Carros

Quer ver um Tesla Model 3? Vá ao Salão de Los Angeles, porque na rua...

Joe White/File Photo/Reuters
Tesla Model 3: exibido no Salão de Los Angeles para que as pessoas possam ver que ele existe de verdade Imagem: Joe White/File Photo/Reuters

Dana Hull
Jamie Butter

Em Los Angeles (EUA)

04/12/2017 10h28

A Tesla faz várias centenas de milhares de possíveis compradores esperarem para ver um carro pelo qual começaram a pagar depósitos de US$ 1 mil (cerca de R$ 3.200) há quase dois anos. A chance de finalmente chegar perto de um sedã Model 3 agora existe por... US$ 15 (ou R$ 50).

A marca de automóveis elétricos liderada por Elon Musk exibe um Model 3 vermelho no Salão de Los Angeles, aberto ao público desde a última sexta-feira (1º). As portas estão trancadas, mas pelo menos será possível vê-lo de fora, algo até então quase impossível.

Veja mais

Mustang está entre nós, finalmente
Inscreva-se no canal de UOL Carros no Youtube
Instagram de UOL Carros
Siga UOL Carros no Twitter

Isto porque a fabricante encontra dificuldades para iniciar a produção em massa, e justamente por isso tem mantido o carro fora das mãos dos clientes. Por enquanto, as entregas do Model 3 estão restritas aos próprios funcionários da Tesla. Sim, é frustrante.

Quatro meses depois que Musk realizou um evento pelo início da produção do Model 3, poucos puseram as mãos no veículo, com exceção de trabalhadores da Tesla e amigos próximos da empresa. Um primeiro grupo de detentores de reservas que não fazem parte da empresa foi convidado na semana passada para configurar seus carros.

Dan Zorrilla, de 40 anos, foi um dos primeiros não empregados a finalizar seu exemplar. O morador de Tampa Bay, Flórida, já possui um Model S, um dos fatores que o colocaram na parte da frente da fila. Ele e outros foram informados que seus carros ficariam prontos em cerca de quatro semanas.

"Não ouvi nada sobre a data de entrega desde que configurei", disse Zorrilla. "Eu realmente não me importo com o atraso", desdenha.

No terceiro trimestre deste ano a companhia teria produzido apenas 260 unidades do sedã, muito menos do que a projeção de 1.500 unidades. Não houve, até o momento, nenhuma indicação de quantos carros a Tesla espera fabricar nos últimos três meses do ano.

Em 1º de novembro Musk anunciou que esperava atingir uma taxa de 5 mil unidades por semana no fim de março, um trimestre mais tarde que o previsto anteriormente.

Invasão a ambiente hostil

Detalhe curioso é que Musk costuma evitar os salões automotivos, geralmente realizados por associações de concessionários -- os maiores críticos do sistema de venda direta da Tesla -- e onde participar costuma ser caro.

Mas... sabe como é: a Califórnia é o território da montadora e o Salão de Los Angeles se tornou uma oportunidade única para que potenciais compradores e até mesmo de alguns investidores enfim possam examinar o Model 3, carro fundamental para que a Tesla alcance consumidores da classe média americana.

"Tenho uma equipe de pessoas procurando unidades do Model 3 por Los Angeles e pessoalmente vi apenas dois", disse Ross Gerber, diretor executivo da Gerber Kawasaki Wealth & Investment Management, empresa sediada em Santa Monica, vizinha de Los Angeles, que detém ações da Tesla. Ele depositou um sinal para comprar o carro e disse que planeja ir ao salão para conhecê-lo melhor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Carros

Topo