Carros

Vários pôneis e 12 dias após chegar ao modelo 2013, Frontier sofre 'recall total'

Divulgação
Nissan Frontier 2013: mais forte e mais cara, picape pode ter vendas abaladas pelo recall Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

22/02/2012 12h42

A Nissan do Brasil anunciou nesta quarta-feira (22) recall de 35.280 picapes Frontier vendidas no país desde 2007 para inspeção de componentes na coluna de direção e na trava do capô, que podem causar acidentes em casos raros, informou a empresa em comunicado à imprensa.

Segundo dados da Fenabrave (federação dos concessionários), de janeiro de 2007 até a primeira quinzena de 2012 fora emplacadas no Brasil 41.158 unidades da Frontier. Ou seja, 86,7% das Frontier vendidas no Brasil nos últimos quatro anos devem passar por essa checagem.

Em 2011, também segundo a Fenabrave, a Nissan atingiu o pico de venda da Frontier, emplacando 13.680 carros. Em tese, todas elas estão incluídas no recall. O ano passado também marcou o surgimento de uma violenta ofensiva publicitária -- tradição da Nissan especialmente no caso da Frontier, aliás -- ante rivais no segmento das picapes médias, com a já famosa propaganda dos pôneis malditos.
 

OS INESQUECÍVEIS PÔNEIS MALDITOS

Diz o comunicado: "Recentemente foi detectado um mau funcionamento na junção da coluna e da caixa de direção, que pode levar ao desgaste do encaixe estriado e, assim, diminuir a sua durabilidade com o uso em condições severas". E prossegue: "Em casos raros, pode ocorrer uma falha mecânica da direção, podendo ocorrer a perda do controle do veículo e eventual acidente. Após a inspeção, a Nissan trocará a junta da coluna e, se necessário, a caixa de direção".

 "Em relação ao parafuso da trava do capô, a Nissan identificou que não houve a aplicação do torque necessário em algumas unidades o que, em alguns casos, pode ocasionar a abertura do capô com o veículo em movimento podendo causar acidente", diz o texto.

BOM E MAU MOMENTO
O recall da Frontier surge num momento de ascensão da Nissan no Brasil. A empresa anunciou no final do ano passado a construção de uma fábrica em Resende (RJ), prevista para entrar em operação em 2014 e com capacidade para produzir 200 mil carros por ano. O investimento é de R$ 2,6 bilhões. Além disso, a fabricante lançou recentemente dois carros que obtiveram sucesso imediato: o pequeno hatch March e o sedã compacto Versa -- candidatos a serem produzidos no Brasil.

O movimento é importante porque ambos são atualmente fabricados no México, de onde vêm sem pagar taxa de importação e sem IPI elevado. Mas o Brasil quer romper o acordo automotivo com aquele país, o que encareceria os dois modelos. Já a Frontier é fabricada no Paraná e teve seu ano-modelo 2013 lançado no último dia 10. Recebeu elogios, mas ressalvas por ter preços aumentados em relação ao modelo anterior.

CONFIRA OS CHASSIS
Segundo a Nissan, as Frontier envlvidas no recall têm os seguintes chassis:

94DVDUD409J030319 a 94DVCUD40CJ991448
94DVDUD409J030319
a 94DVCUD40CJ877692
MNTVCUD408000002
a MNTVCUD4086004932

O agendamento já começou nas concessionárias Nissan. A fabricante oferece mais informações pelo telefone (0800) 011-1090 e em seu site.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo