Topo

Carros elétricos


Porsche Taycan: alemão elétrico terá produção ampliada para encarar Tesla

HAROLD CUNNINGHAM/AFP
Porsche Taycan é parte de onda de novos modelos da Volvo, Jaguar, Mercedes-Benz e Audi que desafiarão Tesla Imagem: HAROLD CUNNINGHAM/AFP

Christoph Rauwald

2019-03-09T08:00:00

09/03/2019 08h00

A Porsche aumentará a produção do Taycan depois que mais de 20.000 potenciais compradores se registraram para comprar o primeiro carro elétrico da marca, comprometendo toda a produção anual inicialmente destinada ao sedã de quatro portas.

"O interesse esmagador no Taycan nos mostra que nossos clientes e fãs estão tão empolgados com o primeiro 'atleta elétrico' da Porsche quanto nós", disse o diretor de vendas da Porsche, Detlev von Platen, em comunicado. "Por isso, aumentamos nossas capacidades de produção".

Os compradores interessados precisam fazer um pagamento inicial de 2.500 euros na Europa para reservarem uma unidade do Taycan.

O Taycan será lançado em setembro na Europa com faixa de preço entre o Cayenne e o Panamera -- entre 74.800 euros e 97.800 euros (no Brasil, o Cayenne vai de R$ 423 mil a R$ 733 mil, enquanto o Panamera custa de R$ 560 mil a R$ 1,24 milhão, com algumas versões tendo preços encavalados). O valor exato ainda não foi divulgado.

O carro é parte de uma onda de novos modelos Volvo, Jaguar, Mercedes-Benz e Audi que desafiarão a liderança de carros elétricos da Tesla.

A Porsche é a marca mais lucrativa da Volkswagen e seu sucesso é vital para que o grupo faça a investida mais agressiva da indústria em veículos elétricos. A VW alocou cerca de 40 bilhões de euros para carros elétricos e conectados e tem como alvo 50 modelos movidos a bateria até 2025.

Carga superveloz em 4 minutos

Para ajudar a aumentar a demanda, a Porsche está instalando carregadores rápidos em suas concessionárias nos EUA e na Europa que poderão carregar a bateria do Taycan do nível baixo para autonomia de até 100 quilômetros -- a carga "superveloz" -- em quatro minutos. O alcance geral do carro em uma única carga é de 500 quilômetros.

A produção planejada da modelo de 20.000 veículos por ano é baseada em um sistema de dois turnos na fábrica principal da Porsche, em Stuttgart, na Alemanha, e pode ser expandida se necessário, disse o chefe de produção Albrecht Reimold aos repórteres no ano passado.

A Porsche também confirmou recentemente que oferecerá uma versão totalmente elétrica de seu utilitário esportivo Macan.

#Avaliação: Porsche 911 GT3 RS - aceleramos a máquina de R$ 1,2 milhão

UOL Carros

Mais Carros elétricos