Carros

Os vencedores e os vencidos do ano automotivo de 2011

Divulgação
Dupla de plataforma formada por Volkswagen Voyage e Gol, sedã e hatch, é dura de bater Imagem: Divulgação

FERNANDO CALMON

Colunista do UOL

24/01/2012 21h14Atualizada em 25/01/2012 16h26

Houve apenas duas mudanças no ranking de modelos preferidos de 2011 em relação aos de 2010. O Fusion recuperou a liderança perdida para o Azera por uma margem apertada de dois pontos percentuais. Mas a marca sul-coreana conseguiu, graças ao preço baixo, se acomodar no primeiro lugar entre os carros esporte, apesar do seu desempenho sofrível (promete mudar com o motor de 200 cv).

Segmentos que mais cresceram foram os de automóveis grandes e de topo, mais em razão da base comparativa baixa. Médios-grandes, no entanto, subiram as vendas em 51% (muito acima do mercado, 3%) e os motores de 1 litro caíram para 45%, nível semelhante ao de 1995. Estes dois resultados refletem o claro aumento de poder aquisitivo dos compradores.

O critério da coluna -- também muito usado no exterior -- é somar hatches e sedãs de mesma arquitetura, mesmo que tenham nomes diferentes. Também somam-se gerações anteriores que convivem com as atuais, casos de Mille/Uno, Gol G4/G5 e Tucson/ix35, entre outros. Assim, Gol e Voyage formam uma dupla muito difícil de ser batida. Separando-se as versões, o Gol continuou na frente do Mille e o Siena supera o Voyage.

Briga indefinida pela liderança continua entre Palio Weekend/SpaceFox e Fit/Idea. Nos dois segmentos mais importantes (compactos e médios-compactos) há diferenças mínimas em disputa nas posições secundárias. Entre os SUVs pequenos a relação entre distância entreeixos (até 2,70 m) e comprimento é o fator de classificação formal, deixando o Captiva na fronteira inferior dos SUVs médios.

Os resultados abaixo, compilados por Paulo Garbossa, da ADK, incluem apenas modelos mais representativos. Clique aqui para obter um arquivo em formato xls com a lista completa.

1) Compactos:
Gol/Voyage, 19%; Uno/Mille, 13%; Celta/Prisma, 9,8%; Palio/Siena, 9,6%; Corsa/Classic, 8%; Fiesta hatch/sedã, 7%; Fox/CrossFox, 6%; Logan/Sandero, 6%; Agile, 3,6%; Ka, 3,1%; 207 hatch/sedã, 2,7%; Punto/Linea, 2,4%; C3, 1,8%; Clio/Symbol, 1,6%; City, 1,2%; Polo hatch/sedã, 1,1%. Gol/Voyage parecem consolidados.
2) Médios-compactos:
Corolla, 16%; Focus hatch/sedã, 11,3%; i30, 11,2%; Golf/Jetta, 9%; Astra hatch/sedã, 7,7%; Civic, 7,2%; Cerato, 6%; C4/Pallas, 5,7%; Vectra hatch/sedã, 5,6%; Bravo, 4%. Corolla resistiu, Focus reagiu.
3) Médios-grandes:
Fusion, 19%; Azera, 17%; Sonata, 15%; Mercedes C, 13%. Fusion virou o jogo.
4) Grandes:
Cadenza, 26%; Mercedes E/CLS, 24%; Omega, 22%; BMW 5/6, 21%. Cadenza ainda líder.
5) Topo:
Panamera, 51%; BMW 7, 17%; Mercedes S/CL, 14%. Fácil para o Panamera.
6) Stations pequenas:
Palio Weekend, 43%; SpaceFox, 42%; Parati, 9%. Liderança por um fio.
7) Stations médias:
Mégane Grand Tour, 40%; i30 SW, 19%; Freemont, 4%. Grand Tour sem preocupação.
8) Monovolumes pequenos:
Fit, 22%; Idea, 20%; Meriva, 17%. Fit já sob ameaça.
9) Monovolumes médios:
Picasso Xsara/C4, 44%; Zafira, 35%; J6, 11%. Líder menos folgado.
10) Picapes pequenas:
Strada, 48%; Saveiro, 29%; Montana, 18%. Nada mudou para a Strada.
11) Picapes médias:
S10, 31%; Hilux, 24%; L200/Triton, 16%. Difícil encostar na S10.
12) Utilitários esporte pequenos:
EcoSport, 23%; Tucson/ix35, 19%; CR-V, 10%. EcoSport enfraqueceu.
13) Utilitários esporte médios:
Captiva, 24%; Sorento, 19%; Hilux, 16%. Captiva segurou a liderança.
14) Utilitários esporte grandes:
Pajero Full/Dakar, 39%; Discovery, 18%; Veracruz, 15%. Pajero ampliou.
15) Esporte:
Veloster, 47%; Camaro, 21%; Mercedes SLK, 8%. Veloster se garante com preço.

Siga o colunista: www.twitter.com/fernandocalmon
...............................................................

VELHO CONTINENTE
Na Europa, os dez automóveis mais vendidos em 2011:
Golf, Polo, Fiesta, Corsa, Clio, Astra, Focus, 207, Mégane e Passat (único médio-grande da lista). Nos últimos 12 anos, o Golf liderou seis. Médios-grandes japoneses dominam o mercado americano: Camry, Altima, Accord, Fusion, Corolla/Matrix, Cruze, Sonata, Civic, Malibu e Elantra.

PICAPE VIZINHA
Fontes argentinas destacam que antigas instalações
reformadas da Chrysler, em Córdoba, poderão fabricar a nova Dakota. Esta picape média (já produzida aqui) saiu de linha em 2010 e agora teria estrutura monobloco, se o projeto se confirmar nos EUA. Jeeps Cherokee e Grand Cherokee foram produzidos no país vizinho, entre 1997 e 2000.

FORÇA DA GRANA
Citroën decidiu montar espaço-conceito na mais sofisticada
rua da capital paulista, a Oscar Freire, frequentada também por muitos visitantes de outros Estados. Ideia diferente porque não venderá carros, nem será vitrine. Funcionamento, de fevereiro a dezembro, focará em atividades culturais: exposições, cursos, pequenos shows, música e gastronomia.

DEMOROU
Até outubro de 2014, todos os automóveis e comercais leves
vendidos na Europa deverão sair de fábrica com controle eletrônico de estabilidade (ESC, em inglês), que atua em conjunto com os freios ABS, corrigindo automaticamente a trajetória na iminência de derrapagem. O sistema existe desde 1995 e, portanto, passaram-se quase 20 anos até sua adoção obrigatória.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo