Carros

Fenabrave confirma recorde histórico de venda de automóveis em 2010

Divulgação
VW Gol (na foto, a versão Rallye) seguiu como carro mais vendido em ano de recorde automotivo Imagem: Divulgação

Da Redação

Em São Paulo*

05/01/2011 12h13Atualizada em 06/01/2011 16h56

O emplacamento de veículos no Brasil (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários) cresceu 12,42% de janeiro a dezembro de 2010, anunciou nesta quarta-feira (5) a Fenabrave, entidade que representa os distribuidores do território nacional. A divulgação do balanço oficial confirma a previsão de fontes ligadas à indústria automotiva e colocam o ano que passou como o melhor da história, conforme adiantaram dados publicados por UOL Carros (leia mais aqui) e seus colunistas (aqui).

De acordo com a Fenabrave, foram vendidos e registrados 5.444.387 veículos em 2010, contra 4.842.736 emplacamentos de 2009, ano tido como marco até então. Apesar do fim dos benefícios concedidos pelo governo a compradores ao longo do ano, as vendas seguiram em alta nos últimos meses incentivadas pela oferta de crédito e financiamento, permitindo que praticamente todos os segmentos do setor registrassem altas consideráveis no período.

O principal segmento da indústria, o de carros de passeio e veículos comerciais leves (picapes, SUVs e similares), teve um total de 3.329.170 unidades emplacadas em 2010, representando um crescimento de 10,63% na comparação com as 3.009.201 unidades registradas em 2009.

"O ponto positivo de 2010 foi a grande oferta de crédito para a compra de carros, o que ajudou no resultado", afirmou o presidente da Fenabrave, Sérgio Reze. "Para 2011, a tendencia é observar um crescimento maior no setor de veículos comerciais", complementou o executivo.

Mais uma vez, conforme UOL Carros apontou em 1º de dezembro, o hatch Volkswagen Gol (em sua quarta e quinta gerações) foi o carro mais vendido no país, com vendas acumuladas de 293.783. Na segunda posição apareceu a dupla da Fiat Novo Uno/Mille com 229.323 unidades.

A alta nas vendas em 2010 se estendeu até a segmentos que tiveram resultados complicados em outroas temporadas, caso dos caminhões, com crescimento de 44,43% (com um total de 157.633 unidades) e motos, com alta de 12,10% (1.803.864 unidades emplacadas nos últimos 12 meses contra 1.

"A atual política de câmbio está sendo ruim para a indústria e manter a média de crescimento anual é insustentável nessas condições", afirmou a economista Tereza Fernandes, da consultoria MB Associados (ligada à Fenabrave), para quem a previsão de elevação da taxa de juros em dois pontos percentuais e outras medidas de cautela para a desaceleração da economia representarão, em 2011, o principal desafio do novo governo de Dilma Rousseff ao mesmo tempo em que devem reduzir o crescimento do setor automotivo. 

Ainda segundo a consultora, "o desafio para 2011 é crescer com sustentabilidade", o que implica em contar também com investimentos públicos "principalmente em infraestrutura e serviços".


ALTA MENOR PARA 2011
Após
o período de "euforia" registrado em 2010, a expectativa para o ano de 2011 segue sendo de crescimento do mercado, já que o Brasil tem um potencial grande a ser explorado, mas em menor escala. De acordo com o presidente da Fenabrave, o índice para este ano deve ficar em 5,2% para o setor automotivo como um todo, com alta específica de 4,2% para o segmento de carros de passeio e comerciais leves. 

"O consumidor continuará com condições de compra, apesar das recentes restrições de crédito, mas nossa expectativa é de crescimento menor, já que essa euforia passou", afirmou Reze, para quem "é preferível um crescimento menor e sustentável e é isso que esse número sinaliza".

O atual dado para expectativa de crescimento para 2011 divulgado pela Fenabrave revisa para baixo o número anterior, revelado em dezembro, quando a expectativa anunciada era de 8%.

FIAT E VW GOL CONSOLIDAM LIDERANÇA
Com 760.474 automóveis e veículos comerciais leves comercializados, a Fiat fechou 2010 como líder de vendas no país. É a nona vez que a fabricante italiana -- que iniciou suas atividades em 1976, na cidade mineira de Betim -- alcança a posição.

Seguindo a Fiat ficaram Volkswagen, com 697.342 veículos comercializados; General Motors, que chegou à marca de 657.622 veículos vendidos; e Ford, com 336.309 vendas.

O Volkswagen Gol se manteve como o veículo mais vendido, com 293.606 unidades comercializadas no ano passado. Confira na tabela abaixo quais foram os carros de passeio e veículos comerciais leves mais vendidos, segundo dados da Fenabrave, no mês de dezembro e no acumulado de 2010:

MODELOS MAIS VENDIDOS
A posição obedece o total anual de vendas

NOMEDEZEMBROTOTAL EM 2010
1) Volkswagen Gol29.809293.783
2) Fiat Mille/Uno28.692229.323
3) Chevrolet Celta16.385155.180
4) Volkswagen Fox/CrossFox15.495143.782
5) Chevrolet Classic/Corsa Sedan15.920141.443
6) Fiat Palio11.306137.519
7) Fiat Siena12.285120.118
8) Fiat Strada11.979116.794
9) Ford Fiesta10.99295.505
10) Ford Ka7.84784.883
11) Volkswagen Voyage8.80182.708
12) Renault Sandero7.59268.832
13) Chevrolet Agile8.87267.732
14) Chevrolet Prisma5.86763.092
15) Volkswagen Saveiro5.96762.200

Os dados de dezembro e do fechamento de 2010 reproduziram, de certa forma, os números registrados ao final de novembro e que apontavam mais um ano de liderança (o 24º) do Gol como modelo mais vendido do país, apesar do encalço de modelos da Fiat, reforçada pela chegada da nova geração do Uno.

Eles refletem também que, apesar do crescimento de vendas de automóveis mais caros, o grosso das vendas ainda vem dos veículos compactos, que ocupam todas as posições até o 15º lugar. O melhor colocado de tamanho superior na listagem acima seria o sedã médio Toyota Corolla, com 5.954 no ano em dezembro (vendendo mais no mês que o compacto Prisma, por exemplo) e 55.024 unidades no ano. (com reportagem de Rodrigo Lara)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo