Carros

Chevrolet mostra nova Blazer real, com preços reais, no Salão de Bancoc

CarScoop
Chevrolet TrailBlazer 2013: em formato real, a nova Blazer surge com grade bipartida na Tailândia Imagem: CarScoop

Do UOL, em São Paulo (SP)

Exatamente uma semana após acabar com o mistério sobre o visual final da nova Chevrolet Blazer (reveja as primeiras imagens computadorizadas aqui), a GM mostrou uma unidade real da nova geração do SUV no Salão de Bancoc, evento automotivo anual que ocorre na capital da Tailândia.

Chamado de TrailBlazer no exterior, o carro projetado e desenvolvido aqui no Brasil tem até preço: custará 1.059.000 bahts (valor na moeda tailandesa que equivale a cerca de US$ 34.400 dólares ou R$ 62.600, para a versão LT com motor Duramax 2.5); 1.249.000 para a 2.8 LT 4x2 (cerca de R$ 73.815); 1.269.000 para a 2.8 LT 4x4 (R$ 76.770); 1.389.000 para a 2.8 LTZ (R$ 82.090); e, finalmente, 1.489.000 bahts (exatamente R$ 89.999) para a completa 2.8 LTZ, sem considerar qualquer taxa ou imposto.

O salão tailandês é pequeno, distante e limitado em termos de importância e de novidades apresentadas. Mas tem sido atraente para o mercado brasileiro por antecipar lançamentos importantes do segmento de utilitários médios -- o país é, relativamente, o maior consumidor mundial deste tipo de veículo. Assim, a GM tratou de repetir a estratégia da última edição, quando apresentou por lá a picape Colorado para somente meses depois lançá-la como S10 aqui no Brasil.

Assim, espere a mesma estratégia para a nova Blazer, que pode dar as caras no Brasil logo no Salão do Automóvel de São Paulo para, depois, estrear de fato no mercado local.

Além do Brasil, o SUV estará presente nos mercados australiano (com o logo da Holden) e do Oriente Médio, entre outros.

BLAZER DESMENTE TRAVERSE
Como UOL Carros adiantou, a nova Blazer conta apenas com as versões LT (sigla intermediária da linha atual da marca) e LTZ (topo da gama) -- ao menos inicialmente -- sendo um modelo, em tese, mais bem-equipado que a picape S10 da qual deriva.

No exterior, a motorização fica a cargo da família Duramax (de quatro cilindros), com blocos de 2,5 litros (152 cavalos e cerca de 36 kgfm) e 2,8 litros (180 cv e 48 kgfm com câmbio automático de seis marchas, ou a mesma potência com torque de 45 kgfm e câmbio manual de cinco marchas).

ENQUANTO ISSO, NOS EUA...

  • Divulgação

    Salão de Nova York, que começa na próxima semana, verá o Traverse 2013 e a estreia da nova grade dos SUVs da marca. Nova? Mas não era assim antes? Aguardamos explicações.

No Brasil, deverão ser mantidas as atuais opções: o 2,4 litros flex de 147 cavalos com etanol e torque de 24 kgfm e o mesmo 2,8 l citado acima, também com câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis e tração 4x2 ou 4x4 com reduzida.

O interior mantém a qualidade de materiais da S10 (plástico duro, mas bem executado e detalhes revestidos de couro ou algo mais nobre), mas pode ter itens de conveniência acrescidos. Há espaço para sete ocupantes acomodados em três fileiras de assentos.

Infelizmente, fica difícil defender o projeto da GM do Brasil. Isso porque também nesta quinta-feira, mais cedo, a matriz americana revelou as imagens da reestilização do grandalhão Traverse, SUV médio-grande que também leva sete pessoas, mas que é exclusivo do mercado norte-americano.

O modelo estreia no Salão de Nova York (mais bem localizado e badalado que o par asiático) na próxima semana e deve pregar uma pequena revolução por conta de um aspecto: o Traverse abandona a grade bipartida e os faróis assimétricos e espichados, que conferem o "carão" largo que todo Chevrolet tem atualmente.

Embora tenha provocado estranhamento na crítica especializada norte-americana, que o acusou de lembrar demais rivais como Ford Explorer e VW Touareg, o Traverse optou por visual mais contemporâneo e menos controverso com o claro objetivo de melhorar nas vendas. A GM mandou avisar, inclusive, que este será o padrão para os novos SUVs e crossovers da Chevrolet. Será?

Se assim é, ou assim será, qual o motivo da nova Blazer -- projeto novo e tão ou mais recente que o do Traverse (que, repetimos, é apenas uma reestilização de meia-vida) -- ostentar a barra longitudinal dividindo a grande frontal e suportando a gravata dourada? Se a cara do modelo ianque é o novo denominador da marca, pode-se dizer, então, que a Blazer já nasce envelhecida? Ou a GM terá duas identidades diversas, uma para mercados desenvolvidos, outra para emergentes? Aguardaremos os próximos capítulos.

Apesar de contar com o lançamento mundial da Trailblazer, o traz pouca inovação. O conceito Toyota NS4 e o novo BMW Série 3, apresentados em outros eventos, estão lá, assim como modelos já bastante conhecidos do público até mesmo aqui no Brasil, como o Peugeot 408.

O mais curioso, entretanto, é a presença do Mercedes-Benz Concept-A e do Mazda CX-5, ambos conceitos que já tiveram sua versão final apresentada ao mundo -- o novo Classe A apareceu em Genebra -- ou até mesmo lançadas -- caso do CX-5.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Carpress
Carplace
Carpress
Car and Driver
Carplace
Car and Driver
Carpress
Carplace
AutoEstrada
Best Cars
Best Cars
Carsale
Carplace
Carros
Carplace
AFP
Carplace
Best Cars
Carplace
Carplace
Carplace
Best Cars
Carplace
Motos - Da Redação
Carplace
Da Redação
Carplace
Best Cars
Carpress
Carplace
Carplace
Da Redação
Da Redação
Carplace
Carpress
Carplace
AutoEstrada
MotorDream
AutoEstrada
Carpress
Carplace
Carpress
MotorDream
Carpress
Best Cars
Carplace
Car and Driver
UOL Carros - Blogs - Blog Car and Driver Brasil
Da Redação
AutoEstrada
Carplace
Topo