Toyota proíbe fumantes de disputar vaga em fábrica norueguesa

Oslo, 24 ago (EFE).- O fabricante de automóveis japonês Toyota excluiu os fumantes de sua lista de possíveis candidatos a disputar uma vaga de emprego na Noruega, segundo os anúncios inseridos pela empresa em distintos meios de comunicação.

Um anúncio de uma página inteira no jornal Budstikka da província de Asker e Barum (leste da Noruega) oferecendo distintas vagas de trabalho "para você que não fuma" despertou hoje diversas reações e críticas de especialistas.

"Os cidadãos devem saber que as companhias automobilísticas são grandes espaços abertos. Em atenção aos clientes e ao ambiente de trabalho queremos deixar muito claro que é proibido fumar", declarou o chefe da Toyota em Asker, Henrik Junker.

O professor de medicina social da Universidade de Oslo, Per Fugelli, vê o fato como "o primeiro sinal de alarme de que estamos adquirindo um modelo que segue o estilo dos EUA, no qual o patrão invade a vida privada do indivíduo de forma humilhante e sinistra".

"Isto é fascismo de estilo de vida. Quem serão os seguintes? Os gordos, os feios ou aqueles com problemas coronários e chulé?", questionou Fugelli.

O assessor de imprensa de Toyota disse à EFE que não é uma política generalizada da companhia na Noruega, mas uma iniciativa particular de uma das fábricas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos