Fiat anuncia mudanças e deve paralisar produção de ao menos uma fábrica na Itália

Da Redação, com agências internacionais

A Fiat anunciou nesta quinta-feira (18) que encerrará a produção de veículos na fábrica siciliana de Termini Imerese, próxima à cidade de Palermo, na Itália, em 2011. De acordo com a agência Automotive News Europe, a montadora manterá "atividades produtivas não automotivas" no local, que atualmente emprega 1.400 funcionários e fabrica modelos da marca Lancia. Mudanças no esquema de produção de outras cinco fábricas também foram anunciadas.

O presidente-executivo da Fiat Sergio Marchionne está em Roma, onde discutirá com o governo italiano os detalhes da compra de 20% de participação no controle da americana Chrysler, e afirmou que a montadora "não tem a intenção de se esconder da crise". O executivo também deverá ter de explicar ao governo quais os planos para a fabrica siciliana, uma vez que a montadora tinha se comprometido publicamente a evitar cortes de produção em fábricas italianas caso as negociações com a Chrysler vingassem.

Por outro lado, os sindicatos italianos afirmam que o anúncio sobre a fábrica de Termini Imerese é "genérico demais" e temem que a decisão da Fiat seja a primeira de uma série de reações à falha em outra negociação. Para os sindicalistas do setor automotivo, o fracasso na tentativa de compra da Opel junto à GM norte-americana poderia levar a novas interrupções de produção e corte de vagas na Itália.

A GM anunciou na quarta-feira que espera definir a venda da Opel para o grupo canadense Magna em até um mês.

NOVA ORDEM
De acordo com o comunicado da Fiat italiana, a montadora fará alterações a curto prazo -- previstas para ocorrer até 2011 -- em outras cinco unidades do país.

A linha de produção de uma nova plataforma será implantada na fábrica de Pomigliano d'Arco, próxima a Nápoles, onde atualmente são produzidos modelos da linha Alfa Romeo. A empresa, no entanto, não divulgou quais modelos poderão ser produzidos a partir desta plataforma.

A fábrica de Turim deixará de produzir o Grande Punto e seguirá montando os modelos Alfa Romeo MiTo, Fiat Punto Classic, Idea e Multipla e Lancia Musa. O Grande Punto continuará a ser fabricado em Melfi, de onde sairá também a nova geração do modelo, em 2010.

Em Cassino, segue a produção de Fiat Bravo e Croma e do Lancia Delta, ao mesmo tempo em que será iniciada a fabricação de um modelo compacto da Alfa Romeo, a ser lançado no início de 2010.

Por fim, a unidade de Sevel Val di Sangro seguirá montando a linha de utilitários Fiat Ducato.

UOL Cursos Online

Todos os cursos