Carros

Peugeot 508 chega ao Brasil ainda no primeiro semestre

Murilo Góes/UOL
Peugeot 508, apresentado no Salão de Paris de 2010, chega para brigar com Ford Fusion Imagem: Murilo Góes/UOL

Eugênio Augusto Brito

Do UOL, em São Paulo

08/02/2012 13h26

A Peugeot segue firme na estratégia de ampliar sua gama no Brasil com produtos mais atualizados e representativos: depois dos europeus 3008 e RCZ, e dos argentinos 408 (sedã que de uma vez só aposentou o médio 307 Sedan e o médio-grande 407) e 308 (que será lançado na próxima semana para encerrar o ciclo do hatch 307), será a vez de trazer o 508, sedã grande apresentado durante o Salão de Paris de 2010 como substituto do 407 na Europa.

O carro chegará ao país importado da França, no encerramento do primeiro semestre, apenas na versão sedã -- pessoas ligadas à Peugeot não cravaram uma data específica, mas o lançamento deverá ser feito entre junho e julho. A Europa conta ainda com o 508 station wagon (perua), mas o baixo interesse neste tipo de carroceria por parte de nosso mercado desestimula seu desembarque no país.

Como UOL Carros adiantou e cobrou há exatamente um ano, o 508 virá com nível maior de equipamentos e mais espaço que o oferecido pelo argentino 408: o modelo europeu será posicionado para brigar no patamar inicial do segmento de sedãs grandes, mais ou menos onde se situa o Citroën C5, carro fabricado pela empresa "irmã" da Peugeot dentro do grupo PSA.

Desconsiderando o fogo-amigo com o C5, o principal adversário do 508 no Brasil será o mexicano Ford Fusion. De acordo com nossa fonte, o preço deve rondar a casa dos R$ 100 mil, podendo variar por conta de flutuações de câmbio e da estratégia de mercado. 

A informação, exclusiva de UOL Carros, foi obtida após a análise dos dados do 4º Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro, que indicam quais os carros ano/modelo 2012 mais econômicos do país (a reportagem e o ranking de consumo podem ser lidos aqui). No relatório detalhado divulgado pelo instituto, o sedã 508 aparece catalogado entre os carros da categoria "Grande", infelizmente com resultado pouco satisfatório: nota D, com consumo padrão de 8,4 km/l de gasolina no ciclo urbano, e 11,4 km/l na estrada (veja o relatório aqui).

O resultado do teste e a chegada do sedã ao Brasil foram então confirmados por pessoas ligadas à fabricante. 

TURBINADO
O 508 que chegará ao Brasil, e que já foi analisado pelo Inmetro, será equipado com o motor 1.6 THP (com turbo de alta pressão), apenas a gasolina, gerenciado pelo câmbio automático de seis marchas, com trocas sequenciais -- é o mesmo trem de força empregado na versão topo do crossover 3008, no cupê esportivo RCZ e lançado há cerca de dez dias na versão de nicho do sedã 408.

O trem-de-força, fabricado em parceria com a BMW, desenvolve 165 cv de potência e 24,5 kgfm de torque (força) a 1.400 rpm.

Enquanto o 408 conta com 4,69 metros de comprimento e 2,71 m de entre-eixos, o 508 vem mais sisudo e imponente, com 4,8 m de comprimento e generosos 2,82 m de entre-eixos. O visual -- que observamos com apuro durante o Salão de Paris --  também é mais discreto, dispensando um pouco os traços felinos típicos da Peugeot em prol de um trato mais conservador, com grade dianteira em forma de "bocão" integrando capô e para-choques sendo ladeada por faróis mais encorpados e menos esticados. O estilo geral tem menos influência da escola francesa e mais traços típicos de carros germânicos e, surpresa, orientais.

A aceitação do modelo por aqui, claro, depende da estratégia de lançamento, mas é de se apostar que a Peugeot tem planos ambiciosos para o 508, carro para bombar uma faceta premium ainda em construção pela marca. Resta saber o que o comprador dirá -- o leitor de UOL Carros, porém, já pode dizer se gostou ou se tem observações a fazer, usando o campo de comentários abaixo para deixar sua opinião.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo