Carros

Toyota e Honda despencam no ranking; mercado pode crescer 8,38%

AP/4.3.11
Carros da Toyota destruídos pelo tsunami de março no Japão: reflexos duradouros Imagem: AP/4.3.11

Da Redação

04/07/2011 19h34

As marcas japonesas Toyota e Honda sentiram mais uma vez, nas vendas de veículos de junho, os efeitos da catástrofe que atingiu seu país-sede em março. O terremoto seguido de tsunami atrapalha a produção de carros e também de peças, o que se reflete em nova queda nas posições de ambas no ranking de montadoras no Brasil.

Um ano atrás a Honda ocupava a 6ª posição, com fatia de mercado de 3,81% em junho. A rival Toyota estava em oitavo, com 3,14% de participação. No relatório de vendas divulgado nesta segunda-feira (4) pela Fenabrave (federação dos distribuidores), a Honda está em 11º, com 2,13% do mercado, e a Toyota caiu para 10%, com 2,18%.

No acumulado do ano, até o final de junho a Honda está em 7º (3,12%) e a Toyota, em 10º (2,72%). Em 2010, elas fecharam em 6º e 8º lugares, respectivamente.

Parte disso já fora sentida no mês passado, quando o "efeito J" derrubava as vendas de Civic e Corolla, os principais carros de Honda e Toyota, as quais fecharam maio em 10º e 8º lugares, respectivamente. Para o sexto mês do ano, a Honda caiu uma posição, e a Toyota, duas.

Os números referem-se aos emplacamentos de automóveis e comerciais leves (como picapes e SUVs). Veja abaixo a lista dos 15 modelos mais vendidos no Brasil em junho (entre parênteses, o acumulado anual):

1º) Volkswagen Gol -- 27.428 (145.253)
2º) Fiat Mille e Uno -- 25.432 (133.394)
3º) Chevrolet Celta -- 13.414 (72.072)
4º) Chevrolet Corsa Sedan/Classic -- 11.540 (62.012)
5º) Fiat Strada -- 10.542 (58.681)
6º) Fiat Siena -- 8.749 (50.197)
7º) Fiat Palio -- 8.469 (47.500)
8º) Ford Fiesta -- 8.321 (49.353)
9º) Volkswagen Voyage -- 8.098 (40.184)
10º) Volkswagen Saveiro -- 6.259 (35.344)
11º) Renault Sandero -- 5.999 (32.382 )
12º) Ford Ka -- 5.450 (32.431)
13º) Volkswagen Fox/CrossFox -- 5.084 (59.734)
14º) Chevrolet Agile -- 4.913 (35.982)
15º) Chevrolet Prisma -- 4.489 (26.223)

Beneficiaram-se dos contratempos das japonesas marcas como Hyundai, Citroën e Peugeot (6º, 7º e 8º lugares no ranking, respectivamente), mas também sobrou para as grandes: a Fiat, por exemplo, engordou em junho sua fatia para 23,43% (acima de seu acumulado anual) e manteve a liderança entre as fabricantes, enquanto Volkswagen e General Motors brigam pelo segundo lugar com 19,72% e 18,67% de participação (Volks abaixo do acumulado, GM acima).

PREVISÃO AUMENTADA
O mercado em geral viu em junho o emplacamento de 477.929 veículos, número que inclui também motocicletas, caminhões e ônibus. Houve recuo de 4,82% em relação a maio, mas um forte avanço de 15,94% ante os números de um ano atrás. Tomados separadamente, automóveis e comerciais leves chegaram a 286.934 unidades em junho, com recuo de 4,52% em relação ao mês passado e também importante avanço de 15,93% ante o mesmo mês de 2010. O acumulado anual nas vendas de autos e comerciais leves é 9,52% maior que o aferido até junho de 2010.

A previsão da Fenabrave para as vendas totais foi revisada para cima. O total de veículos emplacados pode chegar a 5.764.802 unidades, num crescimento de 8,38% ante 2010, e não mais 5,2%, como previsto em janeiro. Autos e comerciais leves podem bater em 3.525.591 unidades, subindo 5,9%, em vez dos 4,2% projetados anteriormente.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo