Carros

Em sua ressurreição, Fiat Palio começa em R$ 30.990 e chega a R$ 42.490

CLAUDIO DE SOUZA

Editor de UOL Carros
Enviado especial a Belo Horizonte (MG)

04/11/2011 21h24Atualizada em 05/11/2011 18h11

Ao completar 35 anos de operação no Brasil, a Fiat escolheu a nova geração do Palio como autopresente de aniversário. O hatch compacto está sendo lançado em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais -- bem ao lado da cidade-sede da marca, Betim. Até o governador do Estado, Antonio Anastasia (PSDB), participa do jantar de apresentação na noite desta sexta-feira (4).

A fabricante informou os preços oficiais da gama do hatch, que oferece três pacotes, três motores e dois câmbios. São, ao todo, seis versões, nas lojas já a partir deste fim de semana:

Palio Attractive 1.0 -- R$ 30.990
Palio Attractive 1.4 -- R$ 34.290
Palio Essence 1.6 -- R$ 37.990
Palio Essence 1.6 Dualogic -- R$ 40.490
Palio Sporting 1.6 -- R$ 39.990
Palio Sporting Dualogic -- R$ 42.490

O modelo 2011 do Palio, que pode ser descrito como sua 4ª geração, fracassou nas vendas e ajudou a empurrar o hatch do segundo para o atual sétimo lugar no ranking nacional de automóveis e comerciais leves -- no qual a dobradinha Uno/Mille garante a vice para a Fiat. Como castigo, deixa de existir. O Palio de entrada que continuará nas lojas é o atual Fire 1.0, correspondente à 3ª geração.

A tentativa de recolocar o Palio como player vigoroso entre os hatches compactos -- a rigor, uma ressurreição do modelo -- usa os elementos previsíveis: o carro ficou um pouco maior, buscou referências de design testadas e aprovadas em outros modelos da própria Fiat, e ainda ganhou conteúdos que não tinha.

O próprio slogan do novo Palio confessa seu mau momento: "Apaixone-se de novo".

  • Divulgação

    Palio 2012 (na foto, o Attractive): traços reciclados de forma competente e conteúdo reforçado

O visual do novo Palio mistura na dianteira uma grade negra no parachoque, como a do Uno; logotipo e filete cromado no capô iguais ao do Cinquecento; e um feeling geral de Punto/Bravo, pelo tamanho e principalmente por causa dos faróis. A lateral tem linhas ascendentes que lembram mutíssimo -- sim, sim -- o arquirrival Gol, enquanto o arremate do envidraçamento e a coluna C fazem pensar num hatch de porte médio. Na traseira, o Uno é de novo a referência no parachoque, mas as lanternas, pela primeira vez no Palio, sobem pelas laterais da janela, e têm uma inserção nos paralamas que faz lembrar o Renault Sandero -- um dos rivais mais tenazes do carro da Fiat, surgido enquanto o Palio derrapava na 4ª geração.

Outros contendores, a depender das versões, são: Chevrolet Agile e Corsa, Ford Fiesta Rocam, Volkswagen Gol e Fox, Citroën C3, Peugeot 207, Kia Picanto e Nissan March (com motor 1.6). Todos esses carros são hatchbacks e estão na faixa de preços que começa com "3", alguns deles invadindo a que inicia com "4".  

A gama de motores traz o 1.0 EVO de 8 válvulas (Attractive), capaz de entregar 73/75 cavalos de potência (gasolina/etanol) a 6.250 rpm e 9,5/9,9 kgfm de torque a 3.850 rpm; o 1.4 EVO 8V (Attractive), com 85/88 cv a 5.750 rpm e 12,4/12,5 kgfm a 3.500 rpm; e o mais refinado 1.6 E-torq (Essence e Sporting) com 115/117 cv a 5.500 rpm e interessantes 16,2/16,8 kgfm a 4.500 rpm. Como se vê, no caso deste último motor os números justificam o nome. O câmbio pode ser mecânico ou o automatizado Dualogic, disponível apenas com o propulsor maior.

O VÍDEO OFICIAL

Os pacotes de série de cada versão, seguindo fielmente as informações da Fiat, são os seguintes:

Attractive 1.0 -- Parachoques, retrovisores e maçanetas na cor do veículo; direção hidráulica; pneus verdes, desembaçador temporizado e limpador/lavador traseiro; comando interno de abertura do porta-malas e do reservatório de combustível; computador de bordo com indicadores de distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso; relógio digital; iluminação no porta-malas; luz de leitura dianteira com dimmer; console central com porta-objetos e porta-copos (dois dianteiros e um traseiro); bolsas porta-objetos nas portas dianteiras; porta-revistas nos encostos dos bancos dianteiros; porta-luvas inferior e superior (este quando não houver airbag); retrovisores externos com comandos internos manuais; parabrisa degradê; parassóis com espelho do lado do motorista e do passageiro; e alerta de limite de velocidade e manutenção programada.

Alguns opcionais: ar-condicionado; volante em couro com comandos de rádio; parabrisa térmico; vidros elétricos dianteiros e/ou traseiros; travas elétricas nas portas e trava acionada a partir de 20 km/h; retrovisores externos com regulagem elétrica; abertura elétrica do porta-malas apertando o emblema da Fiat (logo push); airbags frontais; ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de força) nos freios; sensores crepuscular e de chuva; espelho retrovisor interno eletrocrômico; auto-rádio CD player com ou sem entrada USB e para iPod; rodas de liga-leve 14"; faróis de neblina; defletor traseiro; e chave tipo canivete com telecomando.

  • Divulgação

    Traseira mostra mudança mais radical do Palio, que ganhou lanternas verticalizadas

Attractive 1.4 -- O recheio dessa versão inclui todos os itens da 1.0 e incorpora alguns opcionais: travas; logo push; vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento; iluminação do porta-luvas; volante com regulagem de altura; faróis de neblina; chave canivete com telecomando; alças de segurança traseiras; apoia de pé para o motorista; porta-objetos móvel; e porta-óculos. Os opcionais são os mesmos da 1.0 (excetuando os itens acima) mais rodas de liga leve aro 15".

Essence 1.6 -- Mesmo conteúdo da Attractive 1.4, acrescido de: ar-condicionado; detalhes cromados no interior; banco do motorista com regulagem de altura; indicador de temperatura externa; luzes de leitura dianteiras com spot; e rodas de liga aro 15". O opcional mais relevante são os airbags laterais. Quando dotado de câmbio Dualogic, o Palio Essence traz também controle de cruzeiro e, como opcional, aletas para troca de marchas atrás do volante.

Sporting 1.6 -- A versão esportiva (ou esportivada) do Palio traz o pacote da Essence somado a uma infinidade de itens decorativos, dentre os quais podemos citar: defletor esportivo preto na traseira; faixas Sporting nas laterais e na tampa traseira; mini-saias laterais esportivas pretas; moldura cromada no paralama dianteiro; molduras nas caixas de roda; ponteira de escapamento dupla cromada; revestimento externo esportivo nas colunas das portas; spoiler esportivo preto nos parachoques; faróis biparábola com moldura e canhões negros; rodas de liga aro 16" calçadas com pneus 195/55; cintos de segurança, pedais, soleira interna nas portas, pomo do câmbio, maçanetas internas e aros dos alto-falantes com "acabamento esportivo"; volante em couro; carpete com a inscrição Sporting. O câmbio Dualogic também dá direito ao cruise control. Entre os opcionais, citamos: ABS/EBD; airbags dianteiros e laterais (podem ser comprados separadamente); sensores de chuva e crepuscular; retrovisor interno eletrocrômico; kit de parafusos antifurto nas rodas; dois modelos de rádio CD player; vidros elétricos traseiros e comandos do rádio no volante.

AS GERAÇÕES DO FIAT PALIO

  • Divulgação

    Lançada em 1996, a primeira geração do Palio tinha apenas duas versões: EL 1.5 8V e 1.6 16V; a ED, da foto, chegou em seguida, junto com a EDX

  • Divulgação

    A segunda geração, de 2001, é considerada apenas uma reestilização do modelo compacto

  • Divulgação

    A terceira geração, de 2003, trouxe o visual que muitos consideram como o melhor da família Palio

  • Divulgação

    A quarta geração, de 2007, se inspirou no Grande Punto europeu, mas foi apelidada de "Palio chinês"

As versões Attractive e Essence, que têm visual comedido na comparação com a Sporting, podem receber personalização por meio de adesivos externos -- é a tendência do "tuning de fábrica". O Palio Attractive 1.0 deve responder por 50% dos emplacamentos, e a 1.4 por 30%. Essence e Sporting ficam com 10% cada, segundo as projeções da Fiat. 

O Palio 2012 tem garantia total de um ano, sem limite de quilometragem -- uma temeridade num mercado em que uma cobertura de três anos começa a se firmar como padrão. No entanto, há a oferta de assistência 24 horas com serviços como reboque, socorro mecânico e veículo reserva em todo o Brasil, além de revisões programadas a cada 15.000 km.   

PARA QUEM É O PALIO?
A lista de equipamentos do Palio deixa claro que o cliente, caso não queira levar a bem-recheada versão Essence, terá de se submeter ao quebra-cabeça de opcionais que marcas como Fiat e Volkswagen costumam oferecer para a montagem de seus carros mais baratos. Vale uma menção especial a disponibilidade de ABS e airbags desde a versão de entrada -- ainda que como opcionais (a partir de 2014, deverão ser de série em todos os carros vendidos no país). Como contrapartida, o ar-condicionado é tratado como um "luxo" que, vamos fazer de conta, nem todo mundo aprecia/merece...

No ano em que faz 35 anos de Brasil, a Fiat assistiu ao sucesso do Uno e ao promissor lançamento do Freemont, primeiro fruto de sua aliança com a norteamericana Chrysler e também primeiro crossover da marca em todo o mundo. Além disso, dificilmente a Fiat deixará de ser, outra vez, a campeã de vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil, com vantagem de cerca de 10% sobre a vice Volkswagen.

Nada disso afasta a percepção de que a Fiat negligenciou o Palio, ao menos a partir de 2007, quando a criticada 4ª geração -- para quem segue a conta da Fiat, pois há que defenda que o modelo 2012 é a segunda geração -- chegou e não agradou. Verdade que o Gol G4 não merece mais nem ser mencionado, mas quem é líder tem gordura para queimar.

Com o modelo 2012, a fabricante italiana joga uma cartada de olho num consumidor multifacetado e difícil de agradar: ele é mais refinado que o do próprio Palio atual; mais racional que o do Punto (carro que deve levar um baque nas vendas); mais conservador que os fãs do novo Uno; mais rico que o do Mille; mais pobre que o do Bravo. Numa palavra, é um carro sob medida para a tal classe C, mas a caminho de ser, ou sonhando em ser, classe B.

UOL Carros participa neste sábado de um test-drive com o Palio e publica suas impressões em seguida, bem como as fichas técnicas completas e um novo conjunto de fotos -- exclusivas e mais detalhistas que as desta reportagem (que foram fornecidas pela Fiat).

Viagem a convite da Fiat do Brasil
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo