Carros

Toyota Corolla assume jeito europeu e pacotes mais completos para manter liderança

Divulgação
Corolla 2012 chega com alterações no visual com o intuito de ter ar mais jovem Imagem: Divulgação

EUGÊNIO AUGUSTO BRITO

Enviado especial a Atibaia (SP)*

21/03/2011 20h43Atualizada em 22/03/2011 20h49

A Toyota separou três dias desta semana, entre segunda (21) e quarta-feira (23), para mostrar à imprensa especializada o modelo 2012 do sedã médio Corolla. Se parece muito tempo, é válido lembrar que o objetivo da fabricante é um só: mostrar que seu modelo está apto a manter a liderança do segmento que promete ter a briga mais acirrada do setor automotivo em 2011 -- dois carros inéditos, Renault Fluence e Peugeot 408, agitaram o primeiro bimestre do ano, enquanto março vai revelar ao público atualizações de dois importantes modelos em menos de uma semana, sendo um o Volkswagen Jetta e o outro, o próprio Corolla. Ao longo do ano, o Brasil ainda deve ver a chegada do Chevrolet Cruze e da nova geração do Honda Civic.  

Para seguir à frente dos rivais, a Toyota do Brasil apostou numa solução até certo ponto surpreendente, ao abandonar a tradição de seguir o portfólio norte-americano e apostar no visual europeu para atualizar seu modelo campeão de vendas, conforme flagrou o parceiro Interpress Motor. O Corolla 2012 passa longe do modelo exibido há dois meses no Salão de Detroit (EUA) e exibe frente e traseira inspiradas no face-lift que o modelo sofreu na Europa em maio de 2010, que podem ser observadas nas fotos de Murilo Góes, abaixo:


NOVO COROLLA
Em sua linha 2012, o Toyota Corolla exibe agora visual levemente modificado, com grade dianteira maior e contendo dois filetes mais finos (a versão americana, mostrada em Detroit, tinha um único filete de maior espessura); para-choque mais destacado que o atual, com mudança do trapézio que forma a tomada de ar inferior (ficou maior e teve sua base invertida); e alteração da moldura dos faróis de neblina, que passam a ser verticalizadas.

Atrás, o modelo conta com alterações na tampa do porta-malas, que conta com espaço maior para a placa, régua cromada mais longa (quase unindo as lanternas) e lanternas mais finas, horizontalizadas, com um novo elemento translúcido e iluminação dotada de LEDs. Nas versões mais caras, há ainda desenhos diferenciados para as rodas de liga leve.

A principal inovação da linha, porém, fica para o conjunto mecânico das versões básicas e intermediárias (que mantiveram o nome), com motores, câmbios e pacote de equipamentos reforçados para encarar novos e velhos contestantes. O carro começa a ser vendido em todo país no dia 29 de março nas seguintes configurações e preços oficialmente confirmados:

* Corolla XLi 1.8 16V Dual VVT-i Flex M/T: R$ 63.570
* Corolla XLi 1.8 16V Dual VVT-i Flex A/T: R$ 67.570
* Corolla GLi 1.8 16V Dual VVT-i Flex M/T: R$ 67.070
* Corolla GLi 1.8 16V Dual VVT-i Flex A/T: R$ 70.570
* Corolla XEi 2.0 16V Dual VVT-i Flex A/T: R$ 76.770
* Corolla Altis 2.0 16V Dual VVT-i Flex A/T: R$ 86.570

Aos valores acima, o comprador deve somar ainda R$ 930 de pintura, caso opte por carroceria com cor metalizada ou perolizada. No total, são sete cores (todas sóbrias) compondo a paleta do Corolla 2012: branca, preta, prata, cinza, bege, verde e azul.

  • Assista ao vídeo de divulgação, produzido pela Toyota, do Corolla 2012

O Corolla XLi, mais básico, sai de fábrica equipado com direção com assistência elétrica, ar manual, retrovisores externos e vidros dianteiros elétricos, computador de bordo com cinco funções, duplo airbag frontal e rodas aro 15 com pneus 195/65 e calotas. A grande novidade, fica por conta do novo câmbio manual de seis marchas e do motor de 1,8 litro, com bloco, cárter e cabeçote de alumínio, que passa a contar com o mesmo sistema de comando de válvulas -- com dupla variação, atuando tanto na admissão, quanto no escape (Dual VVT-i) -- do bloco de 2,0 litros lançado em 2010. Além disso, conta também com novo câmbio manual, de seis marchas, que promete otimizar desempenho e consumo. A má notícia é que a caixa automática manteve sua configuração de quatro marchas, chamada de Super ECT (transmissão com controle eletrônico). O tom do acabamento interno em plástico também mudou, ficando mais claro na parte inferior e escuro na superior.

A versão seguinte, GLi, adiciona ao pacote inicial comandos elétricos também para os vidros traseiros, computador de bordo com seis funções, freios com antiblocante (ABS), painel com iluminação inteligente Optitron e chave com comando para vidros e porta-malas.

O Corolla XEi, com motor de 2,0 litros e apenas câmbio automático, conta também com airbags laterais, acendimento automático de faróis, som com entrada USB e conectividade Bluetooth, repetidor de setas nos retrovisores, bancos revestidos de couro e controle de cruzeiro.

Já a versão Altis, mais completa teve uma leve redução de preço e incorpora tons mais escuros ao acabamento, que conta com apliques de madeira, ajustes elétricos para banco do motorista, sensor de chuva, som com dois falantes e quatro tweeters, câmera de ré com imagem reproduzida no retrovisor interno e conjunto óptico com faróis de xênon.

Nesta terça-feira, UOL Carros participa da coletiva com representantes da fábrica e do test-drive com o novo Corolla e, após isso, trará novas informações sobre carro, além de impressões ao dirigir.

*Viagem a convite da Toyota do Brasil

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo