012 podem ser observados e analisados no balanço oficial da Fenabrave (clique aqui).

VENDAS EM BAIXA
Conforme antecipado pelo jornalista Joel Leite, em seu blog O Mundo em Movimento, as vendas de carros e veículos comerciais leves no mês de março registraram queda na comparação anual, feita com março de 2011. No último mês, foram emplacados 284.166 unidades contra 288.721 de 2011 (-1,58%). O resultado foi ruim também no confronto trimestral: 772.755 unidades registradas de janeiro a março deste ano, enquanto o total em 2011 foi de 777.648 (-0,63%). Este último número representa uma estagnação das vendas no trimestre, algo não visto há oito anos pelo mercado automotivo.

Segundo a associação de concessionários, tudo é reflexo da alta taxa de inadimplência do setor (5,5% em fevereiro), que leva a um efeito em cascata nefasto: com menos compradores honrando suas dívidas, há uma maior restrição ao crédito por parte de bancos e financiadoras, com juros mais elevados. O resultado é uma maior dificuldade para obter financiamentos e empréstimos, fazendo com que o consumidor compre menos.

Ainda assim, o mês de março foi melhor que o de fevereiro (com menos dias úteis por conta do feriado de Carnaval, os emplacamentos pararam em 235.892 unidades) e os economistas acreditam que o balanço geral para 2012 tem tudo para seguir em ritmo forte: a expectativa é que o ano seja encerrado com alta de 4,5% nos emplacamentos e um total superior a 3,5 milhões de carros entregues.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo