Topo

Carros

Audi esboça o A3 sedã, que pode virar realidade em 2013

Claudio de Souza/UOL
<b>Por enquanto apenas conceito, A3 sedã vai fazer barulho quando existir de fato</b> Imagem: Claudio de Souza/UOL

CLAUDIO DE SOUZA

Editor de UOL Carros<br>Enviado especial a Genebra (Suíça)

01/03/2011 05h40

A Audi mostrou nesta terça-feira (1), no primeiro dia de imprensa do Salão de Genebra, na Suíça, um carro-conceito que promete sacudir o mercado se vier mesmo a ser produzido: trata-se do A3 sedã, variação de três volumes do conhecido hatchback. Seguindo o ciclo de vida das gerações do A3, o carro pode virar realidade em 2013 -- possivelmente seria apresentado em versão de produção durante o Salão de Paris de 2012, ou mesmo no de Frankfurt, no ano seguinte.

Desde o lançamento do A1, em 2010, ficou evidente que a gama da Audi sofreria com a falta de um sedã compacto. Para concorrer com o Mercedes-Benz Classe C e o BMW Série 3, argumentam os executivos da marca, já existe o A4. Mas como justificar a falta de companhia para os dois-volumes A1 e A3? É aí que entra o A3 sedã, o qual, com um pouco de bom humor, poderíamos chamar de A1+2. Tanto é assim que a própria Audi o define como um sedã notchback -- ou seja, um dois-e-meio-volumes.

O conceito exibido em Genebra mede 4,44 metros (com 2,63 metros de entre-eixos) e tem sob o capô um motor 2.5 de cinco cilindros (nada a ver com o propulsor do Volkswagen Jetta conhecido no Brasil), capaz de entregar 408 cavalos de potencia e 50 kgfm de torque, este ao longo de uma extensa faixa entre os 1.600 e 5.300 giros.

Qundo chegar ao Brasil, o A3 sedã sera o três-volumes premium (ou seja, de uma das três marcas alemãs) mais barato do mercado. Portanto, espere-se um preço que, hoje, ficaria entre R$ 90 mil e R$ 115 mil (mais perto do segundo valor, provavelmente).

A Audi mostra também aqui em Genebra o belo RS 3 Sportback, versão furiosa do A3 Sportback (mais que a S3, já testada por UOL Carros), com motor turbo de 2,5 litros, cinco cilindros e injeção estratificada de combustivel (não é o mesmo do A3 sedã). Este produz 340 cv de potência e 45 kgfm de torque, gerenciado pela transmissão S-Tronic de sete marchas e com tracionamento integral quattro, marca registrada da Audi. Tudo isso com um consumo médio prometido de 10 km/litro de gasolina.

Segundo o cronograma da Audi brasileira, o RS 3 Sportback chega no segundo semestre, assim como o TT RS. Antes, em abril, começa a ser entregue o A1. Em maio será lançado o A7, em junho o A8 alongado (uma demanda do mercado chinês) e, entre julho e agosto, o novo A6.

Mais Carros