Carros

Novo Volvo S60 esbanja charme e pode até enxergar pedestres sozinho

Divulgação
Apresentada no Salão de Genebra, novo Volvo S60 tem alto equilíbrio dinâmico Imagem: Divulgação

Da AutoPress

Especial para o UOL

02/07/2010 02h00

Sem grandes rodeios e fazendo jus ao pragmatismo e simplicidade da filosofia nórdica, a Volvo define de modo claro a sua mais recente criação: o novo S60 é essencial para o seu futuro. O sedã chega com a promessa de ser um dos automóveis mais seguros do mercado e, de forma inequívoca, como o modelo mais dinâmico da história da montadora sueca. Em termos de estilo, tanto por dentro como por fora, não restam dúvidas de que é um digno representante da marca. Respeita a nova tendência de design da Volvo, com uma aparência distinta e dinâmica e, justiça seja feita, bem mais interessante ao vivo do que em fotografias.

Para alcançar a ambiciosa meta de vendas de 90 mil unidades anuais -- distribuídas, em partes iguais, pelos mercados europeu, americano e asiático --, e poder enfrentar uma concorrência feroz, o novo S60 aposta claramente num desempenho invulgar. Dispõe de uma direção mais direta, e de molas, amortecedores e apoios de suspensão mais rígidos do que qualquer outro Volvo e feitos em poliuretano, material mais resistente à deformação sob aceleração lateral. Aliás, apesar de existirem dois tipos de calibragem da suspensão, a Volvo optou por amortecedores mais firmes para a Europa, configuração que em outros mercados é oferecida como opcional.

ENTENDA O VOLVO S60 E O CITY SAFETY

  • O vídeo acima, de apresentação do sedã S60, mostra rapidamente como age a segunda geração do City Safety: com sensores e câmeras, o carro detecta obstáculos a partir de 80 cm de altura e pode avisar o motorista, diminuir a velocidade ou até parar o carro (rodando abaixo dos 35 km/h).

  • O segundo vídeo mostra o crossover XC60, à venda no Brasil, que tem a primeira geração do City Safety, podendo diminuir sua velocidade ou parar (abaixo dos 30 km/h) caso encontre um obstáculo.

Na parte de dispositivos de segurança, o controle eletrônico de estabilidade ganhou um novo sensor de ângulo de rolamento da carroceria, que permite detectar mais cedo a tendência para derrapagem. Quanto aos motores, inicialmente o S60 vai contar com quatro unidades, todas sobrealimentadas. Duas delas são diesel, com cinco cilindros em linha: D3 2.0 litros e 163 cv e D5 2.4 litros com 205 cv. As outras opções são a gasolina: 2.0 T com injeção direta e 203 cv; e T6 de seis cilindros em linha, 3.0 litros e 304 cv, com o sistema de tração integral AWD. Mais tarde serão lançadas as unidades 2.0 de 240 cv (T5), 1.6 de 180 cv (T4) e 1.6 de 115 cv (DRIVe). Com exceção da versão T6, todas as configurações do novo S60 contam com câmbio manual de seis velocidades. Os modelos a gasolina podem dispor, como opcional, da nova transmissão robotizada de dupla embreagem com seis relações. Somente as derivações movidas a diesel usam a caixa automática convencional, com seis velocidades.

Para vingar num dos mais exigentes e competitivos segmentos do mercado, o novo S60 conta com mais do que um invejável conjunto de atributos técnicos. Construído sobre plataforma derivada da do Ford Mondeo – mais confortável e mais esportiva – chega com todas as versões equipadas com itens como o sistema City Safety, que alerta o motorista na iminência de uma colisão frontal  e até freia sozinho o veículo, em velocidades abaixo dos 30 km/h. Há ainda airbags frontais, laterais e do tipo cortina, ar-condicionado automático, controle de cruzeiro, volante multifuncional revestido em couro, computador de bordo e rodas de liga leve aro 16. Conforme a configuração, o sedã ainda recebe aplicações no habitáculo em alumínio, sensores de chuva e de obstáculos traseiros, espelhos rebatíveis eletricamente, rodas aro 17, sistema de som de alta definição, Bluetooth, faróis bixênon autodirecionais e banco do motorista com ajustes elétricos e com memória.

Isso sem falar no sistema de detecção de pedestres, que funciona a velocidades de até 35 km/h. Um sensor percebe a presença de pedestres à frente e outro sistema monitora o comportamento do motorista. Se ele não reagir, o dispositivo emite avisos sonoros e visuais e pode até parar o carro. O S60 começa em 41.745 euros (pouco mais de R$ 91 mil) na 2.0 T, enquanto a variante T6 custa 63.255 euros (cerca de R$ 163 mil) na Europa.

OPS!

  • Lembre-se: nenhum sistema de segurança isenta o motorista de sua perícia e responsabilidade. No vídeo acima, feito durante a apresentação do carro a jornalistas, uma falha ocorreu e o S60 não parou sozinho. Como um boneco estava no lugar do motorista, faltou a ação humana de pisar no freio. O resultado, você pode imaginar...

PRIMEIRAS IMPRESSÕES
Muitas vezes se questiona se o peso do nome Volvo no domínio da segurança tem a desejada correspondência prática ou se trata apenas de um bom aproveitamento do marketing. No caso do S60, a dúvida dificilmente fará qualquer sentido: além de sistemas mais ou menos comuns como  airbags, cintos com pré-tensionadores e limitadores de força, controle de estabilidade, diferencial autoblocante eletrônico, controle de cruzeiro adaptativo com função de frenagem, alerta de cansaço do motorista, sensor de ponto-cego, entre outros, o modelo dispõe de dispositivo exclusivo do fabricante sueco.

O City Safety já conhecido do XC60, e evita ou minimiza as colisões traseiras abaixo dos 30 km/h. Mas no S60 está aperfeiçoado e conta com detector de pedestres. Neste caso, e graças à combinação de um dispositivo desenvolvido pela própria Volvo, com câmaras que reproduzem as funções do olho humano, o veículo consegue detectar a presença de pedestres à frente do veículo e monitorar o comportamento do condutor perante o veículo a velocidades de até 35 km/h. Assim, quando as eventuais pessoas são detectadas e o motorista não reage, o sistema começa a emitir um aviso sonoro e outro visual projetado no para-brisas, chegando mesmo a frear e até parar o carro, caso o pedestre permaneça na mesma posição e o condutor continue sem intervir. O sistema foi testado obviamente em condições totalmente controladas e o resultado é impressionante.

No desempenho, os quilômetros percorridos com as várias versões do novo S60, em estradas que já serviram ao Rali de Portugal, deixaram as melhores impressões e confirmaram todos os elogios dispensados a este modelo pelo seu fabricante. A direção direta, a traseira ágil e a suspensão dianteira muito precisa e fiel fazem deste o Volvo mais divertido e emocionante de conduzir de todos os tempos. Capaz até de deixar a concorrência em alerta.

O habitáculo prima por um elevado nível de qualidade geral e, graças a uma carroceria com dimensões dentro da média do segmento -- 4,63 metros de comprimento e 2,78 m de distância entre-eixos --, disponibiliza um espaço para passageiros e bagagens dentro do previsto para um modelo desta categoria. Mesmo na traseira, onde o acesso aos respectivos bancos poderia ser melhor. Na tecnologia embarcada, há uma infinidade de mordomias em termos de navegação, comunicação ou multimídia. E as unidades a gasolina são capazes de garantir performances mais instigantes. Seja como for, sem dúvida o novo S60 tem tudo para dar certo. (por António de Sousa Pereira, da AutoMotor/Portugal em Sintra, exclusivo para Auto Press)

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo